sábado, 31 de julho de 2010

Leandro Amaral e Renato vão ser apresentados na segunda-feira

Diretor executivo do Flamengo, Zico é quem garante o acerto

Segunda-feira será um dia alegre para os rubro-negros no que diz respeito às contratações. Enfim, o clube irá apresentar o meia Renato, anunciado como reforço desde junho, mas que tem vínculo com o Al Shabab, dos Emirados Árabes, até hoje.

Renato defendeu o Flamengo de 2005 a 2007, quando rumou para o exterior. Ídolo da torcida, é um novo reforço para equipe no Brasileiro. Quem também vestirá a camisa rubro-negro, mas pela primeira vez, será o atacante Leandro Amaral. Aprovado nos exames médicos, ele assinará contrato e será apresentado ao lado de Renato.

– Leandro Amaral já está acertado com o Flamengo e será apresentado na segunda-feira junto com Renato – confirmou o diretor executivo Zico.

Por: lancepress

Segundo jornal, Maradona interessa ao Flamengo


Com o fim de seu ciclo na seleção argentina, Diego Maradona deve descansar pelos próximos dias até decidir o que irá fazer daqui pra frente. Em entrevista à “Folha de S. Paulo” nesta quinta-feira, o auxiliar do craque, Alejandro Mancuso, revelou que o seu destino pode ser o Brasil.

Segundo o ex-jogador de Palmeiras e Flamengo, alguns clubes do País já o teriam procurado e o assunto teria sido, inclusive, conversado com Maradona. Por enquanto, contudo, ele prefere aguardar e analisar as melhores propostas.

O discurso é o mesmo do assessor de imprensa do técnico, Fernando Molina, que credita a Mancuso as ofertas que Diego vem recebendo do futebol brasileiro.

“Mancuso tem seus contatos no Brasil. Por enquanto, são apenas suposições. Ainda é muito cedo. Maradona ainda vai analisar todas as propostas que vem recebendo”, afirmou, em entrevista ao jornal “O Dia”.

De acordo com o periódico carioca, o Flamengo estaria de olho no craque argentino para substituir Rogério Lourenço. Efetivado no cargo no início de maio, o ex-zagueiro convive desde então com as especulações e chega para o clássico contra o Vasco, no fim de semana, pressionado.

Perguntado sobre Maradona, o vice de finanças rubro-negro, Michel Levy, mostrou-se surpreso com o assunto.

“Nunca ouvi falar qualquer coisa sobre isso dentro no clube”, desconversou.

Por: ESPN

Flamengo X Vasco: quase 24 mil ingressos vendidos

Entradas continuarão sendo vendidas até poucas horas antes do clássico

As torcidas de Vasco e Flamengo já compraram 23.802 ingressos para o clássico de domingo, no Maracanã, segundo a diretoria do Rubro-Negro, mandante do confronto. As entradas continuam sendo vendidas nos postos de venda até algumas horas antes do início da partida.

Preços dos ingressos (meia entrada para estudantes, idosos e jovens com menos de 21 anos)

Arquibancadas verdes e amarelas: R$ 40 (meia R$ 20)
Arquibancadas brancas: R$ 40 (meia R$ 20)
Cadeiras especiais: R$ 150 (meia R$ 75)
Cadeiras comuns: R$ 30 (meia R$ 15)

Locais da venda antecipada:

Gávea
São Januário
Laranjeiras
São Cristóvão Futebol e Regatas
Tijuca Tênis Clube
Maracanã - bilheterias 5 e 8 (exceto no sábado, dia 31)
HSBC Arena - Av. Abelardo Bueno, 3401 (Barra da Tijuca)
Rua São João Nº. 34, Loja 114 (Niterói)

Pela internet:
Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br)

Por: lancepress

Andrade diz estar desgostoso com o futebol

Afastado dos gramados, ténico aceita até time da Série B


O futebol muitas vezes é ingrato. O técnico Andrade, campeão brasileiro pelo Flamengo, é uma prova de que, neste meio, não basta só vencer. Hoje, menos de um ano após a conquista que tirou o Rubro-Negro da fila, ele está desempregado e seu nome nem é citado entre os principais treinadores do país.

- Não sei por que isso acontece? Talvez por eu estar com a minha imagem muito atrelada ao Flamengo. Mas eu estou disposto a ouvir qualquer proposta, até de clube da Segunda Divisão - disse o treinador que chegou a receber uma proposta dos Emirados Árabes, mas o negócio acabou não se concretizando.

Curiosamente, nomes como o de Cuca, Adilson Batista e Celso Roth são sempre cotados para assumir grandes clubes. Porém, mesmo com mais anos de carreira, os três nunca conseguiram um título tão importante com o conquistado por Andrade em 2009.

- Muitas pessoas falam as coisas para diminuir, dizem que foi sorte, mas no futebol ninguém ganha tantos jogos por sorte. Você pode ganhar uma ou duas partidas, mas não consegue uma sequência se não for bom - lamenta o desempregado Andrade, que pegou o time na parte de baixo da tabela e conseguiu levar o Flamengo ao topo, como não acontecia há quase duas décadas.

Por: Roberto Murad

Impasse entre Fla e gregos aborrece David; Zico nega saída de Fabrício


David tem contrato assinado com o Flamengo só que não pode atuar. O Rubro-Negro deve R$ 700 mil ao Panathinaikos, da Grécia, que detém os direitos do zagueiro. O jogador vem treinando, mas está insatisfeito com a situação. Por causa do impasse, clubes brasileiros estão de olho no atleta.

O empresário de David, Eduardo Uram, lamentou o interesse de outros clubes no zagueiro. No entanto, se contradisse em relação à situação envolvendo o jogador, Flamengo e o Panathinaikos. Em segundos, o agente deu duas informações sobre o pagamento da dívida com os gregos.

“O Flamengo já pagou ao Panathinaikos”, disse ele ao UOL Esporte para, em seguida, não confirmar a informação: “Bem, o Flamengo me disse que pagaria hoje (sexta-feira)”, retificou o empresário, desligando o telefone e dizendo que estava em trânsito num aeroporto.

O certo mesmo que David não joga e tem recebido vários telefonemas de amigos que estão lhe orientando a não treinar mais no Flamengo enquanto a situação financeira não for resolvida. No início desta semana, o vice-presidente de finanças do clube, Michel Levy, chegou a dizer que David só não enfrentaria o Vasco por opção do treinador.

Esta informação chegou a iludir o zagueiro, que ficou feliz da vida ao saber da informação. Mas David continua sem poder jogar porque o Flamengo, provavelmente, ainda não pagou a dívida.

Com relação ao zagueiro Fabrício, que teria acertado com o Palmeiras, Zico, executivo do futebol rubro-negro, não confirmou a transação. Segundo o dirigente, o jogador tem mais dois anos de contrato com o Flamengo e não houve qualquer negociação com os paulistas.

Por: Marlos Bittencourt

Técnico do Fla pede cuidado com os jogadores importantes do Vasco


As estreias de Felipe, Zé Roberto, Carlos Alberto e Eder Luís, atualmente considerados a constelação de São Januário, despertaram atenção especial do técnico Rogério Lourenço. Estes jogadores poderão fazer a diferença no clássico deste domingo, às 18h30, contra o Flamengo, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“Independentemente da qualidade destes jogadores, trata-se de um clássico. A parte técnica deles é indiscutível e dispensa comentários. Temos de ficar atentos e tentar tirar o melhor de nossa equipe nesta partida”, alertou.

De acordo com o treinador do Flamengo, Paulo César Gusmão, comandante do Vasco, ainda não divulgou oficialmente a formação que mandará a campo contra os rubro-negros. Isso preocupar Rogério Lourenço.

“O melhor seria saber como vão jogar, como será a formação do Vasco. Fica sempre a dúvida em relação a isso”, disse.

Com tantos astros no Vasco, Rogério Lourenço tentou explicar a atual situação do Flamengo, que perdeu os principais jogadores em pouco tempo. Adriano, que foi para o Roma, da Itália, e Vagner Love, que voltou para o CSKA, da Rússia, além de Bruno, preso pela suspeita de sumir com o corpo da ex-amante Eliza Samudio.

“O Flamengo passou por dificuldades, por muitos problemas. E não é fácil para a torcida perder três ídolos do dia para a noite. O time está sendo reconstruído para acabar com a desconfiança dos torcedores. Com o passar do tempo eles entenderão. Os jogadores que ficaram estão honrando a camisa do clube”, encerrou.

Por: Marlos Bittencourt

Rogério confirma Val e Borja e foge de lembrança do Império do Amor

Técnico pede para que a torcida viva o presente do Flamengo e esqueça astros do passado recenteVinícius Pacheco só será utilizado no meio


De Adriano e Vagner Love a Val Baiano e Borja em pouco mais de dois meses. A transformação do ataque do Flamengo foi meteórica e será posta à prova pela primeira vez neste domingo, no clássico contra o Vasco.

O técnico Rogério Lourenço confirmou a nova formação ofensiva no duelo que começa às 18h30m (de Brasília), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro:

- É bem provável, né? Procurei fazer algumas variações, mas não existem tantas para fazer suspense – disse.

Mas para evitar pressão sobre os novos titulares, o treinador quer fugir das comparações com o Império do Amor. Questionado sobre a diferença brutal nos nomes, ele afirmou:

- Se for assim podemos falar que há três anos a dupla de ataque foi não sei quem e não sei quem, que há 30 anos era Zico e Nunes. Vamos pensar no presente, no meu grupo.

Vinícius só no meio

O Flamengo, aliás, perdeu mais uma opção para o ataque. Houve uma conversa entre Rogério e Vinícius Pacheco e ficou decidido que o jogador a partir de agora jogará apenas no meio-campo.

- Temos que ser justos. Vinícius é meia e que pode fazer segundo atacante às vezes. Vamos procurar utilizá-lo dentro do que é o mais forte, vindo de trás, com velocidade – declarou o treinador.

No momento, com dificuldades para contratar, o Flamengo só tem três atacantes no elenco: Val Baiano, Borja e Diego Maurício. Leandro Amaral deve se apresentar na próxima semana.

Por: globoesporte.com

Justiça decide a favor do Vitória, e advogado pedirá volta de Marquinhos

Diretoria do Flamengo passa o problema para a Traffic


O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região de São Paulo decidiu, nesta sexta-feira, favoravelmente sobre o pedido feito pelo Vitória de cassação de antecipação da tutela que havia sido concedida pelo juiz da 1ª Instância que liberava o atacante Marquinhos. A decisão restabelece o contrato de trabalho do meia-atacante com o clube baiano e, segunda-feira, o advogado Antonio Carlos Rodrigues Menezes pedirá que o jogador deixe o Flamengo e se apresente imediatamente ao clube baiano.

