sábado, 8 de janeiro de 2011

Leonardo Moura renova com o Flamengo e fica até dezembro de 2012

O martelo foi batido e Leonardo Moura permanecerá no Flamengo. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do clube rubro-negro e o lateral-direito tem novo vínculo até dezembro de 2012.

Além da grande identificação com o clube da Gávea, Leonardo Moura,que é rubro-negro confesso, teve um reajuste salarial. O lateral-direito está no Flamengo desde 2005 e já disputou mais de 300 jogos pelo clube.

Se a torcida flamenguista pode comemorar, o mesmo não acontece com a do Internacional, que tornava claro o desejo de tirar o lateral-direito do clube carioca. Como tentativa de seduzir Leonardo Moura pesava o fato do Colorado disputar a Libertadores deste ano.

A renovação de contrato com Leonardo Moura era uma das prioridades do clube rubro-negro. Além de ser tido como um líder dentro do grupo, Leonardo Moura goza de grande prestígio com a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim.

Após estender o vínculo de Leonardo Moura, a expectativa agora fica pela confirmação da contratação de Ronaldinho Gaúcho por parte do Flamengo. A tarefa esta bem mais facilitada já que o Grêmio e o Palmeiras, concorrentes diretos pelo camisa 10, desistiram do jogador.

Por: Vinicius Castro

Assis nega acordo de Ronaldinho Gaúcho com o Flamengo

Criticado por Odone, empresário evita polemizar e responsabiliza clube italiano por fracasso. 'Infelizmente, tem o Milan na negociação', diz

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, considera que há 99,99% de chance de Ronaldinho Gaúcho jogar no Flamengo. Mas a opinião do dirigente da equipe italiana não é compartilhada por um personagem importante na negociação: Assis. Em entrevista neste sábado ao jornalista David Coimbra, editor de esportes do jornal "Zero Hora", o empresário e irmão do jogador garantiu que não há "acerto" entre o atleta e o clube carioca.

- O Flamengo não conversou conosco. Conversou diretamente com o Milan. O Ronaldo não tem acerto nenhum, nada - afirmou, mesmo após ter recebido na noite de sexta-feira a presidente do Fla, Patrícia Amorim, e outros dirigentes do clube em seu apartamento no Barra da Tijuca (Zona Oeste do Rio).

Criticado nesta sábado pelo presidente do Grêmio, Paulo Odone, Assis evitou polemizar com o dirigente, dizendo que ele foi "muito feliz nas suas colocações".

O empresário admitiu que "estava acertado" com o Tricolor gaúcho, e responsabilizou o Milan e a imprensa pelo fracasso na negociação com a equipe que revelou Ronaldinho.

- Nunca falei que esse negócio seria uma barbada. Infelizmente, tem o Milan na negociação. O Ronaldo é atleta do Milan, ele tem que cumprir o que o Milan determina.

Assis disse não ver possibilidade "no momento" de um entendimento com o Grêmio. Mas não descartou uma nova reviravolta.

- Nesse momento eu diria que não, mas sabe como é o futebol. Futebol é paixão.

Questionado sobre reações da torcida do Grêmio, Assis desconversou:

- Eu estou apanhando há dez anos, estou acostumado com isso.

Confira a íntegra da entrevista concedida por Assis:

- Já está certo que Ronaldinho jogará no Flamengo?

Assis: Não tomamos decisão alguma. Hoje à tardinha vou falar com o Galliani. Só depois dessa conversa que posso dizer algo.

- Você sabe como o caso está repercutindo em Porto Alegre?

Assis: Sei, sim.

- E o que acha?

Assis: Nunca falei que esse negócio seria uma barbada. Infelizmente, tem o Milan na negociação. O Ronaldo é atleta do Milan, ele tem que cumprir o que o Milan determina.

- Você ouviu a entrevista do presidente do Grêmio?

Assis: Acompanhei a entrevista, acompanhei todas as perguntas que foram feitas, tudo. Acho que o presidente foi muito feliz nas suas colocações.

- Mas ele disse que você mudou o acordo…

Assis: Existe uma indenização devida ao Milan. O Milan está criando uma certa dificuldade. Nós estávamos acertados, mas o Milan entrou no negócio. O presidente falou que o Grêmio não queria dar indenização ao Milan e é isso mesmo. Entre nós estava tudo bem, mas, quando o Galliani veio ao Brasil, ele viu como estava a situação e endureceu. Foi por isso que a situação chegou nesse pé que está agora.

- Mas se estava tudo acertado, o que mudou?

Assis: Sabe o que aconteceu? Quando tudo estava na surdina, estava tudo bem. Tudo estava certo. Eu disse para todo mundo: vocês querem o Ronaldo no Rio Grande do Sul? Vai ser bom para todo mundo? Então precisamos manter tudo em sigilo. Não estou culpando a imprensa, nada disso. Você mesmo tinha todas as informações, sabia de tudo o que estava acontecendo. Aí tudo foi divulgado, os outros se alertaram, o Milan ficou sabendo das coisas e tudo mudou. Foi isso de colocar as notícias que atrapalhou.

- A divulgação do negócio fez surgir a concorrência e aí o Milan passou a exigir indenização, é isso?

Assis: É isso. O cara, o Galliani, estava aqui no Rio de Janeiro. Estava vendo tudo. Nós perdemos o timing, entende? Estava tudo certo para ele ser liberado. Mas o Milan ficou com medo da Inter de Milão. O Leonardo chegou lá e eles ficaram com medo do Ronaldo ir para a Inter. Então a liberação começou a se complicar.

- Vocês não temem a reação da torcida do Grêmio?

Assis: Eu estou apanhando há dez anos, estou acostumado com isso.

- Existe alguma chance de o Ronaldinho se acertar com o Grêmio?

Assis: Nesse momento eu diria que não, mas sabe como é o futebol. Futebol é paixão.

- Qual é a chance de acerto com o Flamengo?

Assis: O Flamengo não conversou conosco. Conversou diretamente com o Milan. O Ronaldo não tem acerto nenhum, nada.

- Quando vai ocorrer esse acerto?

Assis: Logo, espero. Eu preciso colocar o Ronaldo pra jogar. Nosso projeto é a Seleção Brasileira. Tenho essa responsabilidade, preciso vê-lo jogando logo.

Por: globoesporte.com

Flamengo realiza primeiro coletivo no ano e define equipe para amistoso

O Flamengo realizou o seu primeiro coletivo de 2011 e praticamente definiu a equipe para o seu amistoso de estreia no ano, quando enfrenta o Londrina, neste domingo, às 16h (horário de Brasília), no estádio do Café. Com quatro caras novas, Vanderlei Luxemburgo armou o time no 4-4-2 para atuar diante dos paranaense.

