sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Fla planeja comprar parte dos direitos econômicos de Thiago Neves

Empresário do jogador conduz a negociação com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, e diz que fatia do Rubro-Negro giraria em torno de 10 a 20%

Flamengo e Thiago Neves já costuraram um acordo e acertaram as bases salarias. Tanto o empresário do meia, Léo Rabello, quanto o departamento de futebol rubro-negro demonstram otimismo sobre o desfecho do negócio. O atual clube do jogador, o Al-Hilal, da Arábia Saudita, concordou em emprestá-lo e abriu negociação com o Fla. O problema é que a proposta brasileira é inferior ao valor que os árabes pedem.

O Flamengo tenta tornar a pedida do Al-Hilal suportável. A oferta rubro-negra para ter o jogador possui variáveis, e o negócio pode vir a ser superior a um empréstimo por uma temporada. A aquisição de parte dos direitos econômicos do atleta é uma possibilidade.

- Pelo menos 10 a 20% dos direitos. Mas não tem nada mais que isso – informou Léo Rabello.

Thiago Neves tem mais três anos e meio de contrato. Como o vínculo do jogador é avaliado em R$ 22 milhões, um empréstimo é a saída mais plausível. O agente do jogador diz que a negociação não tem caráter de urgência, pois ele só poderá ser inscrito a partir de 15 de janeiro. O meia passa férias no Brasil com a família.

O grupo rubro-negro se apresenta na próxima segunda-feira, na Gávea, às 9h. À noite, a delegação viaja para Londrina, no Paraná, onde será realizada a pré-temporada.

Por: Richard Souza

Jornal português diz que Porto fará proposta por Drogbinha: € 13 milhões

'Correio da Manhã' informa que dirigentes dos Dragões vão procurar o Flamengo nos primeiros dias de janeiro



A imprensa portuguesa informa nesta sexta-feira que o Porto fará uma proposta ao Flamengo nos primeiros dias de janeiro para ter Diego Maurício. Segundo o jornal “Correio da Manhã”, o clube terá de desembolsar € 13 milhões (quase R$ 29 milhões) se quiser fechar negócio. A publicação diz que o atacante, de 19 anos, é o reforço mais desejado pelo técnico André Villas-Boas, que teria pedido um esforço extra à diretoria para contratar a revelação rubro-negra.

Os dirigentes dos Dragões têm pressa e temem que o jogador se valorize durante a disputa do Sul-Americano Sub-20. Diego embarca com a Seleção Brasileira para o Peru no próximo dia 13. A estreia será em Tacna, contra o Paraguai.

Ainda de acordo com o diário português, que se refere a Diego Maurício como Drogbinha, apelido do garoto por conta da semelhança com o atacante marfinense Didier Drogba, do Chelsea-ING, o diretor de futebol do Flamengo, Luiz Augusto Veloso, acredita que o valor da multa rescisória é um empecilho para os planos do Porto, onde jogam os atacantes brasileiros Walter, ex-Inter, e Hulk.

- Acabamos de renovar com o Diego justamente para ficarmos protegidos – disse o dirigente ao jornal.

Em outubro, o Flamengo prorrogou o vínculo com Diego Maurício até o fim de 2015 e reajustou o salário do atacante. O clube diz ser dono de 80% dos direitos econômicos do atleta. O restante é da empresa de marketing esportivo Traffic.

Diego Maurício foi lançado no time principal do Flamengo pelo técnico Rogério Lourenço, que o conhecia das categorias de base. O atacante fez a sua estreia no dia 23 de maio, quando o Rubro-Negro fez 3 a 1 sobre o Grêmio Prudente, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, sofreu o pênalti que originou o terceiro gol, feito por Vagner Love.

Sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, terminou a temporada como o atacante da equipe com mais gols no Nacional: cinco. Superou, por exemplo, Deivid (quatro) e Diogo (um), o badalado ataque D2.

Por: globoesporte.com

Colunista: Traffic entra na briga por Ronaldinho, que quer o Fla

Ronaldinho negocia sua liberação do Milan, com quem tem contrato até o meio de 2011



Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a Traffic, empresa de marketing esportivo, tenta viabilizar a contratação do meia-atacante Ronaldinho, do Milan. O projeto estaria orçado em R$ 30 milhões por três anos, e seria semelhante ao que levou o atacante Ronaldo ao Corinthians no final de 2008.

Ainda de acordo com o colunista, o destino preferido de Ronaldinho em uma eventual volta ao Brasil seria o Flamengo - e não o Grêmio, clube que revelou o jogador e teria as negociações mais adiantadas com o atleta. O ex-melhor do mundo sonharia em conhecer o Rio de Janeiro e morar na cidade.

Por: Redação Terra

Em alta em 2010, Ninho do Urubu seguirá como prioridade do Fla no próximo ano

Campanha do tijolinho, discurso estrutural, desejo de possibilitar melhores condições de trabalho para todas as categorias de futebol do clube. Desta forma, o assunto CT Ninho do Urubu foi tratado durante o ano de 2010 pela diretoria do Flamengo e continuará assim em 2011.

Na próxima segunda-feira, dia 3 de janeiro, o elenco profissional irá se reapresentar e não terá o centro de treinamento como base. Tudo porque algumas obras emergenciais estão sendo realizadas para receber os profissionais definitivamente após o retorno da delegação de Londrina, local escolhido para a pré-temporada do clube.

Entre as melhorias está a conclusão das instalações provisórias que serão utilizadas durante o decorrer das obras. Quando os jogadores retornarem já estarão à disposição a sala de imprensa, refeitório, auditório, sala da diretoria, sala da comissão técnica, departamento médico, além do alojamento para as categorias de base e profissionais.

O técnico Vanderlei Luxemburgo também seguirá supervisionando as obras como uma espécie de consultor para as melhorias do Ninho do Urubu. Outra aposta dos dirigentes continua sendo a “Campanha do Tijolinho”, cujo o primeiro lote já foi vendido, sendo um dos pilares das obras do local.

“Estamos realizando algumas obras estruturais necessárias. Para evitar maiores transtornos é melhor que os jogadores se apresentem na Gávea, até por ser um processo rápido. As obras estão concentradas nas questões de tubulação, colocação de postes e instalações elétricas. Salvo algum problema de última hora tudo estará pronto no retorno dos atletas”, afirmou Alexandre Wrobel, vice -presidente de patrimônio do clube.

As obras do Ninho do Urubu estão estimadas em R$ 25 milhões. A previsão é a de que pelo menos 80% do centro de treinamento esteja concluído até dezembro de 2012.

Por: Vinicius Castro

Rubro-negra e superprotetora, família de Felipe confia em sucesso no Fla

De Salvador, tio do goleiro lembra da emoção ao receber a notícia do acerto com o Rubro-Negro. Mãe do jogador o defende das polêmicas

A notícia do acerto com o Flamengo foi a melhor do ano para a família de Felipe. Os parentes pretendem comemorar por muito tempo o fato de o goleiro, que estava no Braga, de Portugal, voltar ao Brasil para defender o clube do coração de quase todos da “casa”. Apesar da relação com a Bahia, Felipe é carioca, nascido na Ilha do Governador. A mudança para Salvador se deu aos três anos, por conta do trabalho do pai militar. Mesmo de longe, ele não esqueceu o Rubro-Negro. Muito por culpa dos pais, Jorge Luiz e Rita, e do tio favorito do jogador, citado por Felipe em sua entrevista coletiva de apresentação.

- Meu tio Toninho até chorou quando soube que eu viria para cá – disse.

O tio “chorão” não tem a menor vergonha. Muito pelo contrário. Confessa que não segurou a emoção com tamanha alegria. Toninho, que também é militar, é irmão do pai de Felipe, vive no Rio, e está em Salvador para passar o Ano Novo.

- Ficamos emocionados. Estávamos vivendo aquela tensão de saber se ele voltaria ao Brasil ou não. Queria que ele voltasse até para o Bonsucesso (risos). Estava no barbeiro cortando o cabelo e conversamos pelo celular. Ele disse: “tio, resolve um problema para mim com urgência? Você está em casa?”. Disse para ele que estava na rua, que era para ele ligar para a minha casa. Voltei preocupado e ele ligou depois: “tio, tem de ser urgente, pelo amor de Deus”. Pensei que era algum problema. Foi quando ele disse: “preciso de um apartamento no Rio. O Flamengo me contratou”. Fiquei sem voz. Meu sobrinho, que me ama de paixão, vai jogar no meu clube. Fiquei louco, comecei a chorar. Ele falou que chorei por três minutos, mas foi mais – contou, aos risos, por telefone.

Toninho é um dos melhores amigos de Felipe. Os dois se falam quase que diariamente. Foi assim ao longo de todo o mês até o acerto com o Fla. Uma relação de cumplicidade e admiração.

- Como estou fora do Rio, mandei comprar todos os jornais, tenho todos os jornais da carreira dele. Pedi a um amigo que comprasse, acompanhei a apresentação pela internet. Temos uma ligação muito forte. Um dia, quando ainda era criança, ele estava na casa da minha mãe no Rio, e o Flamengo estava perdendo um jogo. Ele e meu filho Diogo ficaram chorando. Ele disse para o primo: “Diogo, ainda vou jogar no Flamengo”. Escutei aquilo e guardei. Quando ele foi contratado, consegui lembrar disso. Costumo dizer que a palavara tem muita força. Aquilo que queremos acaba se realizando. Hoje ele está aí – afirmou.

O principal reforço do Flamengo pertence a uma família grande. Aos 26 anos, Felipe é o mais velho dos quatro filhos biológicos de Dona Rita. Depois dele, vieram Natália, de 21, e as gêmeas Ana Beatriz e Ana Caroline, de 18. Há os irmãos do coração: Moisés, de 27, e Cristiane, de 31.

- Com as irmãs ele é muito ciumento. Se dá muito bem com a Crisitiane e com o Moisés. Foi a Cristiane quem o levou para o primeiro passo no futebol. Ele era pequeno, não podia levá-lo ao teste no Vitória e ela o levou. Fez o teste pela manhã, passou e à tarde estava treinando – conta a mãe, orgulhosa.

Apesar de não ter ido ao teste, Dona Rita sempre se fez presente na carreira de Felipe.

- Ele sempre gostou muito de esporte. Mas achávamos que escolheria a natação, pois sempre se saía bem nas gincanas. Começou a jogar futsal com oito anos. Foi direto para o gol porque era grande e desengonçado. Foi quando ele fez a primeira viagem para jogar um campeonato em São Paulo pelo Clube Recreativo Campomar. Depois que ele foi para o Vitória, passei a acompanhar as viagens. Ele ficava com ciúmes, porque eu cuidava de todos os outros garotos. Era a única mãe. Quando ele morou três anos no Vitória, uma vez por semana passava o dia inteiro com ele – lembrou.

O filho cresceu e tornou-se profissional em 2002. Passou por São Caetano, Portuguesa e Bragantino até chegar ao Corinthians. No Parque São Jorge, virou ídolo da torcida com a conquista dos títulos da Série B (2008), Campeonato Paulista (2009) e Copa do Brasil (2009). Dona Rita diz que ainda participa de tudo. Apesar de ser rubro-negra, torceu para que o filho continuasse na Europa.