- A decisão do Tribunal afasta qualquer possibilidade de perda pelo Vitória deste importante jogador - disse Rodrigues à assessoria de imprensa do Vitória.

Marquinhos havia sido emprestado e teve uma parte do seu passe adquirido pela Traffic, sendo transferido para o Palmeiras. Com a antecipação da tutela concedida pelo juiz, ficou sem vinculo com o clube e assinou contrato com o Flamengo. A diretoria do clube carioca já informou que o caso está sendo tratado diretamente pela Traffic. Nesta sexta, o jogador treinou normalmente na Gávea.

Já Fernando Gonçalves, diretor-executivo da Traffic, passou toda a responsabilidade para Marquinhos.

- Na realidade essa decisão é soberana do Marquinhos. Quem tem de tomar as providencias é o Marquinhos e seu advogado. A Traffic tem duas preocupações: preservar os 35% dos direitos que temos dele, e manter seu bom encaminhamento esportivo. Isso tudo desvaloriza o jogador.

Os outros 65% do passe pertencem ao Vitória, e o jogador está brigando para ter direito a essa parcela.

Por: globoesporte.com

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Flamengo renova com BMG e Sky para o basquete




O Flamengo renovou o acordo com o BMG e a Sky para o basquete. Os contratos foram selados por R$ 1 milhão cada, segundo um dirigente do clube. Eles são válidos por um ano e servirão para bancar os salários dos recém-contratados Baby, que estava no Paulistano, e Kyle LaMonte (americano), vindo do Peñarol (ARG).
Por: de prima

Juniores do Flamengo vencem Palmeiras e se classificam

Time conseguiu ficar em primeiro lugar no Torneio Internacional

A equipe dos Juniores do Flamengo venceu o Palmeiras, na quinta-feira, por 2 a 1 e alcançou a primeira colocação do Grupo A do Torneio Internacional de Futebol Junior, disputada em Barueri, São Paulo.

O primeiro gol rubro-negro veio depois de uma jogada de Guilherme, que sofreu pênalti. Na cobrança, Galhardo abriu o placar. A equipe paulista chegou ao empate logo aos oito minutos do segundo tempo, com o atacante Caio, que cabeceou sem marcação.

O Flamengo voltou a marcar aos 23, quando João Vitor arrancou pela direita e cruzou. O zagueiro do time paulista acabou completando para o seu próprio gol. Na outra partida do Grupo A, o Peñarol (URU) venceu o Porto (POR) por 2 a 1.

Por: lancepress

Flamengo corre para regularizar David na CBF

Dirigente espera deixar o zagueiro em condições de jogo para a partida contra o Vasco


Dada como bem encaminhada, a troca entre Kleberson e Gilberto Silva terá de esperar mais um tempo para ser sacramentada. Enquanto isso, a grande preocupação do vice-presidente de finanças, Michel Levy, é viabilizar a regularização de David para deixá-lo em condições de atuar no próximo domingo, no clássico contra o Vasco.

- Com relação ao David, a coisa acabou não evoluindo com Gilberto Silva e o Flamengo voltou a tentar viabilizar a regularização do jogador como estava tentando anteriormente. Esperamos que ele já tenha condições de atuar na próxima partida, mas não há muito tempo hábil - disse Michel Levy.

O diretor executivo Zico também não alimenta muita esperança com relação à escalação do defensor para o próximo domingo, mas revela que o clube está fazendo de tudo para que isto ocorra rapidamente.

- A situação do Kleberson e Gilberto Silva continua na mesma. Vamos tentar regularizar o David, mas ainda não foi possível - explicou Zico.

Desde o retorno do Campeonato Brasileiro, David ainda não jogou pelo Flamengo. Para a partida contra o Vasco, o técnico Rogério Lourenço tem as opções do jovem Welinton e de Jean, que agradou ao treinador na estreia com a camisa do clube, para confirmar o sistema defensivo.

Por: lancepress

Advogado de Bruno: 'Ele sente ódio do Fla'

Ércio Quaresma diz, porém, que amor pela torcida continua



A edição desta sexta-feira do diário VENCER traz uma entrevista exclusiva com o advogado Ércio Quaresma, que defende Bruno e de mais cinco envolvidos no caso do sumiço de Eliza Samudio. Na reportagem, Quaresma disse que o goleiro já não sente o mesmo amor de antes pelo Flamengo.

Segundo ele, Bruno está magoado com a forma com que foi tratado pelo clube.

- Hoje em dia, o Bruno odeia a instituição Flamengo. Por tudo que fizeram com ele, Bruno se sente abandonado - contou ao jornal.

Apesar de magoado com o clube, o representante do jogador afirma que o goleiro ainda sustenta um amor incondicional pela Nação Rubro-Negra.

- Ele continua amando a torcida do Flamengo. Para ele, a torcida continua morando em seu coração e vai continuar assim para sempre - revelou.

Sem querer citar nomes, o advogado deixou claro que a bronca é com os dirigentes que estão no clube.

- Enquanto o Bruno foi útil ao Flamengo, eles o defenderam. Por que que no ano passado, depois da denúncia da Eliza, eles não abandonaram o goleiro? Eles precisavam dele para ganhar o hexa. E foi isso que aconteceu - disse.

Ao ser informado que na época da primeira denúncia o presidente era outro, Quaresma brincou:

- Mas ela (Patrícia Amorim) era dirigente também.

Sobre o futuro de Bruno, o advogado foi ousado e prometeu algo surpreendente:

- Ele estará na Copa de 2014. Pode ter certeza. Sei de alguns contatos que o garantem lá. No Brasil, ou não.

Por: lancepress

Sangrando, Ronaldo Angelim deixa o treino após cotovelada no rosto

Corte abaixo do olho direito faz zagueiro levar três pontos, mas vai enfrentar o Vasco. Welinton treina em seu lugar e Fabrício segue entre os reservas

Um acidente marcou o andamento do treino desta quinta-feira, na Gávea. No segundo tempo do trabalho tático comandado por Rogério Lourenço, Ronaldo Angelim levou uma cotovelada no rosto e deixou o campo sangrando. O zagueiro sofreu um corte abaixo do olho direito e teve de levar três pontos. Apesar do susto, ele não deve ser desfalque contra o Vasco, domingo, no Maracanã.


Angelim vinha fazendo dupla com Jean, quando numa disputa de bola acabou sendo atingido sem querer. O choque teria acontecido com o lateral-direito Everton Silva. O zagueiro deixou a atividade com uma toalha no rosto para estancar o sangue do corte. Prontamente, ele foi atendido pelo médico Walter Martins e seguiu para o vestiário chateado.

Neste momento, muita gente acreditou que Rogério Lourenço daria chance ao jovem Fabrício, que atua pelo lado esquerdo da zaga. Mas o treinador optou pela entrada de Welinton, que passou a fazer dupla com Jean. Fabrício continuou treinando entre os reservas.

David ainda não foi regularizado na CBF e, por enquanto, está fora do clássico entre Flamengo e Vasco, às 18h30min (horário de Brasília) de domingo, no Maracanã.

Por: globoesporte.com

Marquinhos tem seu contrato rescindido com o Fla

Vitória consegue nova liminar e, de acordo com a CBF, atacante é desvinculado do clube carioca. Por enquanto, ele não enfrenta o Vasco


As boas notícias andam escassas na Gávea ultimamente. Além da falta de regularização do zagueiro David, Rogério Lourenço também não terá um outro jogador para enfrentar o Vasco, domingo, no Maracanã. O Vitória conseguiu nova liminar, e Marquinhos teve seu contrato rescindido com o Flamengo. O nome do atacante, inclusive, apareceu do Boletim Informativo Diário (BID) da CBF sem vínculo com o clube carioca, por quem jogou apenas 45 minutos, no segundo tempo da derrota por 1 a 0 para o Inter, no Beira-Rio.

O gerente de futebol, Isaías Tinoco, confirmou que Marquinhos não tem mais condições de disputar o clássico, mas que o problema não é de responsabilidade do Flamengo. Nesta quinta-feira, o jogador participou normalmente do treino na Gávea.

- Hoje (quinta-feira) ele está fora contra o Vasco. Vamos aguardar para ver o que será feito. Quem está cuidando disso é o Desportivo Brasil (clube da Traffic) – explicou Isaías.

O presidente da Traffic, Fernando Gonçalves, também confirmou o problema, mas não soube dar maiores detalhes.

- Estou sabendo da situação, mas quem está cuidando disso é o Fred Pena (empresário ligado à empresa) – explicou Fernando.

O GLOBOESPORTE.COM tentou contato com Fred, mas seu celular estava desligado. A Traffic deve recorrer, mais uma vez, da decisão. Na última semana, o Vitória, que contesta o acordo de Marquinhos com o Flamengo, conseguiu liminar para que o jogador não enfrentasse o Internacional, no domingo. Mas uma nova ação postergou esta decisão. Nesta quinta-feira, porém, o clube baiano conseguiu nova vitória no Tribunal Regional do Trabalho e Marquinhos, por enquanto, está fora do clássico contra o Vasco.

O Vitória argumenta que Marquinhos foi emprestado ao Palmeiras em um acordo válido até 31 de julho deste ano. E que, diante do desinteresse do clube paulista em permanecer com o jogador, ele deveria retornar ao Vitória, com o qual tem contrato até 2011.

Por: globoesporte.com

Val Baiano foge do verso de funk em que é ‘melhor do que Adriano’

Substituto do Imperador, atacante será titular no clássico contra o Vasco, domingo, no Maracanã


Val Baiano ainda era do Barueri (atual Grêmio Prudente) quando o apresentador do Globo Esporte, Tiago Leifert, criou um funk em que um dos versos dizia: “Val Baiano é melhor do que Adriano”. Por coincidência, o atacante foi contratado pelo Flamengo justamente para substituir o Imperador.

À primeira vista, a torcida rubro-negra não concorda com Tiago e trata o novo centroavante com desconfiança. O próprio Val, aliás, não quer tal fama...

- Não concordo com essa parte do funk onde diz que Val Baiano é melhor que o Adriano. Ele é ídolo no Flamengo e um cara em que me espelho muito, principalmente dentro do campo. Só pelo nome criava dele espaços. Por onde estiver, vou torcer por ele – disse.

Val Baiano chegou ao Flamengo no fim de junho e estreou às pressas no intervalo da derrota por 1 a 0 para o Inter ,no último domingo. No planejamento inicial, ele só iria a campo na partida contra o Corinthians, dia 7. Neste domingo, Rogério Lourenço colocará o novo atacante desde o início no clássico contra o Vasco.