A equipe que o treinador armou como titular foi: Felipe, Leonardo Moura, Welinton, David e Egídio; Fernando, Willians, Vander e Renato Abreu; Wanderley e Deivid. O volante Maldonado e o meia Bottinelli estão realizando trabalhos físicos e ainda não têm condições de participar da partida. Além dos dois, o atacante Marquinhos, gripado, foi poupado da atividade.

Luxemburgo ainda fez questão de levar dois jogadores que participam da Copa São Paulo para serem opção no embate. Depois de participarem da goleada do Flamengo sobre o Gurupi-TO, por 7 a 1, pela segunda rodada da Copinha, o atacante Guilherme Negueba e o meia Adryan se juntaram ao grupo principal rubro-negro neste sábado e retornam a São José dos Campos após o confronto.

Do lado da equipe da casa, o Londrina vem de um retrospecto interessante nas últimas partidas que participou. A equipe dirigida por Gilberto Pereira venceu os três últimos amistosos contra Joinville, Operário e Serrano, marcando quatro gols e sem sofrer nenhum.

O time paranaense vai a campo com: Renato, Maicon, Gilvan, Renê e Wendell; Diogo, Silvio, Bruno e Arthur; Eidson e William. Além deste jogo, o Flamengo tem um outro amistoso marcado em Londrina, local onde realiza a pré-temporada. O Rubro-Negro enfrenta o América-MG, no mesmo estádio do Café, no próximo fim de semana.

Por: Vinicius Castro

Flamengo e Milan anunciam acordo por Ronaldinho Gaúcho

Patrícia Amorim afirma que clubes chegaram a um entendimento, e Adriano Galliani fala em negócio 99,99% fechado

Falta pouco para acabar a novela Ronaldinho Gaúcho, e o final feliz, ao que tudo indica, caberá ao Flamengo. A presidente Patrícia Amorim e o vice do Milan, Adriano Galliani, deixaram juntos a reunião deste sábado, no apartamento do dirigente italiano, e anunciaram o acordo entre os dois clubes a respeito da transferência do atacante.

- Flamengo e Milan chegaram a um acordo sobre a transferência. Faltam dois ou três dias para acertar isso, pois faltam detalhes dessa transferência, desse contrato. Não é uma negociação tranquila, fácil, mas é importante que Flamengo e Milan chegaram a um acordo. Agora falta a conversa com o jogador - afirmou a dirigente, na portaria do apartamento de Galliani no Leblon, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Adriano Galliani reforçou as palavras de Patrícia Amorim:

- Acredito que (Ronaldinho) é 99,99% do Flamengo - afirmou, antes de sair para almoçar com Assis, representante e irmão do jogador.

O Flamengo aguarda a chegada ao Rio dos advogados de Ronaldinho Gaúcho, que estão em Porto Alegre, para que eles leiam o contrato. E já planeja uma apresentação de gala: as opções são a praia de Copacabana e o Maracanãzinho. O jogador e Assis permanecerão na cidade à espera dos últimos detalhes.

Grêmio e Palmeiras também mantiveram negociações nos últimos dias com Assis e Ronaldinho Gaúcho, mas não se reuniram com Adriano Galliani. Patricia Amorim esteve à frente de uma comitiva rubro-negra no encontro deste sábado, com o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso, o diretor de marketing Harrison Baptista, o vice de finanças Michel Levy e o vice geral Hélio Paulo Ferraz.

Por: Eduardo Peixoto

Thiago Neves é do Flamengo

Eu liguei para uma ¨fonte¨ que tenho no Rio de Janeiro para saber de Ronaldinho Gaúcho no Fla. Perguntei se fechou ou não? A resposta que ouvi foi: ¨Fechou mesmo é com o Thiago¨.

Ídolo no rival Fluminense, onde atuou por três temporadas, o meio-campista é o novo reforço do clube da Gávea. A duração de contrato é de três anos. O Fla não confirma oficialmente.

Aos 25 anos, o curitibano Thiago Neves estava no Al-Hilal da Arábia Saudita.

O Flamengo negociava a compra de 20% dos direitos econômicos do jogador (algo em torno de 5 milhões de reais).

Agora, só falta contratar o Ronaldinho…

Por: Leandro Quesada

João Vítor, volante do Prudente, pode ser uma das opções de Luxa para o Fla

O técnico Vanderlei Luxemburgo nunca escondeu que rejuvenescer o elenco do Flamengo é um dos seus principais objetivos para esta temporada. Por isso, o trabalho de observação de seu staff vem mapeando atletas com menos de 25 anos que se enquadram nas características pedidas pelo treinador para a equipe rubro-negra.

Após afastar os volantes Kleberson e Correa, Luxa está convicto de que o setor precisa de reposição. O nome de João Vítor, volante do Grêmio Prudente, está sendo estudado pela diretoria e pode ser uma das opções para a posição.

Aos 22 anos, João Vítor tem contrato com o Prudente até 30 de abril de 2013. Ele disputou o Campeonato Brasileiro do ano passado e teve atuações regulares. O jogador iniciou a carreira no Marília.

Enquanto isso, neste sábado, chegam a Londrina os jogadores Negueba e Adrian. Eles estão disputando a Copa São Paulo de Juniores e foram convocados pelo técnico Vanderlei Luxemburgo para o amistoso contra o Londrina, domingo, às 16h, no Estádio do Café. Após o compromisso, os jovens retornam para São Paulo.

O Flamengo volta a realizar treinamento em tempo integral no CT da SM Sports, neste sábado, em Londrina, norte do Paraná, local da sua pré-temporada.

Por: Vinicius Castro

Com cinco gols de Thomas, Fla goleia o Gurupi-TO: 7 a 1

Meia mostra habilidade e se destaca em São José dos Campos

Depois de um tropeço na estreia, o Flamengo se recuperou na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2010. Com uma bela atuação do meia Thomas, autor de cinco gols, o Rubro-Negro carioca bateu o Gurupi (Tocantins) por 7 a 1, na noite desta sexta-feira, no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos, em jogo pela segunda rodada do Grupo K.

Com a goleada, o Fla assumiu a liderança da chave, com quatro pontos. Mesmo número do Mogi Mirim, mas com um saldo de gols superior (seis a dois).

Na abertura da rodada, o Mogi Mirim derrotou o São José por 3 a 2.

Após um empate sem gols na primeira rodada (diante do Mogi Mirim), o Flamengo se lançou ao ataque logo no início da partida desta sexta e precisou de apenas três minutos para abrir o placar. Lucas deu belo passe para Thomas, que tocou na saída do goleiro Leoander.