- Mesmo com os empresários dele, ele sempre conversa comigo. Ele não faz nada sem consultar a gente, desde o início da carreira é assim. Gostaria que ele continuasse em Portugal. É diferente a menira de trabalhar, mais responsabilidade, aqui é muito largado. Lá é mais profissional, hora marcada para entrar, para sair. É bom para crescer – opinou.

Contra polêmicas, uma família superprotetora

Durante a pausa para a Copa do Mundo da África do Sul, Felipe pediu para ser colocado à venda pelo Corinthians, o que causou desconforto no clube e um desentendimento com o presidente Andrés Sanches. O atleta passou a treinar afastado do restante do time. Em agosto, teve seu contrato rescindido e se transferiu para o Braga, onde passou quatro meses. Foi apenas um dos episódios polêmicos em que o nome do jogador esteve envolvido. Tanto que um dos objetivos dele é melhorar a imagem.

Felipe assinou contrato com o Fla por um ano. No acordo, há uma cláusula que prevê rescisão em caso de problemas disciplinares. Uma exigência da presidente Patricia Amorim a partir do caso Bruno. Antes da contratação, a mandatária telefonou para o presidente do Corinthians para se informar sobre o atleta. Não ouviu boas referências do dirigente do Timão, já que ele e Felipe tiveram alguns desentendimentos. O técnico Vanderlei Luxemburgo bancou o acerto.

- Ele é não é santo, mas não é polêmico. Ele fala a verdade. Muita coisa que aconteceu no Corinthians ainda vai ser esclarecida. As pessoas não costumam se informar antes de falar. Acontece um exagero por ele ser uma pessoa pública. Espero que ele faça bons campeonatos, que tenha sucesso no Flamengo, que prove dentro de campo que ele não é nada daquilo – comentou Dona Rita.

O tio de Felipe revela que a família sofre quando vê o nome do jogador envolvido em polêmicas e também o defende.

- Você vê algumas coisas e fica chateado. Não estamos acostumados a ouvir o que as pessoas pensam. Ele é autêntico, verdadeiro. Quando disse que não era santo, as pessoas estavam achando que era mau elemento. É um cara família, participa da vida da família. A família participa da vida dele. Conversa, liga para o pai constantemente. Liga para mim. Ficamos chateados com quem rotula sem o conhecer – frisou Toninho.

Felipe vai passar o Ano Novo em São Paulo. Ele se apresenta ao Fla na próxima segunda-feira, quando o grupo rubro-negro viaja para Londrina, no Paraná, para a pré-temporada. A estreia do novo camisa 1 deve ocorrer no dia 19 de janeiro, contra o Volta Redonda, pelo Campeonato Carioca, no Engenhão. A festa está armada.

- Já está tudo pronto. Faixa, saco de confete. Vamos invadir aquilo lá, vai ser uma coisa linda. Vai ser uma emoção para nós e para todo mundo – destacou o tio.

Por: Richard Souza

Empresa de telefonia deve patrocinar Flamengo em 2011

Clube aguarda apenas decisão do Conselho Deliberativo para anunciar acerto com a TIM

O contrato entre Flamengo e Batavo se encerra nesta sexta-feira e a diretoria ainda não definiu qual será o patrocinador do clube em 2011.

Enquanto isso, o acordo com a empresa de telefonia TIM espera apenas a apreciação do Conselho Deliberativo para ser anunciado oficialmente. A votação acontecerá em reunião extraordinária no dia 11, no salão nobre da Gávea.

A TIM deve estampar sua marca dentro do número na parte de trás da camisa. O contrato deve ser de dois anos, com valores de R$ 2 milhões por cada temporada.

O departamento de marketing corre atrás de um patrocinador principal num patamar semelhante ao da parceria com a Batavo, que pagou cerca de R$ 25 milhões.

Por: Lancepress

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Para enxugar elenco, Fla faz pacote de jogadores para pequenos do Rio

Clube vai emprestar atletas a Duque de Caxias e Boavista e tenta manter o goleiro Vinícius no grupo

Na próxima segunda-feira, o grupo do Flamengo volta das férias para iniciar a pré-temporada. Por enquanto, quase todo o plantel está mantido. O lateral-esquerdo Juan, cujo contrato termina no último dia de 2010 e não será renovado, é a exceção.

Alguns rostos ainda pouco conhecidos não vão aparecer na Gávea. Para reduzir o elenco, o técnico Vanderlei Luxemburgo, em conjunto com o departamento de futebol, decidiu emprestar jogadores a clubes pequenos do Rio. Para o Duque de Caxias, irão os volantes Lenon e Antônio, o meia Lucão e o zagueiro Marlon.

O Boavista também terá reforços rubro-negros. O meia Erick Flores, que disputou a Série B deste ano pelo Náutico, e o goleiro Marcelo Carné vão defender a equipe de Saquarema.

- A cada temporada, vários jogadores produzidos pelo Flamengo não encontram espaço no elenco de futebol profissional. Estamos nos organizando de modo que a utilização de jogadores em outros clubes faça parte de um trabalho de observação. Não é uma coisa de diminiur custo. Queremos mantê-los em atividade, em nível de competição. Estamos montando uma estrutura de observadores que vão acompanhá-los nesses clubes. É preciso que o jogador tenha a certeza de que o fato de estar defendendo outro clube não significa que tenha saído dos planos. O Flamengo quer dar oportunidade, quer que eles se mantenham em atvidade, se exibindo. Diante do desempenho, podem ter a utlização futura no Flamengo – disse o diretor de futebol do clube, Luiz Augusto Veloso.

Outros dois jogadores serão emprestados, mas ainda não têm destino definido: os meias Vinícius Pacheco e Vitor Saba. Vinícius disputou parte da Série B deste ano pelo Figueirense. No início de 2010, se destacou pelo Flamengo e chegou a deixar Petkovic no banco de reservas. No entanto, o rendimento dele caiu, e a torcida passou a vaiá-lo seguidamente.

Além de Duque de Caxias e Boavista, o Fla tem conversado com dirigentes do Bangu, que também pode receber jogadores da Gávea, já que outros nomes podem ser emprestados pelo Rubro-Negro.

- A ideia é que todos os jogadores profissionais sob contrato estejam em atividade. Trabalhamos com 28, 30 jogadores. Você tem uma série de atletas que esgotam a idade dos juniores e é difícil uma afirmação imediata – comentou.

Clube tenta manter o goleiro Vinícius

Luiz Augusto Veloso confia na boa relação com a diretoria do Boavista para manter o goleiro Vinícius. O contrato dele com o Flamengo termina na virada do ano. A cessão de jogadores ao clube pode facilitar o negócio.

- Estamos negociando a permanência do Vinícius e está no processo de entendimento. Independe mais ou menos (da cessão de atletas). Pode envolver isso também. Envolve uma boa relação com o Boavista – disse Veloso.

Por: Richard Souza

Imprensa italiana afirma que Milan liberou Ronaldinho. Assis desconversa

‘É um negócio grande e existem algumas possibilidades’, diz empresário e irmão do craque brasileiro. Grêmio é o favorito para ter o jogador

De acordo com a imprensa italiana, Ronaldinho Gaúcho está liberado pela direção do Milan para negociar seu retorno ao futebol brasileiro. O vice-presidente do clube, Adriano Galliani, se reuniu nesta manhã com o irmão e empresário do craque, Roberto de Assis, e deu a notícia e deixado claro que exigirá uma compensação financeira. Especula-se que o valor seria de R$ 17,6 milhões, referente ao que o craque ainda tem a receber do clube italiano até o encerramento de seu contrato, em junho de 2011. O salário do meia-atacante gira em torno de R$ 1 milhão mensais.

Segundo o jornal “La Gazzetta Dello Sport”, o Grêmio seria o favorito para contar com Ronaldinho. Emerson, ex-jogador da Seleção Brasileira e do próprio Milan e atualmente exercendo um cargo na diretoria do Grêmio, estaria intermediando a transação.

Por telefone, Roberto de Assis apenas confirmou a reunião com Galliani no Rio de Janeiro.

- Não estou sabendo de nada (sobre a liberação). É um negócio grande e existem algumas possibilidades. O Ronaldo ainda tem contrato com o Milan - afirmou Assis, ressaltando que terá uma resposta até o dia 4 de janeiro.

Por outro lado, pessoas ligadas a Ronaldinho confidenciaram que o retorno do pentacampeão ao Brasil é certo. Assim como especula o jornal “La Gazzetta Dello Sport”, o Grêmio, clube que revelou o jogador, é o provável destino. Flamengo e Palmeiras correm por fora.

Por: Fabrício Costa

Em acordo com Thiago Neves, Fla tenta fechar negócio com o Al-Hilal

Segundo o empresário do meia, entre ele e o Rubro-Negro está tudo certo. Árabes aceitam emprestá-lo, mas cobram caro

O otimismo do departamento de futebol do Flamengo sobre a possibilidade de contratar Thiago Neves, ex-Fluminense, se justifica. Segundo o empresário do meia, Léo Rabello, o atual clube do jogador, o Al-Hilal, da Arábia Saudita, concordou em emprestá-lo e abriu a negociação com o Rubro-Negro.

- A principal questão foi superada, já que o clube aceitou negociar com o Flamengo. Não queriam emprestar de forma alguma, mas agora têm de discutir os valores, pois a proposta do Flamengo é inferior ao que o clube pede. O Flamengo se antecipou, enviou documento oficial para o clube, mas nada foi fechado ainda – disse.

Rabello diz que Flamengo e Thiago Neves já acertaram as bases salariais e acredita em um desfecho positivo por dois fatores. Primeiro: o jogador quer sair. Segundo: os dirigentes árabes não estão mais irredutíveis.

- Eles pagaram caro pelo jogador e estão pedindo bem alto. É algo fora dos padrões para empréstimo de jogador no Brasil. Até já diminuíram. No início, pediram alto para inviabilizar o negócio, pois não queriam liberar o Thiago. Acho que vai ser resolvido – comentou.

O Flamengo tenta tornar a pedida do Al-Hilal suportável. A proposta rubro-negra para ter o jogador possui variáveis, e o negócio pode vir a ser superior a um empréstimo por uma temporada.

Thiago Neves tem mais três anos e meio de contrato. Como o vínculo do jogador é avaliado em R$ 22 milhões, um empréstimo é a saída mais plausível para os clubes brasileiros sonharem com o atleta, que também estaria na mira de clubes como São Paulo, Fluminense e Corinthians.

Na noite desta quarta-feira, o Flamengo publicou em seu site uma nota oficial sobre o negócio.

"O Departamento de Futebol do Clube de Regatas do Flamengo anuncia que as negociações para trazer o jogador Thiago Neves estão evoluindo positivamente, conforme manifestação do empresário do jogador, Léo Rabello, em conversas com a diretoria de futebol."

Por: Richard Souza

Fla evolui para ter Thiago Neves e vira inimigo do empresário Eduardo Uram

O Flamengo está muito próximo de contratar Thiago Neves. Segundo nota oficial divulgada no site do clube, o meia, que já defendeu o Fluminense e agora está no Al-Hilal, da Arábia Saudita, a negociação com o atleta está evoluindo positivamente.

“O departamento de futebol do Clube de Regatas do Flamengo anuncia que as negociações para trazer o jogador Thiago Neves estão evoluindo positivamente, conforme manifestação do empresário do jogador, Léo Rabello, em conversas com a diretoria de futebol.”