- Sei que ainda tem aquele ponto de interrogação. Mas não serão um, dois jogos que vão me tornar herói ou vilão. Tem que trabalhar tranquilo e estar sempre preparado porque as cobranças no Flamengo sempre são fortes – declarou.

Em sétimo lugar no Brasileiro e há dois jogos sem vencer, o Flamengo entra em campo como “azarão” no duelo de domingo, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã. Apesar de estar na parte inferior da tabela, o Vasco vem motivado pelas estreias de Felipe, Zé Roberto e Eder Luis.

Por: globoesporte.com

Fla x Vasco: 17.072 ingressos vendidos e maioria cruzmaltina

Estreia de reforços motiva torcedores vascaínos, que esgotam setor amarelo. Procura de rubro-negros é abaixo do esperado


Éder Luis, Zé Roberto, Felipe... O Vasco tem atrações de sobra para o clássico. O Flamengo, por sua vez, não tem nada novo para mostrar aos seus torcedores. O reflexo está na venda de ingressos. A segunda parcial teve 17.072 entradas comercializadas e a setorização permite dizer: a procura de cruzmaltinos é bem maior e por isso já não há mais bilhetes para o setor amarelo das arquibancadas.

Há uma preocupação na Gávea com o vexame no público.. As torcidas organizadas se mobilizam para que os jogadores convoquem os rubro-negros a acompanhar o clássico, domingo, às 18h30m (de Brasília), no Maracanã.

A comercialização dos ingressos continua nesta sexta-feira. Os postos de venda funcionam das 9h às 17h. No Maracanã, as torcidas comprarão ingressos em bilheterias diferenciadas: os rubro-negros, na oito, e os vascaínos, na cinco. No sábado não haverá venda no estádio por causa do jogo entre Fluminense e Atlético-PR.

Confira os preços dos ingressos por setor:

Arquibancadas verdes e amarelas: R$ 40 (meia R$ 20)
Arquibancadas brancas: R$ 40 (meia R$ 20)
Cadeiras especiais: R$ 150 (meia R$ 75)
Cadeiras comuns: R$ 30 (meia R$ 15)

Locais da venda antecipada:
Gávea
São Januário
Laranjeiras
São Cristóvão Futebol e Regatas
Tijuca Tênis Clube
Maracanã - bilheterias 5 e 8 (exceto no sábado, dia 31)
HSBC Arena - Av. Abelardo Bueno, 3401 (Barra da Tijuca)
Rua São João Nº. 34, Loja 114 (Niterói)

Pela internet:
Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br).

Por: globoesporte.com

Desprestigiado e ofendido pelo técnico, Fabrício quer sair do Fla

Jogador e Rogério Lourenço se desentenderam na partida contra o Inter. Zagueiro tem proposta do Palmeiras


A cena aconteceu no jogo do Flamengo contra o Inter, domingo, em Porto Alegre. Fabrício foi comentar uma situação de jogo com Rogério Lourenço. Cena normal na gestão de Andrade. Mas a reação do treinador foi agressiva, com xingamentos e mandando o zagueiro sentar-se no banco de reservas.

- Quando eu quiser ajuda, peço – disse Rogério, gritando.

Foi a gota d’água para a constatação: a Gávea não serve mais para o defensor. Aos 20 anos, Fabrício era tratado por joia das divisões de base pelo ex-vice de futebol Kleber Leite. Antes mesmo de estrear nos profissionais, passou por um período de empréstimo no Hoffenheim, da Alemanha.

Voltou e ficou na reserva dos experientes Fábio Luciano e Ronaldo Angelim, mas continuou a ser um jogador cobiçado pelo mercado. Desta forma, não demorou muito e o Rubro-Negro, apertado por credores, negociou os direitos econômicos dele com Traffic (50%) e BMG (50%).

Ele teve algumas chances em 2009 e no início de 2010. O suficiente para ganhar a empatia da torcida. Nesta semana, aliás, os rubro-negros lançaram um tímida campanha “Fica, Fabrício” no Twitter quando souberam que o destino o coloca na rota do Palmeiras.

Deve ser em vão. Após o treino de quinta-feira, na Gávea, o zagueiro parou pacientemente para atender os fãs mirins. Antes, quando questionado se era a hora de deixar o clube que o revelou, foi lacônico.

- Vamos ver, vamos ver – disse, antes de arremessar a garrafa de isotônico na lata de lixo e sair andando.

As palavras que faltaram a ele sobraram ao presidente da Traffic, Fernando Gonçalves. Ele foi claro ao dizer que Fabrício quer sair do Flamengo e que os investidores não gostam de vê-lo pouco aproveitado.

- O Fabrício está esperando o Flamengo se posicionar. Por contrato, nós até temos a prerrogativa de poder negociá-lo a qualquer momento. Mas queremos que o clube resolva a situação. Deixa o Zico digerir esse assunto. O problema é que o Fabrício não quer mais ficar e chegou ao seu limite. E nós também não queremos ver um ativo parado, sem oportunidades. A questão não é ele ir para o Palmeiras ou para a Europa. É ter uma posição mais concreta quanto a sua situação. Mas o mais importante é que essa questão seja resolvida pelo Flamengo e tudo fique bem para todo mundo – explicou.

No treino de quinta-feira, Rogério Lourenço deu mais uma demonstração que não conta com o atleta. Quando Ronaldo Angelim saiu por causa de um corte no rosto, o treinador preferiu improvisar Welinton no lado esquerdo da zaga do que colocar o canhoto Fabrício no time titular.

Por: globoesporte.com

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Ronaldo Angelim diz que seu pai, apesar de vascaíno, torcerá pelo Fla


Ronaldo Angelim defende o Flamengo, mas seu pai, Antônio Angelim, torce pelo Vasco, adversário deste domingo, às 18h30, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro, porém, avisou que seu pai vai desfraldar a bandeira rubro-negra única e exclusivamente por causa do filho.

“Gosto de brincar com o meu pai quando o Vasco perde, mas sei que “seu” Antônio não vai deixar de torcer pelo filho. Ele vai querer me ver vencedor na partida de domingo”, afirmou.

Especificamente sobre o clássico, Ronaldo Angelim não apontou o Vasco como favorito, mesmo todos dando uma ligeira vantagem para a equipe de São Januário. O zagueiro lembrou a partida contra o Botafogo.

“O time do Botafogo era badalado, assim como o do Vasco está sendo porque Felipe e outros jogadores poderão estrear. Não somos nós que estamos dizendo isso. A chance de vitória sempre foi de 50% para cada lado. Acho que teremos um bom jogo domingo”, encerrou.

Por: Marlos Bittencourt

Parceria entre CFZ e Flamengo vem dando frutos

Leandro Amaral é mais um jogador recuperado no CFZ que vai para o Fla


A aprovação de Zico para levar o atacante Leandro Amaral para o Flamengo é mais uma constatação de que a parceria do clube com o CFZ vem colhendo os frutos esperados pelos dirigentes. O atacante é o segundo jogador que chegará ao Rubro-Negro graças à parceria. Na preparação para a retomada no Brasileiro, em Itu (SP), o volante Antônio foi titular.

No início da parceria, foi emprestado para o CFZ e voltou ao Fla, após se destacar e encantar o diretor executivo de futebol, Zico.

– É uma parceria importante para os jogadores. Temos a oportunidade de mostrar o nosso futebol em campo para profissionais do Flamengo. No meu caso foi perfeito – ressaltou Antônio.

Além do atacante e do volante, mais seis jogadores sonham poder dar a volta por cima e serem incorporados ao elenco rubro-negro. O goleiro Marcelo; o zagueiro Lucas Galdino; os volantes Pecka e Thales; e os meias Jomar e William Amendoim estão emprestados ao CFZ até sábado, quando o clube fará a última partida pela Segunda Divisão do Carioca. Após o jogo, os seis serão avaliados e poderão ser incorporados ao elenco profissional do Flamengo.

Presidente do CFZ e filho de Zico, Bruno Coimbra comemorou o sucesso da parceria.

– A parceria vem dando bons frutos. Está da forma que esperávamos. Com meu pai no Flamengo, isso ajuda muito, mas antes mesmo dele, a parceria já estava funcionando bem – comemorou Bruno.

CFZ vem sendo a casa da base

Além dos frutos para o elenco profissional do Flamengo e a oportunidade para jovens jogadores, a parceria entre o Rubro-Negro e o CFZ vem ajudando muito na formação de atletas.

Enquanto as reformas no Ninho do Urubu não ficam prontas, as equipes mirim e pré-mirim do Flamengo utilizam as acomodações do CFZ para realizar os seus treinamentos. O juvenil e os juniores estão mandando os seus jogos no local e alguns jovens do clube de Zico estão treinando no júnior do Fla.

O CFZ deve disponibilizar também alguns jogadores para compor uma equipe sub-23 do Fla que participará de uma competição nacional organizada pela Traffic.

Por: Nathan de Lima

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Toró: "estou feliz de estar voltando depois deste tempo"

Toró deve reforçar a equipe flamenguista nas próximas partidas


Titular do Flamengo na primeira parte da temporada de 2010, o volante Toró se machucou justamente quando o Campeonato Brasileiro se aproximava do retorno após a Copa do Mundo. No último dia 2 de julho, o jogador fraturou a mão esquerda em um treinamento em Itu, onde a equipe realizava a sua intertemporada. Sem jogar desde então, o jogador já treinou na última terça-feira sem a imobilização que vinha utilizando no braço, e festejou a boa recuperação que vem tendo.

"Estou feliz de estar voltando depois deste tempo. Ainda estou com algumas limitações, mas agora é só me readaptar para voltar a jogar. Vou deixar as coisas acontecerem naturalmente, ainda não há uma previsão", disse, em declaração ao site oficial do Flamengo.

Sem poder ajudar os seus companheiros de clube em campo, a única coisa restará ao jogador no próximo domingo, no clássico contra o Vasco, será torcer pelo seu time.

"Vasco e Flamengo é sempre diferente. Estou na torcida, o time está em uma crescente, o Rogério está fazendo um bom trabalho e resta aos companheiros colocarem o bom trabalho dos treinamentos em campo no domingo", encerrou.

Por: Gazeta Esportiva

Maldonado ainda não sabe seu destino para o segundo semestre

Empresário do jogador diz que negociará permanência no Fla


Enquanto pensa em Gilberto Silva, um volante campeão brasileiro em 2009 vive momentos de angústia. Com contrato até 31 de agosto, Maldonado ainda não sabe qual será o seu destino, no restante da atual temporada.

Dono dos direitos do jogador até o fim deste ano, o empresário Juan Figger, que garante ter propostas do exterior, ainda não decidiu se negociará Maldonado. Segundo Figger, somente após definir se aceitará ou não uma das propostas que diz ter em mãos, é que negociará uma possível permanência de Maldonado na Gávea.