Mas o time de Tocantins não se intimidou diante do time carioca e conseguiu o empate aos 13, em uma bela cobrança de falta de Leonam.

Sete minutos depois, o Fla retomou a liderança. Leoander saiu do gol e derrubou Douglas na área. Lucas cobrou com categoria, no canto direito.

Com o Fla em vantagem, o meia Thomas deu uma mostra de sua habilidade. O meia pegou a bola junto à linha lateral pela esquerda e iniciou uma arrancada em direção ao gol, deixando três adversários para trás. E chutou sem defesa para marcar o terceiro do Fla aos 36.

No segundo tempo, o camisa 16 seguiu dando muito trabalho à defesa do Gurupi. Aos 23, o meia recebeu de Rafinha, aplicou um drible de letra sobre o marcador e concluiu para fazer o quarto gol rubro-negro.

Rafinha ampliou o marcador aos 33, chutando cruzado após uma arrancada pela direita. Mas a noite era de Thomas, que ainda teve tempo de marcar mais duas vezes. Aos 44, o meia mostrou tranquilidade, ao aproveitar uma sobra na área, driblar o marcador e tocar para o gol vazio. No minuto seguinte, Thomas fechou o placar, ao cobrar com categoria um pênalti.

As equipes voltam a campo no domingo. O Flamengo enfrenta o São José, às 21h (de Brasília), também no estádio Martins Pereira. Às 19h, o Mogi Mirim encara o Gurupi no mesmo local.

Por: globoesporte.com

Patricia Amorim: 'As conversas avançaram muito hoje'

Muito otimista, presidente do Flamengo deixa casa de Assis dizendo que agora a negociação depende apenas da liberação do Milan

O Flamengo passou o dia observando o chamado Dia D do Grêmio. O clube carioca não se surpreendeu com as ações desta sexta-feira. Dirigentes rubro-negros tiveram diversas reuniões internas e mantiveram contatos telefônicos com o empresário e irmão do atleta, Roberto Assis, até o início da noite - quando foi acertado um encontro. Às 21h30m, a presidente Patricia Amorim, acompanhada de outros dirigentes, chegou na casa de Assis, na orla da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, com o objetivo de sacramentar a negociação com o atleta. Às 23h20m, a mandatária deixou o apartamento sorrindo muito e se dizendo muito animada e confiante:

- As conversas avançaram muito hoje. Mas só quem pode liberar o jogador é o Milan. Amanhã à tarde teremos uma reunião na casa do Adriano Gallliani (diretor do Milan) para tentar resolver tudo. A princípio o Assis vai ficar aqui no Rio de Janeiro - disse Patricia, antes de deixar o local acenando positivamente para a imprensa.

Além da presidente, estiveram na casa Assis o diretor de futebol Luiz Augusto Veloso; o marido de Patricia, Fernando Sihman; o diretor da Traffic, Fernando Gonçalves; e o diretor de marketing do Flamengo, Harrison Baptista. Um pequeno grupo de torcedores do Flamengo, percebendo a grande movimentação no local, também esteve presente em frente ao apartamento de empresário. Aos gritos de “já é nosso”, a confiança era grande no acerto com o jogador.

Luiz Augusto Veloso deixou o prédio minutos depois de Patrícia Amorim e preferiu não se pronunciar. No entanto, o dirigente confirmou que Ronaldinho está no Rio de Janeiro.

Antes da reunião, o otimismo rubro-negro já era muito grande. Tinha partido de uma intervenção exatamente de Galliani, que teria recomendado a proposta rubro-negra como "a melhor". Galliani é parte interessada - pois apenas Flamengo e Palmeiras teriam feito ofertas razoáveis para ressarcir o clube italiano. A oferta do Grêmio, segundo um dirigente rubro-negro, seria "muito baixa". O Flamengo teria se oferecido para pagar € 3 milhões (R$ 6,18 milhões).

Na análise da cúpula rubro-negra, o Grêmio estaria "forçando a barra" ao anunciar festa e acerto. Assis também teria dito ao Flamengo que a discussão de cláusulas contratuais com o Grêmio “não queria dizer nada”. Ele teria segundo informações dos cartolas rubro-negros, ficado incomodado com a entrevista do presidente do Tricolor gaúcho, Paulo Odone, quarta-feira, confirmando um acerto. A fonte rubro-negra cita que o documento registrado em cartório pelo Grêmio nada mais era do que uma tentativa frustrada de dar as garantias que o condutor da negociação havia exigido até 14h de quinta-feira.

De toda forma, o Flamengo aumentou a proposta direta a Ronaldinho em R$ 200 mil. Com a nova movimentação, o valor bruto do salário – que independe de ações de marketing – igualou-se ao do Palmeiras. Os cariocas seguem assegurando que a proposta gremista é muito inferior financeiramente às demais.

Outro detalhe revelado e prometido a Ronaldinho é relacionado à Traffic, principal parceira rubro-negra no negócio. A empresa garantiu que vai montar um escritório no Rio de Janeiro exclusivamente para tratar da imagem do astro.

Uma das exigências para o acerto foi um camarote exclusivo para a família Assis Moreira no Engenhão. Atualmente, a Batavo, patrocinadora do clube, é a única que tem tal benefício. Entretanto, como o contrato com a empresa de laticínios termina no fim de janeiro, o espaço ficará vago.

Por: Richard Souza e Eduardo Peixoto

Novatos do Fla passam por ‘batismo’

Em Londrina, grupo brinca com Felipe, Bottinelli, Vander e Wanderley

A descontração marcou o início do treino do Flamengo nesta sexta-feira. A equipe rubro-negra trabalhou no estádio do Café pela primeira vez desde a chegada a Londrina, no Paraná. A atividade foi aberta ao público e cerca de duas mil pessoas compareceram. Antes de o técnico Vanderlei Luxemburgo trabalhar exaustivamente cruzamentos e finalizações, os novatos do time passaram pelo tradicional "batismo". O goleiro Felipe, os meias Darío Bottinelli e Vander e o atacante Wanderley foram atirados ao ar.

Por: Richard Souza

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Diante de 2 mil torcedores, Luxa mostra velho estilo em Londrina

No primeiro treino aberto para a torcida na pré-temporada rubro-negra, treinador cobra muito dos jogadores

Diante de uma boa plateia, o tradicional estilo Luxemburgo apareceu pela primeira vez em 2011. Com aproximadamente 2 mil torcedores presentes ao estádio do Café, o treinador do Flamengo comandou o primeiro treino aberto do time em Londrina. E não poupou orientações e cobranças em voz alta aos jogadores.