A “novela Thiago Neves” se arrasta há cerca de duas semanas. Além do Flamengo, que agora virou o principal candidato, Fluminense, São Paulo e Internacional eram os outros clubes que gostariam de contar com o jogador.

“Estou negociando a liberação de Thiago Neves e a possibilidade de voltar ao Brasil é grande”, salientou Léo Rabello, na última segunda-feira.

Além de liderar a “corrida” por Thiago Neves, o Flamengo divulgou ainda que o empresário Eduardo Uram virou persona non grata em função de o clube ter perdido o zagueiro João Filipe, do Figueirense, para o Botafogo.

“O departamento de futebol do Clube de Regatas do Flamengo esclarece que tinha um acordo verbal com o Sr. José Carlos Brunoro, representante do Grupo Sendas, para aquisição de um percentual dos direitos econômicos sobre os direitos federativos do atleta João Filipe. Devido à informação de um acerto entre o atleta e outro clube, através de interferência direta de Eduardo Uram, o Flamengo entende que a postura adotada neste episódio torna o empresário persona non grata no clube.”

Por: UOL Esportes

Felipe: ‘No campo não tem moita, muro, não tem como se esconder’

Goleiro usa conselho de ex-técnico da base para demonstrar confiança em uma passagem de sucesso pelo Flamengo

Na volta ao Brasil depois de quatro meses no Braga, de Portugal, Felipe tem uma bagagem abarrotada de objetivos. Entre eles, o novo goleiro do Flamengo quer deixar de ser lembrado pelo perfil polêmico e voltar a ser destaque pelo bom futebol. Pretende chamar a atenção do técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, e, sobretudo, ajudar o Rubro-Negro a apagar a má impressão deixada pela péssima temporada sem títulos. Parece muito para quem firmou contrato de um ano.

- A princípio é um ano de contrato por empréstimo. Pertenço a um grupo de empresários (25% são do Bragantino), mas o Flamengo tem opção de compra dos direitos e renovação. Fazendo um ano bom, o clube gostando, podemos fazer um contrato mais longo. A ideia é essa. Quem sabe nem será preciso esperar o fim do ano – frisou o atleta, de 26 anos, durante a sua apresentação, na Gávea.

Um vínculo maior poderia dar a Felipe, por exemplo, a chance de defender o Flamengo no Maracanã, já que o palco está fechado para as obras da Copa do Mundo de 2014.

- Joguei contra o Flamengo em 2007 num Maracanã lotado. Você pensa em um dia jogar com a torcida a favor, jogar um clássico no estádio. Quem sabe não estarei na reabertura.

Até agora, o goleiro é o principal reforço do clube para a próxima temporada. Além dele, chegaram o argentino Darío Bottinelli e Vander, emprestado pelo Bahia. Ambos meio-campistas. O novo camisa 1 acredita em novos e bons tempos. E sem medo do desafio.

- Um professor da base me disse uma vez que no campo não tem muro, não tem moita, não tem como se esconder. O ano de 2010 infelizmente não foi bom para o Flamengo, mas a base do grupo é forte, jogadores estão chegando e outros podem chegar. Alguns jogadores foram contratados no meio do ano, isso dificulta muito. Com o trabalho do professor (Vanderlei Luxemburgo) desde a pré-temporada, o Flamengo vai ter um 2011 melhor. Que seja um ano de sucesso.

Felipe vê no Rubro-Negro a chance de recomeçar, de ser convocado para a Seleção Brasileira.

- Jogando numa equipe de ponta, jogando bem, ganhando títulos, as chances aumentam. Não que fique mais fácil, mas ajuda muito. Victor (Grêmio) e Jefferson (Botafogo) são grandes goleiros, jogam no Brasil e têm sido chamados.

De família rubro-negra, o goleiro conta que hoje tem o coração dividido.

- Sou carioca, nasci na Ilha do Governador e, quando criança, sempre fui Flamengo. Meus parentes moram em Jacarepaguá e todos torcem para o Flamengo. Meu tio Toninho até chorou quando soube que eu viria para cá. Fui para o Corinthians, vivi três anos maravilhosos lá. É normal ter carinho pelo clube. É meio a meio, mas agora sou flamenguista. Respeito pelo Corinthians vai haver sempre, mas sou profissional. Se ganhar um título contra o Corinthians, vou comemorar com certeza.

O goleiro vai passar o Ano Novo em São Paulo e se apresenta ao Flamengo no dia 3, no Ninho do Urubu. Na mesma data, o grupo vai viajar para a pré-temporada em Londrina, no Paraná.

Por: Richard Souza

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Fla aceita pagar salário e acredita em acerto com Thiago Neves

Ex-estrela do Fluminense, Thiago Neves pode acertar com o Flamengo

O Flamengo está disposto a investir alto para assegurar a contratação do meio-campista Thiago Neves. Os dirigentes rubro-negros estão conversando com o empresário Léo Rabello e prometeram assumir integralmente o salário mensal recebido pelo ex-jogador do Fluminense no Al-Hilal, calculado em R$ 700 mil.

Além disso, o clube da Gávea pagaria um valor ainda não determinado pelo empréstimo dos direitos federativos do jogador válido por um ano.

Outro argumento que vem sendo usado pelos rubro-negros para convencer Thiago Neves a se transferir para a Gávea é o fato de que, no Flamengo, ele terá chances reais de ser titular, enquanto que o Fluminense, também interessado no jogador, já conta com Conca e Deco como titulares absolutos.

A proposta rubro-negra já foi encaminhada pelo empresário ao Al-Hilal e o Flamengo espera uma resposta positiva.

Por: Gazeta Esportiva

Calejado, Felipe se apresenta ao Fla: ‘Nunca fui santo e nem vou ser’

Goleiro diz que bagagem acumulada na passagem pelo Corinthians vai ajudar no desafio de defender o Rubro-Negro

O corpo coberto por tatuagens religiosas exibe a força da fé de Felipe. Mas ele não faz questão de ser santo. Foi o que disse por duas vezes durante a entrevista coletiva de apresentação como jogador do Flamengo, na tarde desta quarta-feira. Aos 26 anos, o ex-corintiano, que estava no Braga, de Portugal, chega à Gávea para assumir a camisa 1, número que desde a prisão de Bruno não vinha sendo usado (Marcelo Lomba manteve o 29).

- A camisa 1 para goleiro é boa, não tem problema. Nos clubes em que joguei, sempre usei. Grandes goleiros do Flamengo usaram este número. Se o clube não tiver objeção, é o que pretendo usar – disse.


A sala de imprensa da sede do clube, que desde a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo, no início do outubro, permaneceu fechada, foi reaberta para a apresentação do principal reforço rubro-negro até o momento. Ao lado do diretor de futebol Luiz Augusto Veloso, Felipe vestiu a camisa dos atletas de linha (rubro-negra e sem número). Assegura que não teme a pressão.

- O Bruno era ídolo do Flamengo, conquistou títulos, era o capitão. A pressão sobre o Marcelo (Lomba) era normal. A pressão vai ser grande, mas estou preparado. Já cheguei a ser rebaixado com o Corinthians. Sei da pressão. Estou pronto para chegar, jogar bem. Para jogar em time grande, tem de chegar e mostrar o cartão de visitas para ter a confiança do torcedor – afirmou.

Felipe vai assinar contrato com o Fla por um ano. O clube tem a opção de compra dos direitos federativos do atleta tanto no meio quanto no fim de 2011 (ele pertence a um grupo de empresários e 25% são do Bragantino). No acordo, há uma cláusula que prevê rescisão em caso de problemas disciplinares. Uma exigência da presidente Patricia Amorim a partir do caso Bruno.

- Vocês vão conhecer quem eu sou. Problemas todos têm. Por ser pessoa pública, fica maior a repercussão. Nunca fui santo e nem vou ser. Espero ser feliz no Flamengo e no fim do ano espero perguntar a vocês o que acharam da minha passagem por aqui – afirmou.

Felipe quer recomeçar, apagar a saída conturbada do Corinthians na metade desta temporada e retomar planos. É uma aposta de Luxemburgo, que foi quem bancou a contratação. O técnico esteve no clube durante a apresentação do reforço.

- Quero ser lembrado jogando bem. Tive a oportunidade de conversar com ele (Luxa) há dez dias, hoje também conversamos bastante. Fico feliz por ele ter bancado a minha vinda, foi quem mais apoiou. Sabia que muitas coisas pesavam contra. Falei para ele que o meu esforço dentro de campo será o mesmo que ele fez – frisou.

Felipe despontou em 2007, quando chegou às semifinais do Paulistão e foi um dos destaques do Brangantino. Contratado pelo Corinthians no mesmo ano, sofreu com o rebaixamento do Timão para a Série B, mas saiu fortalecido. Na temporada seguinte, foi um dos destaques na campanha do vice-campeonato da Copa do Brasil e no título de Segundona. É nesta bagagem que ele aposta para servir o Flamengo.

- Tive momentos ruins e muito bons no Corinthians, vivi um rebaixamento para a Série B. A pressão vai ser grande, mas o segredo é o trabalho. Espero ter mais vitórias que derrotas – destacou.

Depois da entrevista, Felipe conversou com alguns torcedores que foram à Gávea, posou para fotos e distribuiu autógrafos. O jogador vai passar o Ano Novo em São Paulo. No dia 3, ele se apresenta com o grupo para o início do trabalho. No mesmo dia, a delegação viaja para Londrina, no Paraná, para a pré-temporada.

A apresentação de Vander, de 20 anos, também estava prevista para o fim da tarde desta quarta. Entretanto, o jogador tinha passagem marcada para Salvador no início da noite e não havia outra opção de voo. O meia, que foi emprestado pelo Bahia até o fim de 2011, será apresentado na próxima segunda-feira.

Por: Richard Souza

Fla adia a apresentação de Vander para a próxima segunda-feira

Meia terá de retornar a Salvador no início da noite desta quarta. Goleiro Felipe mantém programação e dará entrevista na Gávea

A apresentação de Vander, reforço do Flamengo para a próxima temporada, foi adiada. A diretoria rubro-negra havia marcado a entrevista coletiva dele e do goleiro Felipe para a tarde desta quarta-feira, às 17h. Entretanto, o meia está com passagem marcada para Salvador, às 18h25m. Segundo a assessoria de imprensa, por falta de voos para a capital baiana após este horário, ele será apresentado na próxima segunda-feira, dia 3, data do retorno do grupo das férias. No caso de Felipe, a programação está mantida.

Pela manhã, Vander e Felipe passaram por uma bateria de exames médicos. O primeiro deles foi um eletrocardiograma, realizado no próprio clube e supervisionado pelo Dr. Luiz Claudio Baldi, da Divisão Soma. Da Gávea, os jogadores seguiram para uma clínica particular, onde foram submetidos a um ecocardiograma, a um exame de esforço e, por último, a uma avaliação ortopédica.

Ambos assinarão contrato de um ano com o Fla. O meia será emprestado pelo Bahia. No caso do goleiro, o clube tem a opção de compra dos direitos federativos do atleta tanto no meio quanto no fim de 2011 (ele pertence a um grupo de empresários e 25% são do Bragantino).