Para evitar carência também na cabeça de área, os dirigentes rubronegros já contrataram Correa e agora pensam em repatriar Gilberto Silva, atualmente no Panathinaikos (GRE).

Segundo fonte ligada ao clube, é bem provável que o desfecho ocorra ainda esta semana. Realista, esta mesma fonte acredita que seja pouco provável a permanência de Maldonado na Gávea.

O volante já disputou três partidas pelo Rubro-Negro no Campeonato Brasileiro. A última delas foi na derrota de 2 a 1 para o Goiás, dia 5 de junho, no Maracanã.

Maldonado foi figura de muita importância na conquista do hexa, no ano passado. Para muitos torcedores e dirigentes, ele foi fundamental para que o sistema defensivo do Flamengo se acertasse na reta final do Brasileiro de 2009.

Na terça-feira, Maldonado participou normalmente do jogo-treino entre o Flamengo e o Nilópolis. Experiente, passou todo o tempo orientando os mais jovens, como Camacho. Com duas propostas do exterior, Juan Figger ainda não decidiu se negociará renovação de Maldonado

Por: lancepress

Petkovic garante: 'Em clássico não existe favorito'

Sérvio acredita que a concentração durante o jogo contra o Vasco será o diferencial


Após um recomeço de Campeonato Brasileiro com vitórias, o Flamengo voltou a oscilar nas partidas contra Avaí e Internacional, nas quais empatou e perdeu, respectivamente. O clássico contra o Vasco, no próximo domingo, é visto como a grande oportunidade de o Flamengo retomar o bom ritmo imprimido nas duas rodadas iniciais do Brasileirão.

Acostumado à pressão dos grandes clássicos, Petkovic reconhece que uma vitória sobre o rival pode retomar a tranquilidade adquirida no reinício do Brasileiro. Para o sérvio, quem estiver mais concentrado durante o confronto leverá a melhor no "Clássico dos Milhões".

- Em clássico não existe favorito. Independente da qualidade dos times, é sempre disputado. Quem tiver mais superação pode levar. Vamos nos preparar bem e tentar fazer um bom jogo. O prestígio de ganhar um clássico é grande. Tivemos sete pontos em quatro jogos. Pouco mais de 50% de aproveitamento. Não é ruim, mas podemos melhorar - disse o gringo.

Experiente, Pet prefere não pensar no que ocorrerá caso o Rubro-Negro não conquiste um bom resultado contra o Vasco. Para o camisa 10, o time vem tendo bons desempenhos nos últimos jogos e o pensamento, no momento, tem de ser exclusivamente para a partida de domingo.

- Temos de pensar apenas no jogo, não no que vem após. Esse questionamento (com relação aos resultados) não nos interessa. Recomeçamos bem o Brasileirão, perdemos esse último jogo, mas foi um resultado apertado. Estamos no caminho certo - garantiu Petkovic.

Por: lancepress

Após bom coletivo, Leandro Amaral é contratado pelo Flamengo

Atacante ainda se recupera de lesão no joelho direito, mas será apresentado pelo clube rubro-negro na segunda-feira


O atacante Leandro Amaral garantiu sua contratação em um treino. O jogador participou de um coletivo sob os olhares de Zico no CFZ, nesta quarta-feira, agradou ao diretor-executivo do Flamengo e será apresentado pelo clube na segunda-feira.

- De maneira alguma haverá problema para acertar esse contrato. Faltam detalhes e na segunda-feira me apresento. Quero agradecer ao Zico pela oportunidade que ele me deu. Foi um mês de muito trabalho e suor - afirmou o jogador.

Zico ainda não divulgou maiores detalhes sobre o acerto, como a duração do contrato. Apesar de ser apresentado na segunda, Leandro Amaral ainda calcula que precisará de duas a três semanas para estrear. Na última segunda-feira, o jogador foi avaliado pelo médico José Luiz Runco e foi aprovado, apesar de algumas ressalvas.

Submetido a uma artroscopia no joelho direito em 2009, cuja previsão inicial dos médicos era de retorno em cerca de um mês, o atacante ficou em tratamento por seis meses (sendo dez dias de internação e seis semanas com um cateter para receber fortes antibióticos) por conta de uma infecção causada por um fungo (Candida Albicans).

Ficha técnica:
Nome completo: Leandro Câmara do Amaral
Nascimento: 06/08/1977 (32 anos), em São Paulo (SP)
Clubes: Portuguesa, Fiorentina-ITA, Grêmio, São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Ituano, Istres-FRA, Vasco e Fluminense.

Entre lágrimas, Leandro Amaral agradece a Fla e Zico: ‘É inesquecível’

Atacante lamenta descaso do Flu, mas prefere exaltar quem o apoiou: ‘Quando fiquei por baixo vi os meus amigos’



Atualmente, não é difícil fazer Leandro Amaral se emocionar. Basta o atacante refletir sobre o último ano e lembrar de quem, nos piores momentos, esteve ao lado dele que as lágrimas escorrem. Na manhã desta terça-feira, foi assim quando ele falou da esposa, dos filhos fisioterapeuta Marcelo Rato, do preparador físico Daniel Jouvin e... de Zico.

O porto seguro para secá-las é o ombro da filha Valentina, que o acompanhou no treino no CFZ. Ao celebrar o acerto verbal com o Flamengo (o contrato será assinado até sexta-feira), o atacante fez um agradecimento especial ao diretor-executivo e ídolo do clube que passará a defender.

- O que o Zico e o Flamengo fizeram por mim é inesquecível. Quando estava por cima todo mundo batia nas minhas costas, mas só quando fiquei por baixo vi meus amigos de verdade. Uma pessoa dessa (Zico) não tem o carinho todo à toa. Dou muito valor às atitudes, até por ser um cara muito família – disse.

Mais do que a recuperação de uma cirurgia no joelho direito, Leandro teve que lutar pela vida. No ano passado, ele foi submetido a uma artroscopia no joelho direito, cuja previsão inicial dos médicos era de retorno em cerca de um mês. Mas uma infecção causada por um fungo (Candida Albicans) complicou o tratamento, que durou seis meses (sendo dez dias de internação e seis semanas com um cateter para receber fortes antibióticos).

- Eu podia perder a vida se a bactéria se transformasse em infecção generalizada. Tomei remédios fortíssimos e emagreci muito. Quando eu levantava da cama e dava dois passos parecia que tinha disputado uma maratona – relembrou o atacante, que completa 33 anos em agosto.

Incentivo dos filhos
Quando teve o problema, Leandro Amaral tinha contrato com o Fluminense. Ele lamenta a postura do clube, mas não guarda mágoa.

- Só o médico Victor Favilla foi me visitar no hospital. Quando ele me viu, pediu para eu esquecer o futebol e pensar na vida. O doutor Celso (Barros, presidente do patrocinador do Flu) me ligou algumas vezes. O Fluminense poderia ter me tratado de outra forma, mas passou. O importante é olhar para frente – afirmou.

O horizonte dele tem uma cena prevista. Leandro quer entrar em campo com a camisa rubro-negra acompanhado dos filhos trigêmeos (Valentina, Filippo e Lorenzo), de cinco anos.

- Eles me motivaram nos piores momentos. Queriam voltar a me ver em campo. Às vezes, em uma hora qualquer, um deles chegava perto de mim e falava: “Papai, você vai ficar bom”... – disse, antes de esconder o rosto no ombro de Valentina e enxugar as lágrimas.

A previsão é de que Leandro volte aos campos daqui a três semanas. Preocupado com a pressão sobre o jogador, Zico avisou:

- Ele não pode ser tratado como solução. É um jogador que está parado há um ano e vai nos ajudar no que for possível.

Por: globoesporte.com

Fixação por Cristiano Ronaldo atrapalha ‘craque da internet’ no Fla

Grande promessa do clube, Maycon Santana sequer é relacionado para torneio sul-americano



Os trejeitos são inspirados em Cristiano Ronaldo. A forma de jogar futebol também. Só que a idolatria do “craque da internet” Maycon Santana ao astro português extrapola os limites e, segundo amigos, prejudica a carreira dele no Flamengo.

Aos 18 anos, a joia das divisões de base rubro-negra sequer foi relacionado pelo técnico Paulo Henrique para o Torneio Sul-Americano, que a equipe de juniores disputa em São Paulo nesta semana.

- Ele não veio por questões técnicas e disciplinares. Lógico que é um menino habilidoso, mas teve alguns problemas na concentração e precisa mostrar mais nos treinos – explicou Paulo Henrique.

Maycon mora na concentração do Flamengo, dentro do CT Ninho do Urubu. Segundo relato de quem o acompanha, o jovem tem obsessão por Cristiano Ronaldo. Roupas, cremes, shampoos... Tudo leva ao astro português e o faz “perder a personalidade”, como contam. Até os quase 20 kg que ganhou (saiu de 49kg para 68kg) têm como fundo a vontade de ter o corpo semelhante ao do ídolo.



O contrato com o Flamengo termina em agosto de 2011 e o novo diretor das divisões de base, Carlos Noval, pretende intensificar o acompanhamento do jovem.

- Ele é um garoto bom, que precisa de mais carinho. Não só ele, mas outros meninos copiam os estilos de jogadores. São exemplos que vêm de cima. Eles usam brinco porque veem os profissionais, mas isso às vezes não leva a nada – explicou.

A trajetória
Maycon chegou ao clube em 2007, após ser descoberto por causa de um vídeo postado na internet. Uma comitiva rubro-negra foi a Adustina, no interior da Bahia, e o trouxe para o Rio de Janeiro. Só que, se dentro de campo o menino sempre demonstrou talento, fora dele ocorreram problemas. Maycon abandonou a Gávea e voltou para o Nordeste em quatro ocasiões.

Por: globoesporte.com

Kleberson pede mais alto e acerto com Gilberto Silva é retardado

Volante do Panathinaikos nega que fechou com o Fla. Falta de acordo financeiro entre o jogador rubro-negro e o clube grego atrapalha operação


A falta de um acerto salarial entre Kleberson e o Panathinaikos é o único empecilho para que a contratação de Gilberto Silva seja anunciada oficialmente pelo Flamengo. Depois de dirigentes deixarem a Gávea confiantes de que a operação com o clube grego estava praticamente sacramentada, o jogador rubro-negro comunicou que ainda não tinha chegado a um acordo financeiro com os gregos. Por isso, o próprio Gilberto Silva admitiu em seu Twitter, na madrugada desta quarta-feira, que ainda não acertou com o Rubro-Negro.