Os laterais estiveram entre os principais alvos do treinador. O jovem lateral-direito Digão teve que ouvir uma bronca de Luxemburgo.

- Tem que ser em linha reta. Está entendendo o que eu estou falando? - gritou.

O técnico interrompeu várias vezes o treinamento, no qual os jogadores realizaram conclusões e cruzamentos. O chileno Fierro se destacou, acertando a grande maioria dos arremates.

Bottinelli e Maldonado não participaram do treino e ficaram realizando atividades físicas.

Torcedores presentes ao treino demonstraram o amor pelo Flamengo. Léo Moura, Felipe e Luxemburgo tiveram os nomes gritados pelos rubro-negros.

No domingo, no próprio estádio do Café, o Flamengo realiza o primeiro jogo do ano, um amistoso contra o Londrina. A partida está marcada para as 16h (de Brasília).

Por: Richard Souza

Ronaldinho: nem Odete Roitman provocou tanto suspense. Ridículo!

Se o malabares Ronaldinho Gaúcho irá justificar cada tostão do milhão que embolsará, só o tempo dirá.

Depois da passagem pouco iluminada do jogador pelo Milan, a desconfiança goleia fácil a boa vontade.

Em dois anos e meio na equipe italiana, ele nunca conseguiu repetir as geniais atuações dos tempos de Barcelona.

Contratado por 21 milhões de euros (R$ 50,4 milhões), o pentacampeão disputou 94 partidas pelo Milan. Marcou 26 gols e não beliscou nenhum título.

Uma coisa, porém, é certa: o irmão e agente do astro, Roberto de Assis, transformou-se no maior leiloeiro de chuteiras do planeta e/ou autor de novelas.

Nem Gilberto Braga, com o misterioso assassinato de Odete Roitman em ‘Vale Tudo’, provocou tanto suspense.

Quem leva Ronaldinho? – a pergunta tomou conta do país. No início, tudo bem. Mas agora virou uma tremenda chatice na mídia. Insuportável.

Mesmo porque o coração torcedor de vários jornalistas entrou em ação e a cada minuto uma versão diferente é despejada nos microfones, blogs, TVs, Twitters...

Ronaldinho será tricolor, verde-limão, rubro-negro ou alvinegro. Depende apenas das cores da camisa preferida do jornalista. Todos terminam da mesma maneira: a assinatura do contrato acontecerá “no mais tardar até amanhã”.

E até o amanhã chegar, Assis vai engordando a conta bancária da família. Mas arrumando também muitos inimigos e arranhando ainda mais a imagem de um craque que nos últimos tempos trocou as chuteiras pela vida de popstar.

Por: José Roberto Malia

Diego Maurício pode sair do Flamengo ainda em janeiro

Um dos destaques da equipe na fraca campanha no Brasileiro de 2010, o atacante Diego Maurício pode estar de saída do Flamengo. Mesmo após a prorrogação do contrato com o rubro-negro até 2015, o agente do jovem de 19 anos, Orlando Júnior, não descarta uma possível transferência para o exterior, mas revela que é o Flamengo é quem dá a palavra final.

"Não depende só de nós, até porque, se dependesse já estaríamos fechando essa negociação. Agrada muito ao jogador, todo mundo sonha em jogar na europa, mas também dependemos do Flamengo", comentou, em entrevista à Rádio Brasil.

Convocado pelo técnico Ney Franco para integrar a seleção brasileira no Sul-Americano sub-20, que será realizado este mês no Peru, Diego Maurício vem despertando o interesse de várias equipes do velho continente. Apesar do assédio, Orlando Júnior enfatiza que ainda não tem nada acertado.

"Recebemos muitas propostas: do Portsmouth, da Inglaterra; do PSV, da Holanda; do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, e hoje recebi do Lokomotiv Moscou, da Rússia. Mas a maior probabilidade foi a proposta do Porto, mas nada concreto, nada fechado. Estou apenas estudando, mas não posso fechar nada, pois o Flamengo precisa dar a carta de liberação", explicou.

Com a renovação de contrato com o rubro-negro, o empresário acredita que será difícil uma possível liberação por parte do clube, mas, dependendo dos valores oferecidos, Orlando acredita que o Flamengo poderá pensar na transferência de ''Drogbinha''.

"Está descartada (a negociação), até porque o Flamengo precisa do jogador, o clube conta hoje com o Diego, mas pelo valor estipulado, acho que a diretoria poderá pensar no caso. Acredito que até semana que vem eles dirão se aceitam ou não uma possível transferência. Acredito que eles estejam esperando o Sul-Americano para valorizar o jogador", finalizou.

Por: Gazeta Esportiva

Xará do chefe, Wanderley chega de mansinho ao Flamengo

Atacante reconhece que torcida esperava astros, mas promete mostrar valor

Discreto e realista. É com os pés bem presos ao chão que Wanderley se apresenta ao Flamengo. Nesta sexta-feira, ele treinou pela primeira vez no Rubro-Negro, mas ainda longe do grupo. Na entrevista coletiva, fala mansa, muitos sorrisos e sinceridade.

- A esperança do torcedor estava focada no Thiago Neves e no Ronaldinho, dois excelentes jogadores. Esperavam jogadores de nome. Cheguei com calma, de mansinho, às escondidas, sem muita festa, mas para mostrar meu valor e fazer gols também. Vou me dedicar na pré-temporada para que, no futuro, possa corresponder e ajudar o Flamengo – disse.

Wanderley foi promovido a profissional pelo técnico Vadão, na Ponte Preta. De lá, foi para o Cruzeiro e conquistou o título mineiro em 2009. Também teve passagens por São Caetano, Santo André e Grêmio Prudente, quando acabou rebaixado no Brasileirão do ano passado. Em 17 jogos, foram cinco gols. Meio sem jeito, o jogador se apresenta.

- Tenho disposição e procuro fazer gol. Sou um atacante de ofício. Quero aprender com o Vanderlei – afirmou.

As brincadeiras por ter o mesmo nome do técnico já começaram e servem para se aproximar dos novos companheiros.

- É bacana, o pessoal brinca, fala que ele é meu xará. Vou ter de mudar o nome. Ele é mais famoso. O meu é Wanderley Júnior, o meu pai também é Wanderley – comentou, aos risos.

O atacante, de 22 anos, assina contrato por três temporadas, com opção de renovação por mais duas. O Flamengo adquiriu a parte dos direitos econômicos que pertencia ao Cruzeiro. Um grupo de investidores detém outra parcela.