Por: Richard Souza

Fornecedora de material esportivo pode ajudar o Fla a ter Ronaldinho

Diretor da Olympikus diz que seria fantástico contar com o craque no Rubro-Negro

O sonho de trazer Ronaldinho Gaúcho de volta ao Brasil tem preço e custa caro. Aos que se interessam pelo jogador, o Milan avisa que será preciso desembolsar R$ 17,6 milhões, valor referente ao que o craque ainda tem a receber do clube italiano até o encerramento de seu contrato, em junho de 2011. O salário do meia-atacante gira em torno de R$ 1 milhão mensais.

Três clubes brasileiros sonham com ele: Grêmio, que o revelou, Flamengo e Palmeiras. Para tentar fechar o possível negócio, o Rubro-Negro teria a empresa de marketing desportivo Traffic como parceira na captação dos recursos necessários (algo em torno de R$ 30 milhões por 30 meses de contrato).

A Olympikus, fornecedora de material esportivo do Fla, foi procurada pelo clube e acenou de forma positiva para uma ação nos moldes da realizada na época da contratação de Adriano. A maior fatia dos rendimentos do atacante era custeada pela empresa.

- Conversamos oficiosamente, a última vez por telefone. A Olympikus está dentro do projeto do marketing do Flamengo e acha fantástico ter o Ronaldinho Gaúcho. Investimos no Adriano e ajudamos no Deivid - disse o diretor da empresa Túlio Formicola.

Assim como Adriano, Ronaldinho tem contrato com outro fornecedor de material esportivo. Neste caso, a Olympikus só lucrou com a venda da camisa do Flamengo com o nome do Imperador às costas.

O vice de marketing do Fla, Henrique Brandão, é cauteloso ao tratar do tema.

- O departamento de marketing está aqui para ajudar o clube a ganhar receita. Estamos sempre elaborando projetos. No caso do Ronaldo, as cifras divulgadas pela imprensa são expressivas. Vamos aguardar. O Grêmio tem falado mais, enquanto o Flamengo está mais calado sobre a negociação. O Flamengo está tranquilo. Existe um desejo, mas entre ele e a concretização existe um passo grande. Por enquanto, é só desejo - afirmou.

A presidente do Rubro-Negro, Patricia Amorim, já disse que a contratação de Ronaldinho é uma “possibilidade”. O jogador esteve outras vezes na mira do Flamengo. No início deste ano, ele e seu irmão e empresário, Assis, tiveram encontros com Marcos Braz, então vice-presidente de futebol do clube. As tratativas não foram adiante. Em junho, nova tentativa frustrada. Aproveitando-se do fato de Ronaldinho já ter revelado o desejo de morar no Rio (onde mora seu filho), a diretoria partiu para nova iniciativa, porém novamente sem sucesso.

Por: Richard Souza

Torcida do Fla esgota primeiro lote da 'campanha do tijolinho'

Valor arrecadado pelo clube até o momento chega a R$ 1,25 milhão

O vice-presidente de marketing do Flamengo, Henrique Brandão, anunciou nesta quarta-feira que o primeiro lote do projeto “Rubro-negro para sempre”, também conhecido como "campanha do tijolinho", está esgotado. Cinco mil peças de R$ 250 cada foram vendidas, o que rendeu ao clube R$ 1,25 milhão.

Agora, automaticamente já começa a venda do segundo lote, e a expectativa é que até o carnaval essa nova remessa também acabe. O clube espera começar as obras de modernização do CT em janeiro.

Os tijolos levarão os nomes dos torcedores e ficarão expostos em um dos muros do local, que terá espaço para 15 mil unidades. A obra está orçada em R$ 25 milhões, mas não será custeada apenas com dinheiro arrecadado pela campanha. Os dirigentes buscam novas parcerias. A inauguração do CT está prevista para o fim de 2012.

A venda ocorre de três formas: na sede do clube, no site oficial www.flamengo.com.br ou pelo telefone (21) 2125 7001. O pagamento pode ser feito em até cinco vezes no cartão de crédito.

Busca por patrocinador master continua

O Flamengo segue à procura no mercado de um novo patrocinador master. O contrato com a Batavo termina no dia 31 de janeiro e não será renovado. Novas propostas já estão sendo analisadas pelo marketing rubro-negro.

- Acredito que até esta data já teremos algo definido - disse Henrique Brandão.

O contrato desse ano com a Batavo rendeu, junto com o acordo com o BMG (nas mangas da camisa), R$ 29 milhões. O dirigente acredita que em 2011 vai conseguir chegar a esse valor ou até superar - já houve a renovação com o banco.

Fora do Sudeste, Brasília se destaca nas vendas


Como era de se esperar, a capital do Rio de Janeiro é a que mais comprou tijolinhos até o momento. Com mais de 48% das vendas, a cidade é seguida por São Paulo, com 4,75%. Em terceiro colocado no ranking de municípios está Niterói (RJ), com 4,25%, seguida por Brasília (DF), com 2,95%, Manaus (AM), com 1,65%, Vitória (ES), com 1,44%, Taguatinga (DF), com 1,30%, Salvador (BA), com 1,13%, Vila Velha (ES), com 1,02%, Fortaleza (CE), com 0,97%, Belo Horizonte (MG), com 0,94%, Cuiabá (MT), com 0,87%, Juiz de Fora (MG), com 0,71%, Volta Redonda (RJ), com 0,61% e Natal, com 0,59%.

Entretanto, na contagem por estados, algumas posições se invertem. O Rio de Janeiro continua como líder, com 59,75%, mas é seguido pelo Distrito Federal, com 7,70%. No terceiro posto aparece São Paulo, com 6,85%, Minas Gerais, com 3,90%, e Espírito Santo, com 3,23%.

Por: Richard Souza

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Luxemburgo cancela viagem de Réveillon para tratar negociações do Flamengo

Luxa vem centralizando o trabalho de negociações do Flamengo para a próxima temporada do clube

A cúpula de futebol do Flamengo trabalha de forma emergencial o fechamento do elenco para a próxima temporada. A necessidade para a concretização de algumas negociações é tamanha, que fez o técnico Vanderlei Luxemburgo cancelar viagem para passar o Réveillon com a família em Punta del Leste, no Uruguai.

Com isso, reuniões vem sendo realizadas em sequência entre o treinador e os dirigentes. Após os acertos com o goleiro Felipe, e os meias Vander e Botinelli, a diretoria vive a expectativa de anunciar o zagueiro João Filipe, que disputou a Série B pelo Figueirense, mas pertence ao Sendas/Pão de Açúcar.

Além do zagueiro, o clube trabalha na contratação de um lateral-esquerdo e um atacante para fechar o elenco que irá disputar o Campeonato Estadual, Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Sul-Americana em 2011.

A negociação envolvendo Ronaldinho Gaúcho é tratada por outra esfera do clube. O departamento de marketing e a presidente Patricia Amorim centralizam a operação, cuja proposta já foi formalizada e os dirigentes aguardam apenas a resposta de Assis, irmão e empresário do craque.

“Estamos muito confiantes na formação de um grande time competitivo para 2011. O trabalho não parou nesses dias e vamos continuar nessa batida até concluirmos as operações que desejamos”, afirmou Luiz Augusto Veloso, diretor de futebol do Flamengo, sem citar nomes de possíveis reforços observados.

Por: Vinicius Castro

Juan assume desejo de jogar no Fla, mas acha difícil que seja agora

Zagueiro tem contrato com a Roma até 2013 e reconhece que tranferência seria complicada

Sonho de consumo da diretoria e da torcida do Flamengo para a próxima temporada, o zagueiro Juan não esconde o seu desejo de voltar a vestir a camisa rubro-negra, mas faz questão de ressaltar a improbabilidade de um acerto imediato. Com contrato assinado com a Roma até 2013, o jogador pretende cumpri-lo até o final e, por isso, prefere não gerar falsas expectativas de defender o clube da Gávea.

"Se tem algo que eu desejo na minha carreira é um dia voltar a vestir a camisa do Flamengo. Hoje, isso é difícil de acontecer. Tenho mais dois anos de contrato com a Roma e eles com certeza pediriam uma compensação financeira, mas independentemente disso, pretendo um dia voltar", disse o zagueiro.

Apaixonado pelo clube que o revelou para o futebol, Juan diz que já sentia falta do Flamengo desde quando se transferiu da Gávea para o Bayer leverkusen, da Alemanha, em 2002.

"Sempre senti saudade do Flamengo. No dia em que fui embora, eu já gostaria de voltar. O Flamengo sempre foi a minha casa e sempre foi meu time de coração. Mas não tenho muito como falar de futuro hoje", comentou.

Flamenguista assumido, o zagueiro sofreu muito ao acompanhar à distancia o fraco desempenho do time nesta última temporada. Para o jogador, a queda acentuada no rendimento rubro-negro dentro de campo foi causada por diversos motivos, mas principalmente pela saída de seus jogadores de referência. Entretanto, apesar da fase ruim em 2010, Juan projeta um 2011 vitorioso para o Fla sob o comando de Vanderlei Luxemburgo.

"Foi um ano difícil por tudo que aconteceu internamente, pela perda de grandes jogadores. O Flamengo sentiu muito a falta do Adriano e do Vagner Love no Brasileiro. Aconteceram também alguns problemas extra-campo. Mas hoje o Flamengo tem um grande treinador e tem tudo para no próximo ano fazer um trabalho com mais tranquilidade e buscar os títulos", concluiu.

Por: Tiago Costa

Rede Globo pode colocar Ronaldinho Gaúcho no Flamengo, diz radialista

Rede Globo pode "passar a perna" no Grêmio e ajudar o Flamengo a contratar Ronaldinho Gaúcho

O Flamengo está firme e forte na briga para ter Ronaldinho Gaúcho. Segundo o radialista Cláudio Perrout, da Rádio Globo-RJ, a Rede Globo seria a parceira do clube rubro-negro para que o jogador do Milan “desembarque” na Gávea em 2011.

“O Assis (irmão e empresário do atleta) está de posse dessa proposta, mas tudo depende do Milan. O Flamengo está conseguindo parceiros de peso, como a Rede Globo. Isso representaria um grande trunfo na hora de colocar a programação no ar, como foi feito com o Corinthians e Ronaldo. Seria jogo para todo o Brasil e com uma audiência enorme. O Flamengo não tem dinheiro, vai precisar de parceiro”, disse Cláudio Perrout, em entrevista à Rádio Bandeirantes-RS.

Certo mesmo é que o futuro de Ronaldinho segue indefinido. O Grêmio, entretanto, dá a negociação com o jogador praticamente finalizada (contrato de quatro anos). O treinador Renato Gaúcho, durante o Jogo das Estrelas no domingo, no Engenhão, endossou as palavras da diretoria.

“Se ele vier, e as coisas estão bastante adiantadas, pode ter certeza que vai nos ajudar bastante. As chances são de 90% ou mais. É um grande jogador e um amigo meu. Na minha opinião, poderia ter disputado a última Copa do Mundo”, salientou.

Além de Grêmio e Flamengo, o Palmeiras corre por fora para ter Ronaldinho Gaúcho.

Nesta segunda-feira, Assis ficou de se reunir com o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, no Rio Janeiro, para definir o futuro do atacante. Apesar do encontro, o representante do atleta negou ao UOL Esporte qualquer pressão ou prazo para fechar a negociação com o clube italiano.