O comunicado aconteceu pouco depois de meia-noite, algumas horas após o vice de finanças, Michel Levy, explicar ao GLOBOESPORTE.COM que o Flamengo ainda não iria oficializar o acerto da operação por conta do problema de última hora envolvendo Kleberson.

- Surgiu este detalhe do Kleberson, mas não acredito que isso atrapalhará. Vamos fazer tudo para que isso seja resolvido – disse Michel.

Mas, pela declaração de Gilberto Silva em seu twitter, o dirigente só deve contornar a situação nesta quarta-feira, até mesmo por conta da dificuldade com o fuso horário entre o Rio de Janeiro a Grécia (são cinco horas de diferença). O volante deve conceder entrevista coletiva, em Belo Horizonte, às 14h (horário de Brasília).

- Boa noite a todos. Não existe acerto com o Flamengo como foi noticiado, mas existe uma proposta. Maiores detalhes na coletiva de amanhã (quarta). Boa noite a todos – escreveu Gilberto Silva, que deixou tudo bem encaminhado com a diretoria rubro-negra.

A sua chegada faz parte de uma operação complexa envolvendo o Flamengo e o Panathinaikos. Kleberson participaria de uma troca simples. Mas como existe uma dívida rubro-negra de cerca de R$ 800 mil, os gregos passam a ficar com um percentual (entre 20% e 50%) dos direitos econômicos de Camacho e Jorbison. Além disso, eles cederiam 50% dos direitos do apoiador Cleyton, que fica um ano na Gávea.

No início da noite de terça-feira, Michel Levy deixou a reunião com Zico e o gerente de futebol, Isaías Tinoco, comemorando o fato de que o Flamengo iria ter êxito na negociação sem gastar nada.

Com a informação divulgada pela imprensa, muitos torcedores comemoram a chegada de Gilberto Silva. Até mesmo o capitão do Flamengo se manifestou sobre o assunto em seu twitter, dando boas vindas aos novos reforços e desejando sucesso a Kleberson, conhecido na Gávea como “Penta”.

- Feliz pelo G. Silva! Excelente pessoa e grande atleta! Vai nos ajudar muito! Desde já, te desejo boa sorte e conte comigo! Ao Cleyton, seja bem vindo ao "Mais Querido do Brasil". Sucesso e sorte para nós! Valeu! Não posso deixar de agradecer ao Kleberson pela pessoa, atleta, companheiro e pela ajuda que nos deu nesse tempo que ficou! Boa sorte, Penta – escreveu Léo Moura.

Por: globoesporte.com

terça-feira, 27 de julho de 2010

Fla monta operação e acerta a contratação de Gilberto Silva

Além de Kleberson, clube vai ceder percentual de Camacho e Jorbison ao Panathinaikos. Em troca, acerta com Cleyton e quita dívida por David


O Flamengo acertou a contratação de Gilberto Silva, pentacampeão mundial em 2002 pela Seleção Brasileira, que disputou também as Copas de 2006 e 2010. Nesta segunda-feira, os dirigentes rubro-negros finalizaram a operação que não envolve apenas a troca do volante por outro penta mundial, o meia Kleberson. O acordo com o Panathinaikos também prevê a aquisição do apoiador Cleyton, a quitação da dívida por David e a liberação de um percentual de Camacho e Jorbison.

Na verdade, o Flamengo montou uma complexa operação com o clube grego em que nenhuma quantia deve ser discutida. A primeira parte é a simples troca envolvendo Kleberson por Gilberto Silva. Este último deve assinar por dois anos com o Rubro-Negro. O volante de 33 anos já aceitou as bases salariais e deve conceder entrevista coletiva nesta quarta-feira, em Belo Horizonte, onde ainda passa férias com a família. Ainda não foi divulgado quando ele será apresentado na Gávea.

Além da contratação de Gilberto Silva, também existe outra operação em questão. Consiste justamente em uma troca mais complexa, que envolve quatro nomes: Cleyton, David, Camacho e Jorbison. Como o Flamengo ainda deve cerca de R$ 800 mil pela aquisição dos 60% dos direitos econômicos do zagueiro, esse assunto acabou sendo incluído no acordo. A dívida deve ser zerada com o repasse, por parte da diretoria rubro-negra, de um percentual entre 20% e 50% dos direitos de Camacho e Jorbison. Os dois, inicialmente, ainda continuariam na Gávea.

Por fim, esta última operação também inclui a contratação de Cleyton, de 27 anos. O apoiador jogou toda a sua carreira no futebol grego e, por isso, é pouco conhecido no Brasil. Fora dos planos do Panathinaikos, ele chega sem custos, com contrato de um ano e com o Flamengo adquirindo 50% dos seus direitos.

- O Flamengo não vai gastar um centavo – disse Michel Levy, vice de finanças, ao GLOBOESPORTE.COM.

A primeira conseqüência desse acordo entre Flamengo e Panathinaikos pode ser a regularização de David na CBF. A diretoria rubro-negra acredita que, com o desfecho positivo de toda a operação, o zagueiro já possa ser regularizado ainda esta semana e esteja disponível para o clássico contra o Vasco, domingo, no Maracanã.

Por: globoesporte.com

Riquelme cita Flamengo como possível destino

A novela Riquelme parece não ter fim. Especulado no Cruzeiro, o meia já não interessa mais ao clube. Cansados de espera pela solução do impasse entre o jogador e o Boca Juniors, os dirigentes da Raposa fecharam com outro argentino, Walter Montillo, destaque da Universidade de Chile na Libertadores.

Com os mineiros fora da parada, o Flamengo ganhou espaço na briga pelo craque. Neste domingo, em entrevista a um programa de televisão, Riquelme citou o time rubro-negro como um de seus possíveis destinos no segundo semestre.

“Vivo um momento incrível. A medida que os dias passam, existem times argentinos que me querem e isso é ótimo. No exterior, existe a possibilidade de atuar no Flamengo e no Atlas, do México”, afirmou.

Insatisfeito com a última oferta do Boca, Riquelme dá sinais de desgaste. O meio-campista entrou em rota de colisão com o técnico Claudio Borghi semanas atrás. Ele se irritou com as declarações de que a sua renovação estava encaminhada. Ex-jogador, Borghi teve uma rápida passagem pelo Flamengo nos anos 80.

Por: ESPN

Flamengo: compensação financeira não faz parte de troca

Empresário explica negociação Gilberto Silva-Kleberson


Uma troca entre Flamengo e Panathinaikos (GRE). De acordo com os envolvidos na negociação envolvendo os volantes Gilberto Silva e Kleberson, no momento, esta é a única forma na qual a transferência poderá ser concretizada. Inicialmente, o Flamengo não gostaria de ceder jogadores, mas com o caixa vazio e a necessidade de manter o equilíbrio nas finanças, o troca-troca se apresenta como uma possibilidade de ouro.

Denis Ricardo, representante de Gilberto Silva, confirmou que não faz parte dos clubes envolver qualquer tipo de quantia na negociação.

- Se a negociação for viabilizada, será pelo desejo principal de transferência dos dois atletas. A nossa ideia é facilitar a situação financeira para os dois lados. Sabemos que ninguém está nadando em dinheiro. Por isso, a troca seria interessante. Inicialmente, qualquer tipo de compensação não faz parte dos planos e não seria interessante para nenhum dos dois clubes. Esperamos levar isso até o fim - afirmou.

Por: Vinicius Castro

Juniores do Flamengo goleiam o Porto (POR), em Barueri

Rubro-Negro vence por 3 a 0, e está próximo da classificação na Supercopa

Jogando com autoridade, a equipe de juniores do Flamengo goleou o Porto (POR) por 3 a 0, nesta terça-feira, em Barueri, e praticamente garantiu a sua classificação à próxima fase da Supercopa Eurofarma de futebol sub-20. Eliabe marcou duas vezes. O outro gol foi assinalado pelo zagueiro Marlon.

Com 100% de aproveitamento na competição, o Rubro-Negro vai para a partida contra o Palmeiras, na próxima quinta-feira, podendo se classificar até mesmo com uma derrota.

O diretor executivo de futebol, Zico acompanhou o desempenho da garotada nos camarotes da Arena Barueri. Satisfeito com os jovens valores, o Galinho de Quintino retorna no final da tarde desta terça-feira ao Rio de Janeiro.

Por: lancepress

Fla acerta com Leandro Amaral

Runco dá aval, e Zico dá chance a atacante de 32 anos, que tenta voltar


Faltava a liberação do departamento médico, que deu sinal verde. Diante disso, Zico confirmou que o Flamengo dará uma oportunidade ao veterano atacante Leandro Amaral, de 32 anos. Com sérios problemas no setor desde as saídas de Adriano e Vagner Love, o Flamengo continua à busca de um homem-gol.

- Agora vamos acertar. Está tudo indo muito bem e ele ainda vai fazer dois coletivos esta semana no CFZ, mas o percentual de um acerto é alto. Já existia essa tendência e faltava o Runco nos dar essa segurança. É um acordo importante para a autoestima do jogador e estamos dando essa oportunidade. Ainda é cedo para falar de detalhes.

A tendência é que o contrato com Leandro Amaral seja de risco. Submetido a uma artroscopia no joelho direito em 2009, cuja previsão inicial dos médicos era de retorno em cerca de um mês, o atacante tenta voltar ao futebol. Mas por conta de uma infecção causada por um fungo (Candida Albicans), o tratamento durou seis meses (sendo dez dias de internação e seis semanas com um cateter para receber fortes antibióticos).

O caso do atacante sensibilizou Zico, que resolveu ajudá-lo. Por isso, o dirigente autorizou que uma equipe com profissionais rubro-negros passasse a acompanhar os treinos de Leandro Amaral no CFZ. Até o momento, as informações que chegaram ao diretor executivo foram boas.

Por: globoesporte.com

Para espantar as dúvidas, Marcelo Lomba treina ‘como nunca’ no Fla

Titular há quatro jogos, goleiro mira clássico contra o Vasco e faz autoavaliação: ‘Tenho ido bem’

Quatro jogos depois, Marcelo Lomba conheceu a gangorra em que se equilibra o goleiro titular do Flamengo. Elogios e críticas se misturam diariamente. Se no intervalo da partida contra o Avaí, a torcida dedicou o grito de “melhor goleiro do Brasil” a ele, após a derrota para o Inter há quem diga que o camisa 29 ficou nervoso. Ele nega e avisa que aproveitará a semana de treinos para aperfeiçoar fundamentos visando ao clássico de domingo contra o Vasco.

- Nervoso em momento algum eu estive. Entrei em jogo de Libertadores, clássicos... Hoje treinei como nunca e nesta semana vou me preparar bastante – disse Marcelo.