Por: Richard Souza

'EE de Bolsa': Patricia Amorim fala sobre Dilma, Flamengo, vaidade...

Clicia Oliveira entrevista a primeira presidente mulher do clube, que abre o coração: 'Para estar aqui no Flamengo tem que ser uma mulher muito macho'

Patricia Amorim decidiu encarar a gestão de um clube de massa em 2009 ao ser eleita a primeira presidente mulher do Flamengo. Nadadora do Rubro-Negro desde pequena e acostumada ao ambiente da Gávea, teve pela frente um ano difícil, com polêmicas envolvendo jogadores dentro e fora dos gramados. Apesar da responsabilidade sobre outros esportes, como basquete e remo, foi no futebol que os maiores desafios surgiram. Para isso, sua paciência e sutileza feminina fizeram a diferença. Em entrevista exclusiva à repórter Clicia Oliveira, Patricia falou sobre Dilma Roussef, também primeira presidente mulher, só que do Brasil, vaidade, o clube de coração, família e muito mais.

- O Flamengo é um clube de vanguarda, esta à frente do seu tempo. Acho que ele conseguiu perceber a necessidade de mudança. O fato de ser uma mulher tem todo um charme, é algo contemporâneo. Há a questão da sensibildade, que é importante. Para a Dilma, há a questão social, aqui é mais a questão de atender ao sócio e ao torcedor, de ter a grande nação satisfeita.

A mulher no poder


Aos 41 anos, Patricia é mãe de quatro filhos homens. Admite que vive em num universo bem masculino, o que, segundo ela, não compromete em nada sua feminilidade. Dentro do clube, diz que possui um relacionamento ótimo com todos, com treinador, jogador, comissão técnica e atletas em geral:

- Sempre uma palavra doce no momento certo, uma dura no momento necessário. Mas o comando pode ter um toque mais sensível, mais presente, e não autoritário. Desde a época em que eu nadava eu tinha que treinar com os homens e tinha que ser a melhor mulher.

Apesar de considerar a aceitação mais difícil por ser mulher, em função de haver um mundo masculino de "palavrões" e comportamentos diferentes, Patricia se considera acostumada após muitos anos e tantas equipes que liderou. Ao ser chamada de senhora, ela acha que soa velha demais, prefere ser chamada de presidente. Mas afirma ser bom o relacionamento no clube:

- Espero que eles não tenham problema também porque não tem solução, quem é a presidente sou eu.

Patricia Amorim em família


E como é ser presidente de um clube como o Flamengo tendo que cuidar de quatro pequenos torcedores rubro-negros? Patricia Amorim conta:

- Procuro não levar para casa as novidades do clube. Até lá eu sou questionada se a contratação foi boa, se tem novidade de jogador, técnico. A cobrança já vem de casa.

Sobre os cuidados com lar, a presidente revela que não gasta muito do seu tempo com isso. Familiares estão sempre em volta, moram perto, mas para dar conta de tudo em sua vida e dar um trato na casa ela conta com uma força extra:

- Quando preciso, meu marido troca de posição, pega as crianças na escola e vai às reuniões. Mas escovar o dente é comigo, senão eles não escovam. O banho passa por um controle, é o tipo de preocupação que eu tenho.

Vaidade


Sobre vaidade, Patricia Amorim diz que acabou deixando um pouco de lado depois que assumiu a presidência do Flamengo. Nos poucos momentos que restam, ela comemora poder ir a um salão de beleza e se atualizar sobre as novidades da moda e da maquiagem. No ambiente masculino, a presidente declara que é preciso usar roupas mais fechadas para não dar chances às brincadeiras e conta um caso engraçado em que o ritmo da agenda a traiu:

- É tanta confusão que as vezes eu estou na borda de uma piscina, depois no campo de futebol, em seguida vou para uma sessão solene, outras estou na Câmara, onde trabalho. Certa vez, antes de ir para uma reunião, estava almoçando com o setor jurídico do Flamengo no Jóquei Clube e notei que estava com um pé de cada sapato. Depois decidi que precisava tomar um pouco mais de conta de mim.

Com a piscina do clube ao fundo, onde tudo começou para Patricia, o "EE de Bolsa" encerrou a entrevista com a primeira presidente mulher do Flamengo. E ela deixou um recado para os marmajos:

- Para estar aqui no Flamengo tem que ser muito macho. Eu sou uma mulher muito macho - finalizou.

Por: globoesporte.com

Flamengo contrata atacante Wanderley, ex-Cruzeiro

Jogador, de 22 anos, vai assinar contrato de três anos com o Rubro-Negro

Depois de deixar Val Baiano e Diogo fora dos planos e ainda sonhar com Ronaldinho Gaúcho, o Flamengo se reforça com um novo atacante. É Wanderley, ex-Cruzeiro, que estava no Grêmio Prudente e defendeu São Caetano, Santo André e Ponte Preta. O jogador, de 22 anos, chegou a Londrina na noite desta quinta-feira e vai treinar pela primeira vez com o grupo na manhã desta sexta.

Segundo o empresário do jogador, o ex-zagueiro André Cruz, ele assina contrato com o Rubro-Negro por três anos, com opção de compra por mais dois.

Com a chegada do reforço para a pré-temporada, o Fla passa a ter três atacantes no grupo. Os outros são Deivid e o garoto Romário. Diego Maurício está com a Seleção Brasileira Sub-20 e Guilherme Negueba disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Ficha técnica:

Nome: Wanderley Santos Monteiro Júnior
Data de nascimento: 11/10/88
Naturalidade: Campinas, São Paulo
Altura: 1,82m
Peso: 81kg

Por: Eric Faria e Richard Souza

Assis avisa ao Fla que resposta sobre Ronaldinho sai nesta sexta

Empresário e irmão do astro diz que reunião familiar será determinante. Vice de finanças rubro-negro segue confiante

Ronaldinho arrepiado com a torcida, Adriano Galliani declarando que se dependesse dele o Flamengo seria o destino, Assis avisando que não fechou contrato com ninguém. As declarações da coletiva desta quinta-feira, teoricamente, foram boas para o Rubro-Negro. Porém, os indícios conduzem o jogador ao Grêmio.

Nesta sexta-feira, o objeto de desejo e o irmão dele viajam para Porto Alegre e, segundo o Rubro-Negro foi informado, haverá uma reunião para traçar o destino. Ao mesmo tempo, o clube gaúcho avisa que aguarda Ronaldinho no Olímpico para assinatura de contrato.
Apesar disso, o Flamengo ainda tem esperança. O vice de finanças Michel Levy, um dos condutores da negociação, não joga a toalha e exalta a postura silenciosa da diretoria durante toda a longa novela. Confira a entrevista:

GLOBOESPORTE.COM: Como o Flamengo analisa a entrevista coletiva de Assis, Ronaldinho e Adriano Galliani nesta quinta-feira?