“Não há pressa, estamos tranquilos. Não trabalhamos com prazo nenhum”, limitou-se Assis.

Por: UOL Esportes

Fla espera por Felipe e Vander para exames médicos

Clube tenta encontrar passagens aéreas para fazer a dupla chegar ao Rio

O goleiro Felipe, que estava no Braga, de Portugal, e o meia Vander, do Bahia, são esperados pelo Flamengo no Rio para a realização de exames médicos. O clube, no entanto, está com dificuldades para encontrar passagens aéreas para a dupla. Vander está em Salvador, enquanto Felipe continua em Portugal.

O goleiro, de 26 anos, vai assinar por um ano. O clube tem a opção de compra dos direitos federativos do ex-corintiano tanto no meio quanto no fim de 2011 (ele pertence a um grupo de empresários e 25% são do Bragantino). Ele deve chegar ao Rio nesta quarta e vai passar o Ano Novo em Salvador com a família. Felipe se apresenta ao Flamengo no dia 3 de janeiro, data da volta dos jogadores ao trabalho.

Vander, de apenas 20 anos, chegou a atuar como profissional do Bahia durante esta temporada na campanha do acesso tricolor à Série A. Ele será emprestado ao Rubro-Negro até dezembro de 2011. O acerto já foi confirmado pela diretoria do Fla.

Por: Richard Souza

Reunião em janeiro decidirá parceria do Fla com empresa de telefonia

Patrocínio reforçará o orçamento do clube para a próxima temporada

A diretoria do Flamengo, em nota oficial divulgada nesta segunda-feira, anunciou para o próximo dia 11 uma reunião extraordinária para os membros do Conselho Deliberativo. Entre os assuntos a serem apreciados está uma parceria que inclui patrocínio da empresa de telefonia TIM para o ano que se proxima.

Além deste ítem em pauta, os conselheiros rubro-negros decidirão questões de ordem administrativa e contratual. O encontro entra os membros ocorrerá no Salão Nobre da sede do clube, às 19 horas.

Confira na íntegra a convocação feira pelo presidente do Conselho Deliberativo, Sylvio Capanema de Souza:

Ficam convocados os senhores membros do Conselho Deliberativo do Clube de Regatas do Flamengo, para reunião extraordinária a realizar-se no próximo dia 11 DE JANEIRO DE 2011, TERÇA-FEIRA, no Salão Nobre, 2º andar, Sede do Clube, na Av. Borges de Medeiros, 997, Lagoa, às 19h em primeira convocação e às 19h30min em segunda e última convocação, para a seguinte ordem do dia:

- Leitura e aprovação da ata da reunião anterior.
- Apreciar e votar a Minuta do Contrato de Patrocínio e Outras Avenças entre a TIM Celular S.A e o CLUBE DE REGATAS DO FLAMENGO.
- Apreciar e votar o parecer da Comissão Especial referente a minuta da Re-Ratificação do contrato com a FLA-TV.
- Apreciar e votar o relatório da Comissão de Inquérito, bem como o voto em separado de um membro, da representação referente à conta contábil 2112.02 – IRRF e Contribuições Previdenciárias a Recolher (impugnação ao Balanço de 2008).
- Desagravo aos membros da Comissão Permanente de Assuntos Jurídicos.
A documentação estará à disposição para consulta dos senhores conselheiros na Secretaria dos Conselhos, das 10h às 19h.
O livro de presença estará à disposição a partir das 18h.

Por: globoesporte.com

Jornal português divulga interesse do Porto por Diego Maurício

Segundo o 'Jornal de Notícias', atacante do Flamengo seria contratado para ser sombra de Falcao García e Walter, ex-Inter

As boas atuações de Diego Maurício no ataque do Flamengo durante o Campeonato Brasileiro não só renderam a ele a convocação para a Seleção Brasileira Sub-20, como também o interesse de um importante clube estrangeiro. De acordo com o "Jornal de Notícias", de Portugal, o Porto tentará a contratação do atacante rubro-negro para fazer sombra ao colombiano Falcao García e o brasileiro Walter, ex-Internacional.

O jornal destaca os cinco gols que Diego Maurício marcou no último Brasileiro e ainda ouviu o ex-meia Valdo, que atuou no Grêmio, Cruzeiro, Santos, Atlético-MG, Botafogo, Benfica, Paris Saint Germain e Seleção Brasileira, sobre o jogador rubro-negro. Valdo destacou a capacidade física do Drogbinha e disse que ele tem um grande futuro.

Por: globoesporte.com

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Empresário de Thiago Neves descarta 'conversa fiada de amor ao clube'

Léo Rabello garante que meia dará preferência a quem possa pagar seu salário na hora de definir qual será seu destino na temporada 2011

O torcedor do Fluminense que tinha esperança de que Thiago Neves pudesse ter preferência pelo clube em seu possível retorno ao Brasil apenas pela identificação que tem com o Rio de Janeiro e com o Tricolor pode ficar decepcionado com a declaração do empresário do jogador, Léo Rabello. Segundo sua entrevista à Rádio Joven Pan, o “amor à camisa” não contará como ponto decisivo na negociação com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, com quem tem contrato.

- Jogador de futebol dá preferência a condições de trabalho, não ao Rio de Janeiro ou algo assim. Como tem salário alto, dá preferência a quem possa pagar o salário dele. Essa conversa fiada de amor ao clube não existe – afirmou o empresário, lembrando que a principal motivação do meia para voltar ao Brasil é ter uma nova chance na Seleção.

Rabello não quis citar quais clubes estariam interessados em Thiago Neves, mas confirmou que o contrato firmado seria de um ano. Ainda segundo ele, as cláusulas do acordo terão de citar o pagamento total do salário do meia pelo novo clube.

- O clube (antigo) só paga salário quando o jogador está mal. Quando está bem, imagina se vai se livrar do melhor jogador e ainda vai pagar. Papai Noel não existe. Quem quiser, vai ter que pagar 100% do salário dele. É raríssimo, mas tem jogador no Brasil ganhando até mais que ele. E, no futebol, tudo é possível – garantiu.

O empresário confirmou ainda que não há interesse do Al-Hilal de fazer trocas de jogadores para liberar Thiago Neves. Apesar das dificuldades da negociação, Rabello acredita que o jogador poderá se apresentar para a temporada 2011 em um clube brasileiro.

- É difícil, mas bem possível que ele volte. Falta equacionar a proposta financeira com o Al-Hilal, já que o investimento foi muito grande. A exigência dos árabes é a grana. Não há interesse em fazer trocas. Já tenho um número que eles querem e tenho que garantir que eles vão receber – afirmou.

Por: globoesporte.com

Dirigente do Bahia confirma acerto de Flamengo com Vander

Paulo Angioni diz que ainda faltam exames, mas Bahia espera valorização de jogador

O diretor de futebol do Bahia, Paulo Angioni, confirmou na manhã desta segunda-feira que o Flamengo fechou com o meia Vander, revelação de apenas 20 anos. Restam apenas os exames médicos para que ele possa assinar o contrato de empréstimo pelo período de um ano.

"Até no máximo quarta-feira deve estar definido. Faltam apenas detalhes menores e exames do jogador. Não posso falar que está fechado, mas por conta dos exames. Mas ele é um rapaz saudável e tem tudo para brilhar com a camisa do Flamengo", explicou o dirigente.

Vander se destacou pelo Bahia disputando a Série B do Campeonato Brasileiro e despertou interesse nos dirigentes rubro-negros.

O clube baiano vê com bons olhos o empréstimo da jovem promessa pois é uma boa oportunidade para ele amadurecer com o técnico Vanderlei Luxemburgo e se valorizar no cenário nacional.

Por: Lancepress

Flamengo deve ser o destino do zagueiro João Filipe

Jogador que levou o Figueirense à Série A é pretendido pelo técnico Vanderlei Luxemburgo

O zagueiro João Filipe não vai continuar no Figueirense em 2011. Seu destino deve ser o Flamengo, que negocia a contratação do defensor junto ao empresário Eduardo Uram, da Brazil Soccer, que detém os direitos do atleta. FutebolSC.com

A contratação de João Filipe é um pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo, que quer rejuvenescer o elenco do Flamengo na próxima temporada. O Botafogo também tem interesse no zagueiro, mas a prioridade, segundo Eduardo Uram, é o Flamengo.

João Filipe Rabelo da Costa e Silva tem 22 anos, é natural do Rio de Janeiro e veio ao Figueirense no início de 2009 após se destacar no Mesquita-RJ. O zagueiro de 1,90m se caracteriza por sua velocidade e arrancadas ao ataque.

Em 2010, ele fez 45 partidas pelo Figueirense e marcou quatro gols. Começou a Série B como titular, mas na reta final perdeu a vaga para João Paulo Goiano.

Por: Redação FutebolSC.com

Novela Thiago Neves deve ter um desfecho nesta semana

Empresário do jogador está otimista, diz que situação será definida antes do final do ano e acredita na liberação do Al-Hilal

Uma das novelas mais arrastadas da atual janela de negociações do futebol brasileiro deve ter um desfecho nesta semana. De acordo com o empresário Léo Rabello, a situação do meia Thiago Neves será resolvida antes do final do ano.

Fluminense, Flamengo, Internacional e São Paulo seriam os principais interessados. O atual campeão brasileiro, inclusive, teria prioridade na contratação do meia, que já teve duas passagens bem sucedidas pelo clube. No entanto, o Tricolor carioca já conta com Conca e Deco para o setor, além de Souza, que está muito próximo de ser anunciado.

Enquanto o jogador passa férias no Brasil e deve participar do Jogo das Estrelas neste domingo, Léo Rabello negocia com clubes brasileiros. Para o empresário, a partir do momento em que for definido o acerto com uma equipe do país, a negociação com Al-Hilal ficará mais fácil.

- Tudo vai se resolver nesta semana, antes do final do ano. Vamos ver o que a gente consegue por aqui. Depois, é só um detalhe.

Apesar do otimismo em relação à liberação dos árabes e a um desfecho positivo para Thiago Neves, que pretende retornar ao futebol brasileiro na próxima temporada, Léo Rabello acredita que os dirigentes do Al-Hilal vão querer algum tipo de compensação financeira para liberar o apoiador por empréstimo.

- Ele foi o melhor jogador do campeonato e marcou gols nos últimos jogos. É claro que eles não ceder facilmente. Mas acredito que a vontade dele, que é voltar ao Brasil, vai prevalecer no final.

Por: Marcelo Baltar

Cristian, Juan, Rodolfo e Marcelo Moreno são os 'presentes' favoritos

Torcedores dos 20 clubes da Série A ainda sonham com um grande reforço de Natal, nem que ele chegue um pouco atrasado

O Natal está chegando ao fim, mas os torcedores ainda contam com um grande presente de Papai Noel, nem que ele chegue um pouco atrasado. Sem bola rolando pelos gramados, os clubes se planejam para a próxima temporada e nomes de possíveis reforços alimentam os sonhos das torcidas.