Até o momento, ele sofreu dois gols, ambos de fora da área (contra Avaí e Inter). No entendimento da comissão técnica, no entanto, não houve falha. Marcelo Lomba também fez uma autoavaliação.

- Fiz bons jogos. Sei que defender o Flamengo é muita responsabilidade. Tenho ido bem e passei confiança para torcida e para o treinador – declarou o jogador, de 23 anos.

Participar de um clássico contra o Vasco não é novidade para o goleiro. A estreia dele pelo time profissional em jogos oficiais foi no Estadual de 2008, justamente contra o time cruzmaltino. A partida terminou empatada por 2 a 2.

Por: globoesporte.com

Willians: ‘Estamos sentindo falta de um cara que faça gols’

Volante admite que falta poder de fogo ao Flamengo, não culpa jovens atacantes e torce pelo sucesso de Leandro Amaral


O baixo poder de fogo do ataque rubro-negro não está deixando apenas a torcida preocupada. Nesta terça-feira, Willians admitiu que o Flamengo precisa melhorar seu rendimento. Sem ter a intenção de desvalorizar os jovens atacantes do elenco, o volante falou que o time sente a falta de um goleador que, além dos gols, segure a bola na frente. Apesar de ainda não ter a certeza se Leandro Amaral possa ser esse nome, ele desejou sorte ao provável futuro companheiro.

O médico José Luiz Runco já aprovou a contratação dele. Com isso, a sua vinda só depende de um acerto entre Zico e o atacante, que ainda precisa aprimorar sua forma física por conta da lesão no joelho esquerdo sofrida em 2009. Por isso, Willians ainda tenha feito algumas ressalvas quando foi perguntado se Leandro Aamaral seria a solução para os problemas ofensivos rubro-negros.

- O importante é que ele vai nos ajudar numa posição carente. Mas temos de ver como ele está. Precisamos de um nome de peso para esta posição carente. Estamos sentindo falta de um cara matador, que faça gols. É preciso mais tranquilidade para que saiam os gols – disse o volante, para explicar os motivos de o Flamengo estar carente no setor.

- No ano passado nós criávamos bem mais do que esse ano. A tendência é melhorar. Estamos nos esforçando, mas não estamos conseguindo. Rogério ajudando a nos mostrar o que estamos errando. O Flamengo também sempre teve grandes nomes no ataque, grandes jogadores. A bola está voltando, não estamos conseguindo segurá-la (na frente). Tem que trabalhar mais a bola para chegar na frente e concluir – disse Willians

Atualmente, o Flamengo tem jogado com Diego Maurício e Vinícius Pacheco no ataque. Além deles, Rogério já passou a aproveitar, aos poucos, os novos reforços. Mas Borja, Val Baiano e Marquinhos ainda não tiveram tempo para mostrar se vão dar certo ou não. Independentemente disso, Willians procurou não culpar os atuais homens de frente.

- São jogadores talentosos e novos, que ainda estão pegando experiência. Vêm se saindo bem até, mas não estão sabendo criar, chegar na frente e fazer gols – disse o volante.

O Flamengo enfrenta o Vasco, domingo, no Maracanã.

Por: globoesporte.com

Marquinhos e Val Baiano passam em branco contra o Nilópolis

Com Kleberson e David em campo, reservas vencem jogo-treino por 5 a 1, na Gávea. Maldonado e Michael participam da atividade


Com um time de reservas, o Flamengo disputou um jogo-treino contra o Nilópolis, da Série C do Carioca, na tarde desta terça-feira, na Gávea. De olho no jogo contra o Vasco, domingo, no Maracanã, Rogério Lourenço escalou a dupla de ataque com Val Baiano e Marquinhos. Mas ela passou em branco na vitória por 5 a 1. Os gols foram marcados por Fernando (dois), Camacho, Michael e Cristian Borja. As outras novidades ficaram pelo aproveitamento de Kleberson e David.

O time começou jogando com Paulo Victor, Lenon, David, Welinton e Rodrigo Alvim; Fernando, Kleberson, Camacho e Michael; Val Baiano e Marquinhos. O primeiro tempo terminou 3 a 0.

No segundo, Rogério promoveu algumas mudanças. Maldonado, Léo Medeiros e Cristian Borja entraram, respectivamente, nos lugares de Camacho, Rodrigo Alvim e Val Baiano.

Apesar de ainda não estar regularizado, David participou de todo o jogo-treino. O Flamengo ainda não pagou a operação de aquisição dos seus direitos junto ao Panathinaikos e a tendência é que ele não tenha condições de enfrentar o Vasco. Caso diferente de Kleberson, que cumpriu suspensão contra o Internacional, e deve voltar ao time no clássico. Mesma situação de Welinton, que disputa uma vaga entre os titulares com Jean.

Recuperado de uma lesão na coxa esquerda, Michael demonstrou boa movimentação e tem chances de ser relacionado para o jogo. Já Maldonado, que vem fazendo um trabalho de recondicionamento físico, ainda não deve voltar este fim de semana, devendo ser relacionado apenas contra o Corinthians, em São Paulo, no próximo dia 8. Por enquanto, não há novidades com relação a renovação com o volante chileno, cujo contrato termina 31 de agosto.

Os jogadores que viajaram para Porto Alegre fizeram apenas um trabalho regenerativo. O time volta a treinar na Gávea, nesta quarta-feira, em período integral.

Por: globoesporte.com

FOTO: Léo Moura visita crianças em hospital do Rio

Capitão do Flamengo agradece oportunidade: 'É uma sensação ótima'



O capitão Léo Moura visitou o Instituto Pró-Criança Cardíaca, em Botafogo, na manha desta terça-feira. O lateral foi festejado pelos pacientes e agradeceu: "Isso aqui não tem preço. Poder dar essa alegria às crianças traz uma sensação ótima", disse. (Foto: Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Por: globoesporte.com

Troca de Gilberto Silva por Kleberson depende dos clubes, diz empresário

Zico havia afirmado no 'Bem, Amigos!' que negócio dependia dos atletas. Outros jogadores podem entrar na transação, já que Fla deve aos gregos

Em entrevista nessa segunda-feira à noite, no programa "Bem Amigos!", Zico deixou aberta a possibilidade de ser concluída a troca de Kleberson por Gilberto Silva. Afirmou que a transação dependia, basicamente, dos jogadores. O empresário do volante de 33 anos, Denis Ricardo, confirmou o interesse de Gilberto em retornar ao futebol brasileiro e atuar no clube rubro-negro. Mas disse que o negócio, para ser fechado, não depende unicamente do desejo do atleta, que pertence ao Panathinaikos, da Grécia.

- Existe o interesse do Gilberto Silva, que ficou superfeliz. Estava do lado dele quando falou com o Zico, por telefone. O Flamengo é um clube que anima todo mundo. Ele é brasileiro, está há alguns anos fora e gostaria de voltar. Mas não é uma situação simples. Não depende do jogador, mas de um acerto entre os clubes - afirmou Denis.

Kleberson é a principal moeda de troca dessa transação entre Flamengo e Panathinaikos. Mas o clube grego mostrou interesse por outros dois jogadores do elenco rubro-negro, jovens e formados nas divisões de base do clube. Como o Flamengo ainda deve ao clube grego R$ 700 mil por 60% dos direitos do zagueiro David, pode até incluir mais algum jogador na negociação.

Os dirigentes do Panathinaikos, que estavam na Áustria, onde o elenco faz pré-temporada, retornaram a Atenas nesta terça-feira. Na sexta, embarcam para o Canadá. Antes disso, deverão manter negociações com o Flamengo para concluir - ou não - a negociação.

Zico parecia confiante,. mas com os pés no chão, no "Bem, Amigos!", ao ser perguntado sobre o troca-troca.

- Um caso como esse depende muito dos atletas. Conversei hoje (segunda-feira) com o Gilberto Silva, mostrou interesse, tem mais um ano de contrato lá... Agora, tem que saber a opinião do Kleberson - afirmou o diretor executivo rubro-negro.

Para o Flamengo, a chegada de Gilberto Silva - que pelas características atua praticamente como um terceiro zagueiro - poderia resolver dois problemas do atual elenco. A falta de um primeiro volante tem sido lamentada na Gávea desde a saída de Aírton para o Benfica; e a contratação de um zagueiro de qualidade também sempre foi comentada. Por isso, a entrada do experiente volante no time é vista como uma maneira de suprir as duas necessidades. Fora que, no futuro, a tendência é que acabe sendo deslocado para a posição.

Por: globoesporte.com

Juniores do Flamengo vencem o Peñarol por 1 a 0

Nesta terça-feira, garotos da base encaram o Porto pela segunda rodada


Sob o olhar de Zico, diretor executivo do Flamengo, os juniores venceram o Peñarol em 1 a 0, na manhã desta segunda-feira, pela Supercopa Internacional Eurofarma, na Arena Barueri. Aos 44 da etapa final, o lateral-direiro Galhardo, já integrado ao elenco profissional, marcou o único gol da partida após ótima passe de Eliabe.

Frauchez salvou o time brasileiro nos acréscimos. O zagueiro tirou a bola em cima da linha. Os titulares começaram com Cesar, Galhardo, China, Marllon (Frauchez) e Jorbison; Maycon, João Vitor, Guilhermo (Eliabe) e Alex; Ricardinho (João) e Dudu.

Contente com o resultado, Galhardo agradeceu aos companheiros pela primeira vitória Supercopa Internacional Eurofarma, mas lembrou que ainda há muito campeonato pela frente.

- Com certeza vim aqui para somar. Graças a Deus conquistamos a vitória. Criamos muitas oportunidades no primeiro tempo, mas não saiu o gol. Queria agradecer aos meus companheiros e ao Zico - disse Galhardo logo após o encerramento da partida.

Nesta terça-feira, os jovens do Rubro-Negro terão o duelo contra o Porto, ao meio dia, para finalizar a participação na primeira fase do torneio. Por enquanto, o Rubro-Negro é o segundo colocado na competição. O Palmeiras com dois gols de saldo é o líder do Grupo A.

Por: lancepress

Val Baiano espera aproveitar o clássico para conquistar os torcedores do Fla

Val Baiano estreou pelo Flamengo fora de casa com derrota por 1 a 0 para o Internacional, mas quer aproveitar o clássico contra o Vasco, no próximo domingo, às 18h30, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, para mostrar serviço à torcida. O atacante diz que enfrentar o rival de São Januário será bem complicado.

“Sabemos que a partida contra o Vasco será difícil, mas precisamos melhorar para buscar a vitória. O Campeonato Brasileiro é assim mesmo, complicado. Sabíamos que poderíamos ter saído do Beira-Rio com um resultado melhor. Infelizmente não conseguimos”, afirmou.