MICHEL LEVY: O Flamengo recebeu bem. A demonstração do Galliani foi explícita e por ele o Ronaldinho iria para o Flamengo. Mas é claro que tem jogador, empresários, propostas e outras coisas mais.

Houve outro contato com o Assis?
Eu o procurei pouco depois. Ele avisou que terá uma reunião com a família e que amanhã (sexta) se pronunciaria. Não tem nada definido.

Mas em Porto Alegre o Grêmio dá como certa a assinatura de contrato nesta sexta-feira, justamente o dia que Ronaldinho e Assis voltam a Porto Alegre. Não é um indicativo de fim da novela?
Eu nunca desanimei e continuo não desanimando. Continuo otimista. Tenho sempre que acreditar na palavra das pessoas. O Assis em momento algum disse que assinou. Se disser, nós retiramos a proposta na hora. Grêmio fala o que ele quiser. Se o Grêmio anunciou que está pronto, parabéns.

A proposta do Flamengo é a maior?
Só tenho cópia da minha. Não vi a do Grêmio e a do Palmeiras. O Andrés falou que paga R$ 1,8 milhão. Então bota no papel, ué. Falar é mole. O meu está escrito. Não é de boca.

De toda forma, a postura ponderada e quieta do Flamengo chamou atenção durante toda a negociação. Serve de aprendizado para futuras transferências?
Entendo que o Flamengo está trabalhando planejado, coordenado e por critério. E com respeito ao torcedor, sem fazer factoide. Esse é o compromisso. A principal preocupação dos envolvidos é o respeito ao nosso torcedor. Não vou criar factoide daquilo que não tenho. Essa conduta nesse episódio está sendo repetida em outros casos. Deixamos o torcedor tranquilo quando comunicamos que o jogador tal assinou contrato e será apresentado. Não é para explodir balão.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Al Hilal diz se aceita proposta do Fla por Thiago Neves nesta sexta-feira

Empresário do jogador diz que prazo foi combinado entre as partes. Valor oferecido pelo Rubro-Negro é menor que o pedido pelos árabes

Se a novela Ronaldinho Gaúcho parece interminável, o fim da espera do Flamengo por Thiago Neves está próximo. Pelo menos é que diz o empresário do jogador, Léo Rabello. Segundo o agente, o prazo para a resposta do Al Hilal sobre o desfecho do negócio se encerra nesta sexta-feira. Na última quarta, o Rubro-Negro enviou à Arábia Saudita uma contraproposta, mas ainda em um valor abaixo do que o clube espera para liberar o apoiador.

- O prazo para a resposta ao Flamengo termina amanhã (sexta) – disse Léo Rabello, ainda otimista.

O Flamengo planeja adquirir 20% dos direitos econômicos de Thiago Neves e contratá-lo por três anos. O jogador está no Rio à espera do acordo.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Botinelli comenta adaptação ao futebol brasileiro

O meia argentino Botinelli começou a trabalhar normalmente com o restante do elenco do Flamengo, em Londrina, na pré-temporada rubro-negra. O jogador afirmou que já se aproximou de outros estrangeiros do grupo e antes de acertar com o clube, falou com o seu compatriota Herrera, do Botafogo.

"As minhas referências são Maldonado e Fierro. Por serem do Chile, são os que eu mais conheço. Estou tranquilo. Já joguei em campeonatos como o Argentino e o Chileno. Peguei informações do Herrera, do Botafogo, que me falou um pouco sobre a cidade, e com o Montillo, do Cruzeiro. O Flamengo é uma equipe muito grande, com muita história no futebol. Espero ter muito sucesso aqui", disse ao site do clube.

Botinelli destacou que não terá problema de adaptação ao futebol brasileiro. O meia ressaltou que após a chegada de seus familiares ao país, ele ficará melhor.

"Não há problema em me adaptar. Eu me integro aos companheiros. Com a chegada da minha família, a adaptação será ainda melhor. Espero entrar no coração dos torcedores. Tenho que ter calma e manter o nível das partidas e fazer coisas diferentes para me firmar", finalizou.

Por: Gazeta Press

Flamengo faz contraproposta e espera por Thiago Neves

A negociação pelo meia Thiago Neves está se arrastando. O Flamengo fez uma proposta ao Al Hilal (SAU), mas o clube saudita rebateu com um valor fora dos padrões do futebol brasileiro. O rubro-negro contrapropôs e agora espera a resposta para definir a contratação. Segundo o empresário do jogador, Léo Rabello, a parte salarial já está acertada e o desejo do armador é voltar ao Brasil.

Em entrevista à ESPN Brasil, o procurador afirmou que o empecilho da transferência é a importância que Thiago Neves alcançou na Arábia Saudita. Na última temporada, marcou 25 gols e já está adaptado à cultura local. "O clube não quer negociar o jogador. Diz que não conseguirá outro da mesma posição e que ele já está adaptado", lamentou.

Além do rubro-negro, o São Paulo e o Fluminense também estão interessados no meia vice-campeão da Copa Libertadores da América com o tricolor carioca. No entanto, Rabello avisa que conversa apenas com o Flamengo. "Não posso negociar com dois clubes. Se eu não acertar com o Flamengo, tudo bem", justificou.

As tratativas entre Flamengo e Al Hilal já duram um mês. Se acertar, Thiago Neves deve ficar na Gávea com um contrato de empréstimo por um ano.

Por: Gazeta Esportiva

Santos teme concorrência e luta por renovação de Maikon Leite

A proximidade que os dirigentes do Flamengo garantem ter de um acerto com Maikon Leite, deixou o Santos alerta. O clube exigiu a permanência do jogador até o fim do contrato, dia 23 de junho, e tenta renovar o vínculo enquanto isso.

O Santos iniciou conversas com os empresários do atacante, e esperar definir um novo contrato em breve. Maikon, que já pode assinar pré-contrato com qualquer clube, é no momento o único jogador que a diretoria reconhece o risco de se transferir.

“Temos interesse na permanência do Maikon Leite. Só que o interesse de outros clubes por ele é real. Estamos conversando para tentar viabilizar a permanência dele”, destacou o diretor do Santos, Pedro Luiz Nunes Conceição.

Após passar o segundo semestre emprestado ao Atlético-PR, Maikon Leite teve o retorno exigido por Adilson Batista. O treinador considera o atacante velocista o substituto imediato de Neymar, e peça fundamental no elenco para a Libertadores.