No "Vai e vem" elaborado pelo GLOBOESPORTE.COM, o torcedor pode fazer uma avaliação sobre o entre e sai dos atletas e mostrar sua aprovação ou rejeição à negociação. Entre os ‘mais queridos’, uma curiosidade: todos já tiveram passagens bem sucedidas pelos respectivos clubes interessados. O volante Cristian (Corinthians), os zagueiros Juan (Flamengo) e Rodolfo (Fluminense), e o atacante Marcelo Moreno (Cruzeiro) são quase unamidades para as torcidas dos respectivos clubes, com aprovação de 97%. No entanto, como diz o velho ditado popular, ‘querer não é poder’. Dentre os quatro, apenas o defensor do Lokomotiv Moscou ainda parece ter chances no momento de defender o ex-clube, o Tricolor carioca.

Clique e confira as novidades do vai e vem


Um outro fato curioso chama a atenção. Nome do momento no mercado da bola, Ronaldinho Gaúcho tem grande aprovação dos torcedores de Grêmio, Flamengo e Palmeiras – clubes fortemente interessados em contar com o jogador em 2011. No entanto, nenhuma das três torcidas vê o jogador do Milan como o reforço predileto. No clube gaúcho, o meia-atacante tem aprovação de 90%. Menos do que os especulados os zagueiros Coates (96%) e Juan (94%), e meia Pablo Aimar (93%). Até o retorno do armador Mithyuê, já concretizado, teve maior aceitação (94%).

No Flamengo, Ronaldinho recebe apoio um pouco maior (91%). Mesmo assim, o craque do Milan fica atrás de Juan (97%), Everton (96%), Wagner (95%), Ibson (95%), Damián Dias (95%) e Mauro Fórmica (92%). O Palmeiras é o clube na qual o Gaúcho tem a menor aceitação entre os três (85%).

Outro jogador que movimentou bastante as manchetes esportivas nas últimas semanas, mas parece em baixa com a torcida do clube interessado, é Adriano. Principal desejo da diretoria corintiana para a disputa da Libertadores em 2011, o atacante do Roma tem a aceitação de apenas 67% dos torcedores.

Em baixa, também, parece estar o atacante Kleber com a torcida do Cruzeiro. Seu retorno ao clube é comentado em uma possível troca envolvendo Farías e Bernardo com o Palmeiras. No entanto, apenas 42% dos torcedores da Raposa aprovam a negociação.

Entre os mais desejados, destaque para o meia Alex, do Fenerbahçe (Turquia). Ele é o reforço preferido das torcidas de Palmeiras, São Paulo e Coritiba.

Os favoritos de cada time*

América-MG: Coelho (sem clube/80%)
Atlético-GO: Edu (Internacional/75%)
Atlético-MG: Júnior César (São Paulo/96%)
Atlético-PR: Kleberson (Flamengo/86%)
Avaí: William (Ponte Preta/83%)
Bahia: Marcos (Avaí/83%)
Botafogo: Arévalos (Peñarol/96%) e Coates (Nacional/96%)
Ceará: Mota (Pohang Steelers/96%)
Corinthians: Cristian (Fenerbahçe /96%)
Coritiba: Alex (Fenerbahçe/92%)
Cruzeiro: Marcelo Moreno (Shaktar Donetsk/97%)
Figueirense: Elicarlos (Cruzeiro/92%)
Flamengo: Juan (Roma/97%)
Fluminense: Rodolfo (Lokomotiv/97%)
Grêmio: Coates (Nacional/97%)
Internacional: Luis Fabiano (Sevilla/92%)
Palmeiras: Alex (Fenerbahçe/96%)
Santos: Zé Roberto (Hamburgo/94%)
São Paulo: Alex (Fenerbahçe/95%)
Vasco: Borges (Grêmio/96%) e Juninho Pernambucano (Al Gharafa/96%)

*Apenas negociações que ainda não foram concretizadas

Por: globoesporte.com

sábado, 25 de dezembro de 2010

Bottinelli pede para usar a 18 da sorte no Flamengo

Botinelli usará a mesma camisa que Obina vestiu na final da Copa do Brasil de 2006

O gosto pelo futebol, Darío aprendeu na família Bottinelli. Afinal, seu pai, Juan Carlos disputou a Terceira Divisão argentina, um irmão, Jonathan, é zagueiro do San Lorenzo e o outro, homônimo do pai, é goleiro de futsal. E o novo reforço do Flamengo se apega a um número desde que foi apresentado oficialmente: o 18. A paixão começou no San Lorenzo, clube no qual foi revelado.

Darío começou no futebol aos seis anos, em escolinhas na Argentina. Um pouco mais tarde, integrou as categorias de base do Boca Juniors. Mas após uma mudança no comando da base, El Pollo (Frango, em espanhol), como é conhecido, rumou ao San Lorenzo.

Lá, recebeu a camisa 18 e passou a levá-la como talismã. "Ele sempre opta por essa camisa, porque acredita que lhe dá sorte. Começou no San Lorenzo com ela, depois passou a utilizá-la no Atlas e na Universidad Católica sempre que pode", afirmou Juan Carlos, pai do novo meia do Flamengo.

Logo em sua chegada ao Rio de Janeiro, Bottinelli assinou por dois anos com o Flamengo e pediu a camisa 18. O número estava vago, mas sempre representou muita sorte para a torcida rubro-negra.

Afinal, seu último dono foi o xodó Obina, que com o 18 às costas fez o gol contra o Vasco na final da Copa do Brasil em 2006. Um divisor de águas na carreira do folclórico atacante na Gávea. Baixinho e com o número 18 às costas garantido, Bottinelli não se espanta com a pressão da torcida rubro-negra.

"Sei da pressão e da responsabilidade que é vestir a camisa do Flamengo. O Flamengo é uma equipe muito grande, com muita história no futebol", afirmou o argentino.

Por: Lancepress

Bahia negocia empréstimo de Vander ao Flamengo

'Se der certo, vou ficar feliz. O único vermelho e preto que me incomoda é o baiano', brinca o meia, um dos destaques da equipe na Série B deste ano

Vander, revelação do Bahia na Série B, está sendo negociado para o Flamengo. Paulo Angioni, diretor de futebol tricolor, confirma a hipótese de empréstimo. O dirigente já trabalhou na Gávea e tem bom relacionamento com a diretoria do clube carioca.

- O Vander é um jovem que está num processo de transição. Despontou muito bem no Bahia, e o Flamengo pode ser uma continuidade do crescimento dele, para chegar aonde a gente imagina que ele pode chegar - disse Angioni.

A transação deve ser finalizada nos próximos dias.

- É um empréstimo puro e simples. Tem que sentar na mesa só para discutir valores e percentual de direitos econômicos, se o Flamengo tiver interesse em adquiri-los - concluiu o dirigente.

Vander está satisfeito com a possibilidade de transferência.

- Acho que é bom. Tanto faz pra mim, são duas equipes de massa. Em relação à cobrança. não vou ter muito problema. Se der certo, vou ficar feliz. O único vermelho e preto que me incomoda é o baiano - brincou.

A possibilidade de poder trabalhar com o técnico Luxemburgo também anima.

- É um grande treinador e já passou pela Seleção. Ficarei feliz de poder trabalhar com ele e poder aprender mais. Lá no eixo Rio-São Paulo, a visibilidade é bem maior. Vou trabalhar forte da mesma forma se estiver no Bahia para poder chegar lá - diz.

Por: Correio da Bahia

Léo Moura quer se eternizar no Flamengo: 'Amo o clube'

Lateral-direito diz que sua permanência está nas mãos dos dirigentes rubro-negros, mas demonstra satisfação pelo interesse do Inter e de outros

Léo Moura já andou às turras com a torcida do Flamengo, mas já fez as pazes há muito tempo e não dá para negar a identificação que o lateral tem com o clube rubro-negro. Com o Inter e mais três clubes no seu encalço, Léo Moura não pipoca e diz com todas as letras que é onde está que pretende ficar até o fim da carreira. Mas também não é bobo, afinal isso não existe mais no futebol, e coloca nas mãos dos dirigentes do clube da Gávea a decisão pela sua permanência e demonstra satisfação pelo interesse por ele.

- Sou um cara muito dedicado ao Flamengo. Amo o clube, sou feliz no clube. Vai depender do Flamengo, se acham que devem me negociar. Ou me eternizar, que é o que eu quero, vou ficar muito feliz - disse o jogador.

Ele não se esquivou de falar sobre o interesse do Inter e cita outros clubes que também desejariam contar com o seu futebol:

- Fico muito feliz. Mostra que, mesmo com um ano não muito bom para o Flamengo, para mim foi positivo. Nao só o Inter, mas Santos, Cruzeiro e Atlético-MG. Mas todos sabem da minha vontade de permanecer. Se depender de mim, eu fico.

Léo Moura se mostrou satisfeito com a contratação do goleiro Felipe e afirmou não conhecer ainda o argentino Bottinelli:

- São dois jogadores que merecem vestir a camisa do Flamengo. Felipe é um grande goleiro. O Dario eu não conheço ainda, mas tenho certeza que se está vindo para o Flamengo é porque tem qualidades.

Por: globoesporte.com

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Conheça Darío Bottinelli, novo reforço do Flamengo

No último final de semana, o nome do jogador argentino, Darío Bottinelli, começou a despontar no noticiário brasileiro. Mencionado inicialmente como futura contratação do Botafogo pelo jornal chileno La Tercera, o jogador acertou nesta quarta-feira com o Flamengo.
Darío Bottinelli é mais um camisa 10 argentino que chega ao nosso país, com a tarefa de ‘pensar e ditar o jogo’ para organizar o meio-campo de um grande time do futebol brasileiro .

“Pollo”, como é chamado, completará 24 anos no próximo sábado, 26 de dezembro, é destro, fruto da base do San Lorenzo, onde atua seu irmão e zagueiro, Jonathan Bottinelli, e de onde surgiu outro jogador que fez sucesso neste semestre no Brasil, o jogador do Cruzeiro, Walter Montillo.

Darío debutou nos profissionais do San Lorenzo com apenas 17 anos, sob o comando de Héctor Bambino Viera e deu seguimento a seu futebol com os treinadores Gustavo Alfaro e Oscar Ruggeri. Porém, ao sofrer uma fratura no pé que o deixou fora dos gramados por um bom tempo e com a chegada ao clube do D.T. Ramon Díaz, o jovem enganche ficou sem espaço no grupo.

No San Lorenzo de 2006, Darío Bottinelli chegou a jogar como único meia de criação, no esquema 4-3-1-2 aplicado pelo treinador Gustavo Alfaro. Com Oscar Ruggeri, Darío Bottinelli e Walter Montillo, chegaram a dividir o banco de suplentes, como reservas dos também meias, Pablo Barrientos e o colombiano Maurício Molina, que já atuou aqui no Brasil pelo Santos F.C, e defende atualmente o Seongnam Ilhwa da Coréia do Sul.

Um dos principais jogadores do Universidad do Chile na conquista do último campeonato chileno neste semestre, Bottinelli é um meia de criação que se caracteriza por unir velocidade com boa técnica e, sem a bola, demonstra voluntariedade para colaborar na marcação, podendo atuar também, como volante pelo lado esquerdo.

Um enganche ofensivo, vertical, e bom batedor de faltas, Darío Bottinelli seria uma das opções para o setor de criação do Flamengo.