Visivelmente sem ritmo de jogo, ele quer aproveitar a semana “cheia” para se aperfeiçoar e mostrar ao técnico Rogério Lourenço e à torcida que poderá ser titular do Flamengo. O atacante, que atuou poucas vezes neste ano, ainda quando defendia o Monterrey, do México, acredita que estará em forma rapidamente.

“Estou há muito tempo sem jogar, praticamente há mais de dois meses. Mas, com os jogos, vou ganhando ritmo de e confiança. Na parte física estou tranquilo. Agora tenho de trabalhar mais o lado técnico para adquirir mais confiança e poder marcar gols”, disse.

O atacante, que entrou em campo no segundo tempo contra o Internacional, se reapresentará na Gávea na tarde desta terça-feira depois da folga de segunda. O Flamengo é o sétimo colocada do Campeonato Brasileiro, com 15 pontos.

Por: uol esportes

Após avaliação, chegada de Leandro Amaral está nas mãos de Zico

José Luiz Runco examina o atacante e deve indicar, com ressalvas, a contratação ao diretor-executivo: ‘Ele ainda precisa de mais um tempinho’


A vontade de Zico de contar com Leandro Amaral deve ganhar um importante capítulo nos próximos dias. É que até quarta-feira, o médico do Flamengo José Luiz Runco deve se reunir com o diretor-executivo para passar as suas impressões do exame realizado com o atacante, na última segunda-feira. Sem dar muitos detalhes, Runco deu a entender que o jogador ainda apresenta algumas limitações física, mas que tem mostrado evolução.

Segundo o médico, Leandro Amaral ainda precisaria de mais tempo para ser liberado para jogar em alto nível novamente. Mas Runco, ainda que timidamente, mostrou-se mais otimista num aproveitamento do jogador pelo Flamengo. Ele deixou claro, porém, que a contratação será uma decisão apenas de Zico.

- Avaliei o Leandro hoje (segunda-feira) e agora tenho de conversar com o Zico para passar a minha ideia sobre ele. Aí ele toma decisão. Não quero falar muito, pois ainda nem conversamos sobre o assunto ainda. Mas achei ele bem, apesar de haver algumas coisas que ainda precisam ser vistas... Leandro já fez algumas operações e ainda precisaria de um trabalho individualizado... Mas é aquilo: tem de colocá-lo em atividade até por precisar de mais um tempinho para repetir aquela performance de antes – explicou Runco ao GLOBOESPORTE.COM.

Leandro Amaral foi submetido a uma artroscopia no joelho direito em 2009, cuja previsão inicial dos médicos era de retorno em cerca de um mês. Mas por conta de uma infecção causada por um fungo (Candida Albicans), o tratamento durou seis meses (sendo dez dias de internação e seis semanas com um cateter para receber fortes antibióticos).

O caso do atacante sensibilizou Zico a ajudá-lo. Por isso, o dirigente autorizou que uma equipe com profissionais rubro-negros passasse a acompanhar os treinos de Leandro Amaral no CFZ. Até o momento, as informações que chegaram ao diretor-executivo foram boas. Com o provável aval de Runco, a discussão do acordo oficial com o jogador de 32 anos deve começar a acontecer ainda esta semana. Já existe um acordo verbal entre o jogador e o Flamengo, que deve colocar algumas cláusulas por produção no contrato.

Como Zico deve permanecer em São Paulo nesta terça-feira, seu encontro com Runco só irá acontecer a partir de quarta-feira.

Por: globoesporte.com

Gilberto Silva pode ir para o Fla em troca por Kleberson

Sem poder financeiro, diretoria monta operação para contar com o experiente volante e estuda ceder jogadores ao Panathinaikos


O ataque é a prioridade. Mas o Flamengo não está fechando os olhos para as opções que o mercado apresenta. Ainda mais quando ela pode solucionar um problema defensivo. A diretoria tem conduzido uma negociação com o Panathinaikos (Grécia) em que o desfecho pode ser a chegada de Gilberto Silva à Gávea. Mas esse não é o único nome da operação. Os gregos só liberam o volante de 33 anos se receberem alguém. E Kleberson surge como a principal moeda de troca.

Ainda não existe uma definição quanto à ida do volante rubro-negro para o Panathinaikos. Mas há conversas do Flamengo com Gilberto Silva, que estuda uma proposta financeira para dar seu aval. Mas isso não deve ser problema, apesar de atualmente ser o principal ponto da negociação, pois o volante já teria manifestado a amigos sua vontade de voltar ao Brasil e vê como a realização de um sonho poder trabalhar com Zico.

O diretor-executivo rubro-negro afirmou nesta segunda-feira, durante o programa "Bem, Amigos!", do SporTV, que conversou com Gilberto Silva. Mas que a concretização da negociação depende fundamentalmente da vontade dos atletas.

Além do acordo salarial entre o jogador e o Flamengo, outra ponta da negociação que precisa ser costurada é a troca envolvendo Kleberson. O nome do volante é o que mais agrada ao Panathinaikos. A diretoria rubro-negra, pelo menos por enquanto, ainda reluta em liberá-lo. Mas, como não tem poder financeiro, está disposta a incluir jogadores mais jovens no acordo. Afinal, entende que a chegada de Gilberto Silva poderia resolver dois problemas do atual elenco: a falta de um primeiro volante tem sido lamentada na Gávea desde a saída de Aírton para o Benfica; e a contratação de um zagueiro de qualidade também sempre foi falada. Por isso, a entrada do experiente volante no time é vista como uma maneira de suprir estas duas necessidades pelas características que possui.

A operação entre Flamengo e Panathinaikos não tem, por enquanto, qualquer relação com a aquisição de David. A diretoria rubro-negra ainda não pagou aos gregos cerca de R$ 700 mil por 60% dos direitos econômicos do zagueiro.

Por: globoesporte.com

Cantarelli admite nervosismo de Marcelo Lomba contra o Inter

Preparador não exime o goleiro de responsabilidades nos gols que ele sofreu, mas mantém voto de confiança

Marcelo Lomba não voltou a repetir contra o Internacional, domingo, no Beira Rio, as atuações seguras apresentadas nos últimos jogos. Cantarelli tratou de sair em defesa do goleiro nesta segunda-feira. O preparador admitiu que o camisa 29 deu sinais de nervosismo em Porto Alegre, mas disse que confia no seu potencial e que o fato de ter sido revelado nas divisões de base rubro-negra faz com que ele saiba lidar com os momentos mais delicados.

Para Cantarelli, Lomba não falhou nos últimos gols sofridos pelo Flamengo. Mas para ele tanto a falta contra o Avaí cobrada por Gabriel, como o chute de Taison, contra o Internacional, poderiam ser defendidos. Por isso, irá dar uma atenção especial aos chutes de longa distância durante os treinos.

- Toda bola é defensável. O que está pegando é que foram dois gols de fora da área. Mas eu já vi em outros jogos, goleiros com mais bagagem tomando esses gols. É uma coisa que temos que exercitar, esses chutes de longe – disse Cantarelli, para minimizar o nervosismo demonstrado por Lomba contra o Internacional.

Depois de ter sofrido o gol de Taison, Marcelo Lomba se atrapalhou com uma bola recuada, furou o chute e quase permitiu que o Inter aumentasse o placar (veja o vídeo ao lado). Depois disso, ele não teve mais tranquilidade e passou a errar todas as reposições com o pé. Mesmo assim, o preparador de goleiros elogiou o jogador.

- Ele é um bom goleiro, é jovem. Acho que é o quinto jogo que ele faz na equipe principal e tem um grande futuro pela frente. Houve um pouquinho (de nervosismo) em relação ao volume de jogo, mas isso na hora que tiver mais experiência passa. Acho que ele deve ter sentido o gol logo no início do jogo, o que é normal. Ele é um goleiro tranquilo, feito em casa, isso o ajuda a suportar a pressão. Ele gosta dos exercícios, conversa sempre sobre os últimos jogos, o que mostra que quer aprender, o que é bom – explicou Cantarelli em entrevista à Rádio Brasil.

Após a folga desta segunda-feira, os jogadores rubro-negros se reapresentam na manhã de terça-feira, na Gávea. O Flamengo enfrenta o Vasco, domingo, no Maracanã.

Por: globoesporte.com

Acidente deve apressar rescisão de Denis Marques no Flamengo

Apesar de ter contrato até dezembro, atacante não aparece no clube desde junho. Amigo nega embriaguez e diz que jogador trafegava por 'rua apertada'

“Desaparecido” desde o dia 4 de junho, Denis Marques só voltou a dar notícias sobre o seu paradeiro na madrugada desta segunda-feira, quando se envolveu em um acidente de carro em Maceió. Só através da divulgação desta notícia que o Flamengo passou a saber onde estava o atacante, que tem contrato até dezembro. Adormecido desde a reapresentação do time durante a pausa do Brasileiro, o processo de rescisão com o jogador deve ser acelerado após a sua “aparição”.

Denis Marques não mantém contato com o Flamengo desde a véspera do jogo contra o Goiás, antes da competição ser paralisada para a Copa do Mundo. Na ocasião, ele alegou dores musculares na coxa esquerda para não participar do treino e, conseqüentemente, do jogo. Diante desta reação, o departamento médico rubro-negro traçou uma programação para o atacante, que deveria fazer um exame de imagem para constatar a gravidade da lesão e sessões de fisioterapia durante o período que o grupo estava liberado. O jogador, porém, não compareceu a todos estes compromissos. Denis Marques tem salário de aproximadamente R$ 130 mil mensais. O Flamengo chegou a comunicar que ele teria todos os dias descontados.

Foi aí que o Flamengo divulgou, dia 9 de junho, uma nota oficial comunicando que estava notificando Denis Marques com uma falta grave, abrindo discussão para a possibilidade de uma rescisão de contrato por justa causa. De nada adiantou e o atacante não só não entrou em contato com a diretoria, como também não se reapresentou junto com o grupo no dia 15 de junho. A partir daí, os dirigentes voltaram a tratar do assunto, admitindo que houve abandono de emprego por parte do jogador e que a rescisão unilateral era o caminho a ser seguido.

Mas como o Flamengo ainda deve cerca de US$ 150 mil ao Omiya Ardija, do Japão, ainda pelo empréstimo realizado em julho de 2009, o caso tomou outro rumo. Ao invés de uma briga na esfera judicial, os dirigentes rubro-negros buscaram um acordo com o clube japonês em que bastava pagar o valor para que o vínculo rubro-negro com Denis Marques fosse rompido. Com isso, o atacante poderia acertar um possível retorno ao Atlético-PR. Até agora, o Rubro-Negro ainda não quitou esta dívida.