“Conto com ele (Maikon Leite), mas sabemos como funciona o futebol. É quando entra o aspecto financeiro a gente não se mete nisso”, ressaltou Adilson.

Inicialmente, os dirigentes do Santos consideravam necessária a saída do atacante visto que seus empresários movem uma ação na Justiça contra o clube. A luta é por uma indenização de R$ 9,2 milhões, exatamente o valor dos 80% dos direitos econômicos do jogador, quantidade pertencente aos empresários.

A alegação é a de que Maikon Leite foi emprestado ao Atlético-PR sem que os detentores da maior parte de seus direitos tivessem sido consultados. Sendo assim, a visão dos empresários é de que houve uma quebra no de contrato, já que eles garantem que precisariam dar o aval antes de qualquer transação.

Por: João Henrique Marques

Além de Ronaldinho Gaúcho, Flamengo mira Nuno Gomes, do Benfica

O atacante português Nuno Gomes pode deixar o Benfica e ir para o Flamengo, divulgou nesta quinta-feira o jornal luso A Bola. Pouco aproveitado no time de Lisboa, o jogador está insatisfeito e estaria sendo sondado pela equipe rubro-negra, que ainda está na "jogada" também por Ronaldinho Gaúcho.

O jornal Record destaca ainda que o atacante português "já não aguenta mais" e está "cansado de ficar excluído".

O jogador, que participou apenas de quatro jogos e fez um gol pelo Benfica nesta temporada, anunciou em outubro de 2010 que não renovaria seu contrato com os 'encarnados' e que sairia no final da campanha no Português.

Nuno Gomes já disputou cerca de 300 partidas e marcou 121 gols pelo clube de Lisboa, segundo colocado no campeonato nacional.

Por: EFE Em Lisboa (POR)

Diretor do Milan avisa que seu coração pede para Ronaldinho jogar no Fla


Grêmio, Flamengo e Palmeiras estão oficialmente na disputa por Ronaldinho. Os gaúchos são os mais otimistas no momento. Ronaldinho Gaúcho diz não ter preferência. Mas Adriano Galliani, diretor do Milan envolvido na novela, não ficou em cima do muro e explicitou sua preferência pessoal: como torcedor flamenguista, gostaria de ver o meia-atacante na equipe de Vanderlei Luxemburgo.

“Se eu pudesse escolher, meu coração diria o Flamengo. Mas tem que ser uma negociação entre o Milan e o Flamengo”, declarou o dirigente durante a coletiva de imprensa concedida no hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro.

Galliani tem um apartamento no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, e pretende ficar no Brasil até resolver o futuro de Ronaldinho. Quando ele deu a declaração a favor do Flamengo, pessoas presentes à coletiva bateram muitas palmas.

A frase surpreendeu até Assis, irmão e empresário de Ronaldinho. “Acabei de perder as minhas palavras com o que o Galliani acabou de falar”, comentou o empresário, sorrindo.

Quem também se surpreendeu foi Ronaldinho. Mas não só com as palavras de Galliani. O jogador ficou impressionado com a presença de torcedores nos arredores do hotel em Copacabana, a maioria deles vestindo as cores do Flamengo.

“É de arrepiar ver os torcedores me esperando aqui no hotel”, completou Ronaldinho. A expectativa da dupla é decidir o futuro do meia-atacante até a próxima quarta-feira. Nesta tarde, eles anunciaram um acordo verbal para rescindir com o Milan e deram a garantia de que não conversarão com outra equipe italiana.

Por: Bernado Feital

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Meu Jogo Inesquecível: emoções de Christine Fernandes no Fla de 1987

Beijos de Bebeto para a mulher, Denise, após gol, vibração dividida do pai, um ex-colorado, e urubu jogado no campo marcam na final da Copa União

A atriz Christine Fernandes sempre arrumou tempo para dividir suas tarefas profissionais com as de esposa, mãe e... torcedora. Rubro-negra declarada, dessas de botar a camisa e ir para o Maracanã torcer alucinadamente, lembra com detalhes de um título. Afinal, decisão de campeonato é sempre um jogo especial. Melhor ainda com vitória. Fica sempre na memória. Na final da até hoje polêmica Copa União de 1987 entre Flamengo e Internacional - a CBF reconhece a conquista do Brasileiro para o Sport Recife -, a americana de Chicago, mas brasileira e carioca de carteirinha, lembra a euforia com que soltou o grito de "tetra" brasileiro após viver, naquele duelo vencido por 1 a 0, três momentos inesquecíveis.

A comemoração de Bebeto depois de marcar o gol, mandando beijos para a futura esposa, Denise, é o primeiro. A vibração apaixonada mas ao mesmo tempo "dividida" do pai, o gaúcho Antônio, flamenguista roxo desde a chegada ao Rio há mais de 40 anos, mas um antigo colorado, não passou em branco. E o urubu jogado pela torcida no campo que o ídolo Renato Gaúcho foi apanhar também acabou marcante.

- Aquela partida teve muito significado para mim. A Denise jogava vôlei comigo no Flamengo. Depois fui para o Bradesco Atlântica, mas continuamos muito amigas. Quando o Bebetinho fez aquele gol logo no início e mandou beijinhos para ela, fiquei muito feliz. Depois, ainda lhe dedicou a jogada. Foi lindo aquilo. Na comemoração, vibrei muito com meu pai, mas senti que o coração dele parecia apertado. Fiquei pensando: "Coitadinho do meu pai." Quando chegou ao Rio, assumiu logo o Flamengo, se apaixonou. Mas era uma decisão contra o Colorado, time pelo qual torcia antes... Sabia que, para ele, era uma final diferente... - disse Christine, vista recentemente nas telas da Globo no especial de fim de ano 'Diversão.com'.

A outra imagem inesquecível para Christine da partida foi quando a torcida jogou no gramado um urubu, ave-símbolo que no fim dos anos 60 virou mascote do Flamengo, desenhada pelo cartunista Henfil.

- Foi a maior vibração no Maracanã. Lembro que o urubu caiu perto do Taffarel, de quem eu sempre fui fã. Aí o Renato foi lá apanhá-lo. O meu pai já tinha contado a história de quando jogaram o urubu no campo pela primeira vez. O Flamengo não ganhava há muito tempo do Botafogo, e naquele dia venceu. Como na final do Brasileiro - afirmou, com autoridade de conhecer a história do clube.