Por: globoesporte.com

Adriano confirma volta à Roma, mas diz que prioridade no retorno é do Fla


Adriano finalmente veio a público para falar sobre seu futuro. Durante evento na Vila Cruzeiro, onde vai lançar o projeto social no Rio de Janeiro intitulado "Imperadores da Vila", o atacante confirmou que vai seguir na Roma, frustrando os planos de clubes brasileiros que queriam contar com ele, como Corinthians, Palmeiras e Flamengo.

Vou voltar para lá normalmente após o Natal. Não tem como sair agora. Conversei bastante com a presidente do clube [Rosella Sensi], disse que estava um pouco triste pois não tava jogando, mas agora a oportunidade já apareceu nesse último jogo contra o Milan e vou agradecer por ela não abrir mão de mim”, explicou o jogador.

Apesar de afirmar que não pensa no momento em retornar ao Brasil, Adriano revelou que, quando regressar ao país, seu clube do coração será o destino. Mesmo assim, o Imperador não deixou de dar uma ‘cutucada’ na atual diretoria rubro-negra.

“Com certeza a minha prioridade no Brasil sempre será o Flamengo. Depois que acabar o contrato com a Roma quero voltar pra cá. Fiquei um ano no clube, que sempre tem um time muito forte. Quando estive aqui fomos campeões brasileiros, mas é preciso procurar a forma certa de trabalhar. O Flamengo é um clube muito difícil. Para trabalhar lá é preciso que tenham pessoas que estejam dispostas a ajudar. Sempre procurei unir o grupo enquanto estive aqui, mas aconteceram algumas mudanças de comando que não cabe ficar falando. Agora cabe o time se reestruturar e fazer uma boa campanha em 2011”, disse.

Além da mãe da avó de Adriano, o ex-dirigente do Flamengo, Marcos Braz, também marcou presença no evento e mereceu elogios por parte do Imperador.

“Agradeço e muito a presença do Marcos Braz, que foi uma das pessoas que ajudaram o Flamengo a conquistar o título brasileiro de 2009”, afirmou.

A equipe que tinha demonstrado o maior interesse em contratar Adriano para 2011 tinha sido o Corinthians. O 'namoro' começou com um pedido público de Ronaldo para contratá-lo. "Vai ficar para outro dia, para outra hora jogar com o Ronaldo ou com o Corinthians. Agora não vai dar", completou.

Apesar das especulações, o empresário do atacante, o ex-goleiro Gilmar Rinaldi, vinha dizendo que nenhum clube havia entrado em contato com ele para tentar a contratação. Mesmo assim, os clubes vinham se movimentando para trazê-lo na próxima temporada.

Adriano espera que novos "imperadores" sejam descobertos

Além de falar sobre a sua situação profissional, Adriano aproveitou para comentar sobre o projeto que visa proporcionar eduação e esporte para as crianças da comunidade. O jogador revelou a ambição do gesto acompanhado de sua mãe, dona Rosilda, e da avó, Wanda.

"Fazer este tipo de projeto era um grande sonho meu e já era para ter sido feito há muito tempo. O objetivo é fazer novos cidadãos Quem sabe um novo imperador não possa sair daqui", disse, com uma risada discreta.

Por: Vinicius Castro

Indicado por Luxa, zagueiro João Filipe, do Figueirense, é alvo do Flamengo

O goleiro Felipe foi o primeiro reforço, Ronaldinho Gaúcho é o sonho de consumo, e o zagueiro João Filipe, do Figueirense, pode ser a próxima realidade do Flamengo. O UOL Esporte apurou que o técnico Vanderlei Luxemburgo e os dirigentes já iniciaram as conversas para a contratação do zagueiro, de 22 anos, vinculado ao clube catarinense até 31 de dezembro.

João Filipe já passou pelo Mesquita e pertence ao Sendas/Pão de Açúcar, do Rio de Janeiro, com o qual tem contrato até 30 de abril de 2014. Como se valorizou após boas atuações na Série B, o jogador despertou o interesse do Flamengo e de alguns clubes do Brasil, inclusive um grande de São Paulo. Do exterior, também chegaram consultas e a concorrência não é simples para o Rubro-Negro.

Entretanto, Luxemburgo bateu o martelo. Quer o atleta no elenco para 2011, pois acredita muito no potencial do zagueiro de 1,91m e 78 kg. O treinador vem batalhando diariamente nos bastidores pela sua contratação. Nos últimos dias, uma reunião sobre o assunto com Eduardo Uram, empresário do zagueiro, aconteceu em conjunto com as negociações para a ampliação de contrato com o lateral-direito Léo Moura.

No momento, os dirigentes viabilizam uma forma de adquirir parte do percentual de direitos econômicos de João Filipe junto ao Sendas/Pão de Açúcar. Na Gávea, existe um otimismo considerável em relação ao acerto.

Procurado pela reportagem, o empresário Eduardo Uram confirmou o interesse do Flamengo, mas aguarda a definição dos dirigentes rubro-negros.

“Ainda não posso dar a negociação como certa. A conversa realmente existe, sei do interesse do Flamengo, mas ainda não recebi a proposta concreta por parte do clube. É o que tenho em relação ao jogador. Estamos aguardando”, disse o empresário.

Nesta terça-feira, a cúpula de futebol realizou nova série de reuniões sobre possíveis nomes para reforçar a equipe em 2011. Embora não estipulem prazos, os dirigentes ainda esperam acertar com um novo reforço até a próxima quinta-feira.

Por: Vinicius Castro

Amorim diz que Grêmio deveria pagar dívida antes de tentar Ronaldinho

Presidente do Rubro-Negro lembra que o time gaúcho deve R$ 7 milhões ao Flamengo ainda por causa da compra do meia-atacante Rodrigo Mendes

Concorrente declarado para tentar contratar Ronaldinho Gaúcho, o Flamengo enfrenta rivais como Grêmio e Palmeiras nesta batalha de altas cifras. O time de Porto Alegre, que revelou o craque, parece estar bem na briga. Mas nada que desanime a presidente rubro-negra, Patrícia Amorim, que deseja um grande nome no elenco em 2011

- Só podemos falar de alguma coisa se estiver concretizado. O Ronaldinho interessa não é de hoje. Todo jogador diferenciado nos interessa. Temos que trazer grandes nomes para encher o Engenhão, trazer experiência para os mais jovens... essa mistura nós achamos interessante. Pode ser, estamos na briga. Não é só neste nome que trabalhamos.

Sobre o Grêmio, Patrícia Amorim disse que, antes de tentarem contratar Ronaldinho, os gaúchos deveriam pagar os cerca de R$ 7 milhões que devem ao Fla por causa da compra de Rodrigo Mendes.

- Não me preocupa o Grêmio. Só a dívida que ele tem com o Flamengo. Disputar jogadores é uma coisa de mercado.

Quem estaria por trás do possível negócio do Fla com Ronaldinho é a empresa de marketing desportivo Traffic, que entraria como uma das parceiras na capitação de recursos.

Por: Fred Huber

Fla acerta a contratação do meia argentino Darío Bottinelli

Jogador do Atlas-MEX estava emprestado ao Universidad Católica-CHI e já faz exames médicos na Gávea

O Flamengo acertou nesta quarta-feira a contratação do meia argentino Darío Bottinelli, que pertencia ao Atlas, do México. O jogador, que estava emprestado ao Universidad Católica do Chile, clube pelo qual foi campeão nacional nesta temporada, está fazendo exames médicos na Gávea e será anunciado em seguida como o segundo reforço rubro-negro para a temporada de 2011. O primeiro foi o goleiro Felipe.

O baixinho Bottinelli - tem apenas 1, 67m - fará 24 anos no próximo domingo. Ele começou a carreira no San Lorenzo em 2005 e passou dois anos depois pelo Racing, de onde foi negociado para o Universidad Católica. Do Chile, foi vendido para o Atlas, que emprestou o meia de volta nesta temporada.

O argentino ainda tinha mais seis meses de empréstimo ao clube chileno, que será ressarcido diretamente pelos mexicanos.

A diretoria do Flamengo tentou contratar outro argentino, o meia Buonanotte, titular do River Plate, Mas desistiu ao fechar com Bottinelli.

Por: globoesporte.com

Patrícia diz que Ronaldinho 'é uma possibilidade' e promete time forte

Presidente garante que Léo Moura só sai se for algo vantajoso para o clube

O início da temporada se aproxima e o Flamengo tenta apagar no ano que vem o sufoco de 2010. A única contratação até o momento é a do goleiro Felipe, além da volta de alguns emprestados, como Rômulo e Egídio. Mas a presidente Patrícia Amorim garante que boas novidades virão nos próximos dias. O clube ainda não desistiu de Ronaldinho Gaúcho, apesar de o jogador estar perto do Grêmio.

- O Ronaldinho é uma possibilidade, mas só acredito nas coisas depois de assinadas. Não gosto de ficar trabalhando com nomes, porque tem um efeito direto com a torcida, eles imaginam aquele jogador com a camisa, naquela posição. Aí ele não vem e isso tem um efeito devastador. A gente trabalha para reforçar o time aliando experiência a essa juventude que ainda não conseguimos consagrar, mas revelar. Temos dois na Seleção Sub-17, dois na Sub-20 e a perspectiva para o futuro é maravilhosa. Mas não podemos esperar, o torcedor quer títulos. O Flamengo está no mercado, está competitivo. Já existia um projeto de marketing para trazer o Ronaldinho há seis meses. Quando existe circunstâncias que facilitam essa aproximação, pode ser que se torne realidade. Vamos continuar tendo interesse mesmo que ele não venha - disse a presidente, em entrevista à Rádio Brasil.

Além da busca por reforços, existe a preocupação em não perder os principais nomes do elenco. Sondado por Santos e São Paulo, Willians afirma que pretende ficar. Já Leonardo Moura balançou com uma proposta do Inter. Patrícia não irá liberar o lateral sem que o clube seja compensado, já que o jogador tem contrato até o fim de 2011.

- Como torcedora, acho um atleta com a cara do Flamengo. Gosto muito dele, gostaria que ele ficasse. O Flamengo acredita que ele mereça um encontro para se discutir uma renovação antecipada, mas hoje não é prioridade. É prioridade renovar contratos que venceram, trazer jogadores vencedores, rever acordos de bilheteria. Se tem outro clube interessado é porque ele é diferenciado. A negociação é financeira, temos que defender o Flamengo e fazer algo bom para o clube e para o jogador.


Na mesma entrevista à Rádio Brasil, Patrícia comentou que Diogo deve continuar no clube, apesar dos quase R$ 800 mil que a diretoria aindadeve ao Olympiacos. O Flamengo tem até o dia 6 para resolver o caso.

Outra pendência é o cargo de vice de futebol, vago desde que Vinícius França deixou o clube juntamente com Zico. Não há prazo para uma nova escolha.

Por: globoesporte.com

CBF só não reconhece título do Fla em 1987 por parecer jurídico

Rodrigo Paiva diz que ideia era ter time campeão junto com o Sport. 'Se o Flamengo acha que merece, tem de recorrer à Justiça', afirma Teixeira

Enquanto Santos, Palmeiras, Botafogo, Fluminense, Bahia e Cruzeiro ganharam títulos nesta quarta-feira, com a decisão da CBF de reconhecer a Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa como conquistas nacionais, o Flamengo ficou no quase. Durante a cerimônia no Rio de Janeiro, a entidade apresentou um parecer jurídico que a impede de reconhecer o título de 1987 do Rubro-Negro.