Com a turbulência do caso envolvendo a prisão do goleiro Bruno, o Flamengo acabou deixando a situação envolvendo Denis Marques um pouco de lado. Com a sua aparição no acidente de carro em Alagoas, o clube agora deve agilizar todo este processo.

- Este assunto já vinha sendo tratado pelo Isaías (Tinoco, gerente de futebol) e pelo Michel (Asseff Filho, diretor jurídico). Já tínhamos notificado o clube japonês sobre tudo. Tem de ver como é que está o assunto, mas já foi resolvido – disse o diretor-executivo Zico, que já afirmou em outra oportunidade que o jogador não volta a atuar pelo Flamengo.

O GLOBOESPORTE.COM não conseguiu contato com Isaías. Já Michel disse que ainda precisava se informar melhor sobre o caso com o gerente de futebol, e que até a noite desta segunda-feira poderá dar uma melhor posição sobre o assunto. Representante do clube japonês no Brasil, o empresário Eduardo Uram explicou que o contrato do jogador só ainda não foi rescindido porque ele havia desaparecido.

- Existia um acordo entre o Flamengo e o Omiya Ardija por uma rescisão prematura do contrato, mas isso não foi adiante porque ninguém conseguiu localizar o jogador e seu representante, que se chama Paulo Sérgio – explicou Uram.

Amigo de Denis Marques, o advogado Francisco Lima explicou ao GLOBOESPORTE.COM que o processo de rescisão com o Flamengo está adiantado. Sobre o acidente, ele negou que o atacante tenha ingerido bebidas alcoólicas. Segundo o coronel Mario da Hora, comandante do policiamento da capital alagoana, o jogador teve sua carteira de habilitação apreendida e que os policiais que conduziram o caso fizeram um termo de constatação de embriaguez.

- Falei com Denis tem poucos minutos. A rua onde ele estava trafegando é apertada e o que aconteceu foi um problema normal, que aconteceria com qualquer outra pessoa. Ele não estava embriagado e não tem nada a esconder. Ele já está bem. Sobre a situação com o Flamengo, eu sei que ela seria resolvida em breve e que estava sendo feita uma rescisão amigável. Quem cuida disso é o Paulo Sérgio – disse Francisco Lima.

O representante do atacante, Paulo Sergio, não foi encontrado pelo GLOBOESPORTE.COM.

Por: globoesporte.com

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Após derrota para mistão do Inter, Rogério vê Fla no caminho certo

Treinador rubro-negro considera resultado injusto e avisa que não há motivo para desespero

Ataque inofensivo, defesa frágil e derrota por 1 a 0 para o time misto do Inter, no Beira-Rio. Jogo emblemático para mostrar a situação preocupante do atual campeão no Campeonato Brasileiro.

Mas para o técnico Rogério Lourenço não há motivo para desespero e tampouco para mudança nos rumos. Com apenas 12 gols marcados em 11 jogos, o time caiu para a sétima posição na tabela. Ele ressalta, no entanto, que nas quatro rodadas pós-Copa do Mundo o Flamengo somou sete pontos.

- Em quatro jogos, conseguimos duas vitórias, um empate e uma derrota em um jogo que sabíamos que seria complicado em Porto Alegre. O time está no caminho certo e provou isso hoje (contra o Inter). Só temos a evoluir no campeonato. Agora temos uma semana cheia para trabalhar, o que é importante, e vamos buscar acertar o que for preciso para vencer o Vasco no domingo – disse, referindo-se ao próximo jogo da equipe.

Ao analisar a partida, o treinador reconheceu que a atuação não foi das melhores, mas considerou a derrota injusta.

- Acredito que o resultado não foi justo e merecíamos uma maior sorte. Reconheço que o Flamengo não fez uma grande partida, mas, no meu modo de ver, tivemos boas situações no jogo e poderíamos ter saído com um resultado melhor. Mesmo assim, não há motivo para desespero – disse Rogério.

O Flamengo retorna ao Rio de Janeiro na noite deste domingo. Os jogadores estão de folga na segunda e se reapresentam na Gávea na terça-feira.

Por: globoesporte.com

domingo, 25 de julho de 2010

Léo Moura se vê na Seleção e quer encerrar carreira no Fla

Lateral, novo capitão do time, afirma que tem respeito pelos companheiros de equipe e irá "brigar" por eles


O ano de 2009 tinha tudo para ficar na história do Flamengo só pelas glórias em campo. O sexto título brasileiro, no entanto, acabou ofuscado em parte pelo mau comportamento de alguns jogadores fora do gramado. Tanto que o diretor executivo, Zico, chegou a dizer que o hexacampeonato havia sido maléfico para os jogadores.

Este ano, após a decepção na Libertadores, Adriano e Vagner Love, que se envolveram em polêmicas extracampo, deixaram o clube. Mais tarde, foi a vez do capitão Bruno, que foi preso como suspeito de envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio. O elenco parecia órfão, mas Leonardo Moura assumiu a braçadeira de capitão e a responsabilidade. É o velho Flamengo representando o novo Flamengo. Um capitão com a chancela de Zico.

O Dia - Como soube que fora escolhido para ser o capitão do time?
Léo Moura - Quem me avisou foi o Rogério (Lourenço, técnico do clube rubro-negro), mas é lógico que houve uma conversa com a comissão técnica, com Zico e com o resto da diretoria do Flamengo. Sempre admirei o Zico como jogador. É um ídolo para mim. Receber os conselhos dele é mais do que um sonho. Ser capitão de um time dirigido pelo Zico então... Vou guardar tudo para usar com meus companheiros. Eles têm respeito por mim e eu por eles. Vou brigar por eles. Todos me veem como um líder. O Zico me disse para eu ser a mesma pessoa humilde de antes. Como ele disse, conquistei isso com carinho, simplicidade e respeito.

O Dia - Qual foi o principal conselho que você recebeu de Zico?
Léo Moura - Por tudo que ele passou aqui, ele me mostrou tudo o que Flamengo representa. Muitas vezes o jogador passa por aqui e não tem essa noção, não sabe a história que tem o clube. Vou buscar esse ideal. Estou tranquilo. As pessoas do lado de fora têm respeito e carinho por mim, e é nesse caminho que eu tenho que seguir.

O Dia - Como você encara o peso da responsabilidade de assumir a faixa de capitão no lugar do Bruno, depois de tudo o que aconteceu?
Léo Moura - Sinceramente, eu encaro com muita tranquilidade e naturalidade. Estou no Flamengo há cinco anos. Todo mundo no clube me conhece, sabe o meu jeito de ser e de tratar as pessoas, com carinho. Eu criei isso aqui, sou essa pessoa. Conquistei isso com muito respeito, com o prestígio que tenho.

O Dia - Com 31 anos, você assume essa condição de capitão. Como avalia o atual momento da sua carreira?
Léo Moura - Estou mais maduro e experiente, afinal vou fazer 32 anos. Passei por muita coisa aqui no Flamengo. Sei como funciona o clube e sei que tudo aqui ganha uma dimensão muito maior. Essas coisas que aconteceram (crises policiais), por exemplo. E as conquistas também. Só quem está aqui há muito tempo sabe disso. Por isso, tenho que ser a mesma pessoa, independentemente do que aconteça. Sempre tranquilo.

O Dia - Mesmo que você queira ser a mesma pessoa, o fato de se tornar capitão não o obriga a mudar a sua postura?
Léo Moura - Mesmo não sendo capitão, sou um cara que sempre falo, cobro dos companheiros, sou chamado para participar de reuniões... As pessoas já me viam como um líder.

O Dia - Embora queira manter a simplicidade, você é um cara vaidoso até na questão visual. Ser capitão do Flamengo é bom para o ego?
Léo Moura - Com certeza é motivo de satisfação, uma vitória pessoal, ainda mais porque foi algo conquistado com o tempo, com trabalho, de forma natural. É bom para o ego de qualquer jogador. Ser capitão do time para o qual eu sempre torci casou bem. Não vou dizer que sempre sonhei com isso, mas foi uma coisa que aconteceu pelo respeito que tenho aqui e pelo meu currículo, por tudo que conquistei pelo clube.

O Dia - Você mesmo ressaltou que está prestes a completar 32 anos de idade. Já pensa na hora de tomar a decisão de abandonar os gramados?
Léo Moura - Ainda não penso. Só quero parar no dia em que perceber que não tenho mais condições de render o que posso, o que eu sempre rendi aqui. Quero poder dar o meu máximo, como sempre fiz na minha carreira e nestes anos no Flamengo.

O Dia - É cada vez menos comum jogadores ficarem tantos anos num clube como você, Juan e Ronaldo Angelim. Ainda há alguma possibilidade de você deixar o Flamengo algum dia?
Léo Moura - Se isso acontecer, é porque o Flamengo achou que deveria acontecer ou porque eu vi que seria uma coisa muito excepcional para mim e para o Flamengo. Não vou falar que isso nunca vai acontecer, mas o meu pensamento é encerrar a carreira aqui no clube. No Brasil, sinceramente, não me vejo defendendo outro time. Seria muito difícil. Estou bem adaptado aqui no clube e tenho uma ótima relação com a torcida. Além disso, tenho um contrato que me dá segurança. São vários fatores que me mantêm aqui.

O Dia - Mas as propostas continuam chegando?
Léo Moura - É claro que nós sempre recebemos algumas sondagens, consultas de outros clubes, mas isso é algo normal, não tem nada de oficial.

O Dia - Você tem algum sonho para realizar no futebol?
Léo Moura - O meu sonho é voltar a defender a camisa da Seleção Brasileira. E eu sei que tenho potencial para conquistar isso. Vou buscar esse sonho. Enquanto eu estiver preparado, em condições de brigar, vou atrás desse objetivo.

O Dia - E dentro do Flamengo, você ainda possui algum objetivo para correr atrás?
Léo Moura - O que falta para mim aqui no Flamengo é conquistar uma Copa Libertadores. Por duas vezes estivemos perto de chegar à fase final, mas as coisas acabaram não acontecendo da forma como nós havíamos planejado. Para mim, ganhar a Libertadores pelo Flamengo virou uma obsessão. Fiquei com aquele gosto de quero mais. Por isso que eu sempre converso com os meus companheiros que nós temos que trabalhar muito este ano para disputar a Libertadores de novo no ano que vem. É uma coisa que eu quero ganhar até o fim da minha carreira.

O Dia - Você acredita que este jogo contra o Internacional é o primeiro grande teste deste novo Flamengo?
Léo Moura - Independentemente do adversário, todos os jogos do Brasileiro são como finais de campeonato. O Atlético-GO estava em último lugar e venceu o Corinthians, que era o líder. Temos que entrar em campo determinados para vencermos sempre. Não tem nenhum bicho-papão.

Por: Vitor Machado