- A ideia era reconhecer dois clubes campeões em 1987, o Flamengo e o Sport. Mas há uma decisão na Justiça que impede a CBF de fazer isso. O presidente (Ricardo Teixeira) poderia até ser preso se fizesse isso. Então o Flamengo para a CBF tem cinco títulos nacionais - explicou o diretor de comunicação da entidade, Rodrigo Paiva.

O parecer jurídico da CBF cita uma ação que tramitou e foi julgada na 10ª Vara Federal de Pernambuco, sendo prolatada em 02 de maio de 1994.

Durante a cerimônia, nada foi comentado sobre o assunto. Depois da solenidade, Ricardo Teixeira, disse que seria impossível reconhecer dois campeões em 87.

Clique aqui e saiba mais sobre a confusão daquele ano


- Foi feita a consulta ao nosso departamento jurídico, e existe uma decisão transitada em julgado. Se for descumprida, pode resultar até em prisão. Se o Flamengo acha que merece o título, tem de recorrer à Justiça comum - afirmou, em entrevista ao SporTV.

Pivô de toda a confusão, o destino da "Taça das Bolinhas", troféu criado pela Caixa Econômica Federal que seria entregue ao primeiro pentacampeão brasileiro, segue um mistério. A CBF já havia batido o martelo de que o troféu iria para o São Paulo, mas acusou um funcionário da Caixa de se recusar a entregar o prêmio.

- A taça está com a Caixa e não sabemos muito - disse Rodrigo Paiva, que também acabou com qualquer possibilidade de uma nova discussão sobre o Santos - que com a unificação dos títulos de 1959 a 1970 virou o primeiro pentacampeão nacional - pleitear a taça.

- A taça foi criada para ser entregue ao primeiro pentacampeão depois de 1971.

Por: globoesporte.com

Multicampeão, Cielo quer mais títulos e vê Brasil como potência da natação

Um dos destaques do Brasil no Mundial de piscina curta de Dubai, paulista diz que esporte vive momento mágico e pede respeito e maior investimento

Uma máquina de ganhar medalhas. Campeão oímpico na China, em 2008, nos 50m livre e bronze nos 100m livre em piscina longa. Na raia mais curta, de 25m, também não deu brecha aos adversários, ganhando as duas provas mais rápidas do Mundial realizado em Dubai no último final de semana. Mesmo assim, Cesar Cielo quer mais. Em êxtase com o seu momento da carreira, ele promete empenho máximo para seguir no lugar mais alto do pódio em 2011, ano em que serão realizados o Mundial de piscina longa, em Xangai (CHI) e o Pan-Americano do México.

- É claro que estou satisfeito pelo que conquistei em Dubai. Mas tem muito mais a vir pela frente. É que nem quando você começa a jogar um videogame e vai ganhando o jogo. Fica gostoso e você não consegue parar. Eu quero mais duas medalhas olímpicas e mais umas cinco de Mundial, aí vou ficar feliz. Quando você se acostuma a vencer, se torna uma coisa gostosa. Estou gostando desse joguinho mais do que nunca. Agora que achei o caminho das pedras, não vou parar. Vou me ‘matar’ de treinar no ano que vem para vencer tudo que vou disputar. O brasileiro tem mania de se acomodar quando conquista algo, mas eu não sou assim – afirmou o nadador, que desembarcou no Aeroporto de Cumbica na manhã desta quarta-feira.

Cielo, que foi muito assediado por fãs, disse que a natação brasileira vive um momento especial. E que as oito medalhas conquistadas em Dubai já colocaram o país em outro patamar do esporte.

- Quando você ganha uma ou duas medalhas, não dá para ficar feliz, afinal destaques individuais sempre existem. Agora, quando vê o Brasil disputando várias finais, ganhando medalhas individuais e no revezamento, muda a história. Estamos nos firmando como uma geração desde o Pan-Americano de 2007. Já viramos uma potência na natação. O Brasil tem a natação mais ascendente do mundo. Estamos sabendo conviver com as cobranças e conquistando resultados importantes. Isso não pode parar – alertou o nadador.

Cielo aproveitou para pedir mais investimentos e respeito com a natação brasileira.

- Espero que esses resultados que estamos conquistando façam as pessoas nos respeitarem mais. Foram oito medalhas, precisamos ganhar e ter retorno. Precisamos da imprensa, do apoio da torcida. Espero que os investimentos melhorem para que possamos trazer medalhas em 2012 – concluiu.

Por: Marcelo Prado

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Negueba conclui os estudos: "não sabemos o dia de amanhã"

Jogador foi uma das revelações flamenguistas em 2010

Mais uma etapa da vida de Guilherme Negueba foi cumprida na última segunda-feira. Após conseguir realizar o sonho de estrear no time profissional do Flamengo e renovar por mais cinco anos seu contrato, o jovem de 18 anos se formou no nível médio na escola.

A formatura foi realizada no Centro Educacional Leoni de Mello, em Vila Valqueire.

Apesar de recentemente ter sido elogiado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, Negueba sabe a importância dos estudos em sua vida. Para o atacante, mesmo tendo um futuro promissor pela frente na carreira de jogador profissional, ele não pode desperdiçar a chance de ter uma profissão "extra-campo".

"Acho que, mesmo sendo jogador, é preciso se dedicar aos estudos. Não sabemos o dia de amanhã. Espero que não aconteça nada de ruim, mas temos de estar prevenidos. Mesmo com os treinos, eu sempre procurei assistir a todas as aulas. Eu me concentro nos estudos. Minha mãe e meu pai sempre me cobram muito e 'pegam no meu pé' para estudar", contou Negueba.

Bom de matemática, o jovem diz que, numa conversa ao pé do ouvido com Vanderlei Luxemburgo, o treinador o aconselhou a melhorar em alguns fundamentos.

"Só penso em me transferir para Europa após conquistar títulos pelo clube. Vanderlei disse que eu tenho um estilo de jogo para atuar na frente. Ele vem me cobrando e pedindo para me dedicar em alguns fundamentos. Tenho de procurar finalizar mais", reconheceu.

Coordenador da escola é só elogios ao jogador

Como muitos jogadores brasileiros, Negueba tem família humilde. Porém seus pais, integrantes da escola de samba Rosas de Ouro, conseguiram arrumar um desconto no Centro Educacional Leoni de Mello, por conhecer o coordenador José Alves Junior.

"É um rapaz muito bom, dedicado. Ele sempre foi um rapaz muito bom. Chegou aqui na oitava série. Apesar de ser jogador de futebol, não foi estrelinha e sempre se dedicou. Eu consegui essa bolsa para ele por ser um menino bom e pela família dele não ter tanta condição financeira. Os estudos são importantes, mesmo para os jogadores", afirmou o coordenador da escola.

Apesar de reconhecer que Negueba perdeu algumas aulas pelos compromissos no Flamengo, a professora Hérica, de matemática, é só elogios ao mais novo aluno ilustre.

Para ela, assim como nos campos, o jogador é rápido de raciocínio. "Ele é um menino de bom coração, concentrado, muito tímido, mas, ao mesmo tempo muito, dedicado. É bom com os números, tem um raciocínio muito rápido. Mesmo com dificuldade do futebol, teve boas notas. Pelos menos em matemática", disse a professora.

Por: Lancepress

Ronaldinho abriria mão de R$ 1,5 milhão para ir ao Flamengo

Meia-atacante do Milan terá que abrir mão de R$ 1,5 milhões para acertar com o Flamengo

Caso acerte o retorno para o futebol brasileiro, Ronaldinho não teria um prejuízo financeiro tão grande assim. Afinal, na Itália, estima-se que o salário do craque esteja na casa de R$ 1,12 milhão por mês. Na engenharia montada pelo Flamengo com a Traffic, os salários girariam em torno de R$ 1 milhão mensais.

Desta maneira, Ronaldinho abriria mão, no total, de cerca de R$ 1,5 milhão por ano para voltar para o futebol brasileiro. O investimento é considerado alto, mas facilmente recuperável diante de campanhas publicitárias, devido ao valor de imagem do craque.

Adriano, por exemplo, recebia cerca de R$ 600 mil mensais na sua passagem pela Gávea e o retorno financeiro conseguido pelo clube por intermédio da venda de camisas foi enorme.

Por: Lancepress

Zico faz campanha por Ronaldinho no Fla: 'Gostaria muito'

Galinho lembra que tentou levar o craque do Milan para a Gávea quando estava à frente do futebol do Rubro-Negro

O Flamengo voltou a sonhar com Ronaldinho Gaúcho na Gávea, e o desejo rubro-negro tem um incentivador declarado. Um apoiador de peso: Zico, maior ídolo da história do clube. O Galinho lembrou que, quando estava à frente do futebol do Fla, neste ano, tentou a contratação do meia do Milan.

Zico, no entanto, disse não ter ideia de como está a negociação neste momento.

- Gostaria muito de ver o Ronaldinho com a camisa do Flamengo. Se é sonho ou realidade, não sei. Quando estava no clube, claro que tentei contratá-lo - afirmou.

O Galinho revelou que também está caçando o craque, mas para convidá-lo para o Jogo das Estrelas, que será realizado no próximo domingo, no Engenhão.

- Não estou conseguindo falar com ele para convidar para o Jogo das Estrelas. Está difícil. Acho que está tudo mundo atrás dele, e os celulares estão todos desligados (risos). Falei com ele no meio do ano, e ele disse que gostaria de jogar. Espero que seja uma grande surpresa no dia.

Além de Ronadinho, ele está em busca do camaronês Eto'o, que passa a semana do Natal no Rio de Janeiro, para fazer o convite para o jogo. Zico está animado com a presença de grandes craques. Ele acredita que este ano uma das atrações será a decisão de quem será o Rei do Rio: Romário, Túlio ou Renato Gaúcho.

- Está praticamente tudo pronto, vários jogadores estão confirmados. Teremos a disputa de quem realmente é o Rei do Rio, já que teremos o Romário, Túlio e Renato Gaúcho. Essa será a grande disputa. Teremos também Ibson, Léo Moura, Emerson, Vagner Love, Carlos Alberto... Convidei Dida, Roque Júnior e Serginho, e é possível que eles venham, além do Leonardo. Como o Eto'o está no Rio, vou tentar achar ele convidar para o jogo.

O Galinho voltou a comentar como ficou sua relação com o Flamengo após sua saída da diretoria. Ele disse que sua paixão pelo clube e pela torcida não vão mudar nunca. Zico revelou que recentemente rejeitou uma proposta de fora do país e reafirmou que não pretende trabalhar mais no Brasil.

- O Flamengo é torcida, esta é a força do clube. É a torcida que eu amo e que me ama. Sem eles, o Flamengo não seria nada. Não ficou mágoa da minha passagem, ficou um aprendizado muito grande e um conhecimento de como funciona os bastidores do Flamengo. Quando era atleta, não me preocupava com isso. Se eu voltar ao futebol, só fora do Brasil. Tenho uma proposta, mas não me agradou. Acho que vou ficar cuidando dos meus netos mesmo.

Zico participou nesta terça-feira do 12º Almoço dos Treinadores de Futebol do Rio de Janeiro, em uma casa de eventos na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

Por: Fred Huber