O triunfo lembrado por Christine aconteceu em 1º de junho de 1969, em partida válida pelo Campeonato Carioca. O Flamengo não vencia o rival havia quatro anos, e saiu de campo com vitória por 2 a 1, gols de Arílson e Doval, com Paulo César Caju marcando pelo Alvinegro. Isso foi bem antes de a atriz nascer e viver ao lado do pai, no Maracanã, as belas tardes de domingo, como a de 13 de dezembro de 1987, apesar da chuva que caiu na cidade.

Naquela semana, inclusive, Christine, que já estudava nos EUA, voltou ao Brasil e fez questão de matar as saudades da família, do futebol e do clube do coração. O gol de Bebeto, aos 16 minutos do primeiro tempo, em passe preciso de Andrade, deixou o Flamengo, que empatara a primeira partida da final no Beira-Rio por 1 a 1, com domínio total da situação logo no início.

No segundo tempo, a equipe, treinada por Carlinhos e comandada em campo por Zico, que acabou substituído no fim e saiu ovacionado pela torcida, soube administrar o resultado e deu à atriz mais uma de tantas alegrias às vezes interrompidas pelas viagens desde quando se tornou modelo, antes de seguir a carreira atual.

- Em qualquer lugar que esteja, sempre procuro acompanhar. E aquele time era fantástico. Tinha Zico, Bebeto, Renato, Leandro, Andrade, Leonardo... O Zé Carlos no gol... O Edinho era do Flamengo! Adorava o Edinho... - lembrou Christine, que hoje não tem a companhia do pai para ver as partidas.



Seu Antônio agora acompanha só pela TV. Christine, a filha mais velha de uma família rubro-negra, vai ao estádio com o marido, o ator Floriano Peixoto, e o filho, Pedro, de sete anos. Ambos rubro-negros. O garoto, inclusive, dá os primeiros passos na escolinha rubro-negra. Como todo menino louco por futebol, sonha ser craque e busca inspiração em Messi, camisa 10 argentino que joga no Barcelona. O número da camisa e a posição são os mesmos do ídolo da mãe, desde menina encantada pelo Flamengo. E por Zico.

- Comecei a ir ao Maracanã com cinco, seis anos. Eu e meu pai íamos sempre de cadeiras especiais, que meu tio, tricolor, nos emprestava. Lembro quando saí do elevador do Maracanã, cheguei ali nas cadeiras e dei de cara com a torcida. Aquelas bandeiras, aquele colorido todo... A torcida do Flamengo causa um grande impacto. E aquela geração do Zico, do Junior, Adílio, Nunes, Mozer, Leandro, era especial. Conquistou tudo. Hoje, quando vejo o Zico me seguindo no Twitter, nem acredito - afirmou Christine, que logo em seguida fez questão de mostrar em sua máquina fotográfica foto posada de tiete ao lado do Galinho.

Outra partida lembrada pela atriz, cuja última novela em que trabalhou foi "Viver a vida", de Manoel Carlos, foi a goleada de 6 a 0 sobre o Botafogo, em 1981, pouco antes da avalanche de conquistas naquele ano - o time ganhou Carioca, Libertadores e Mundial de Clubes em menos de um mês.

- Dos gols eu me recordo vagamente. A imagem que mais me marcou foi uma entrevista com o Tita, contando que estava no Maracanã quando o Flamengo levou de 6 do Botafogo (em 1972) e, ainda juvenil, sonhava um dia dar esse troco. E naquele dia conseguiu. Isso para quem já foi atleta, como eu, acaba marcando. Sempre temos essa ideia na cabeça, de um dia podermos dar o troco.

Agora longe das quadras de vôlei e perto das câmeras de TV, Christine procura de alguma forma continuar ligada ao esporte não só como torcedora. Ataca de blogueira no Urubu News, site de uma torcida organizada rubro-negra. Uma boa saída para se aproximar de uma de suas paixões.

Por: Márcio Mará

Flamengo fica no empate com Mogi e vê São José liderar

O Flamengo não teve a estreia dos sonhos na Copa São Paulo Júnior. Nesta terça-feira, a equipe carioca ficou no empate por 0 a 0 com o Mogi Mirim, em São José dos Campos, e viu o São José terminar a primeira rodada na liderança do Grupo K, após bater o Gurupi-TO, por 3 a 1, na preliminar.

O destaque do Rubro-negro era o atacante Guilherme Negueba, que já trabalha entre os profissionais. Alçado à equipe principal na segunda metade do Brasileirão 2010, ele é utilizado como atacante por Vanderlei Luxemburgo. Meia de origem, está jogando mais avançado nas categorias de base para se habituar à nova posição.

A estratégia, pelo menos nesta terça, não surtiu efeito. Sofrendo com o estado do gramado, prejudicado em função da chuva, o Fla teve dificuldades para armar as jogadas no primeiro tempo e teve poucas oportunidades claras para abrir o placar.

No segundo tempo, a equipe manteve a postura de tomar a iniciativa e pressionar os paulistas, mas acabou prejudicado pela expulsão do zagueiro Frauches, que já tinha cartão amarelo, cometeu falta mais dura e foi expulso aos 20 minutos. Mesmo assim, o Rubro-negro continuou pressionando, foi mais presente no ataque, mas não conseguiu marcar o gol.

Agora, na segunda rodada da competição para jogadores de até 18 anos, o Flamengo enfrenta o Gurupi, sexta-feira, às 21h (de Brasília). Antes, às 19h, o Mogi Mirim duela com o São José.

Por: Gazeta Esportiva

Vander chega ao Flamengo confiante em buscar espaço e inspirado em Bebeto

Aos 20 anos, Vander acaba de receber a grande chance da carreira. De uma família humilde do bairro São Marcos, em Salvador, o jovem despontou no futebol com a camisa do Bahia e chamou atenção dos dirigentes do Flamengo. Contratado por empréstimo até o final do ano, o jogador realiza a pré-temporada rubro-negra em Londrina e acredita reunir condições para desempenhar o seu melhor com a camisa do Flamengo.

“Foi tudo muito rápido. Quando recebi a informação de vir para o Flamengo, pensei que seria a grande a chance da minha carreira. Em dois dias cheguei e estou aqui. A ficha não caiu ainda. Vou lutar para conseguir o meu espaço”, disse, acrescentando.

“Graças a Deus consegui ajudar o Bahia, fiz gols e dei assistências importantes. Sou meia, jogo mais pela beirada do campo e finalizo bem. Vou tentar repetir o futebol que apresentei em Salvador. O Renato (Gaúcho, ex-técnico do Bahia) me deu uma forma. Ele conversava muito comigo, era um boleirão, um cara gente boa que me ajudou muito. O Egidio também vem me passando experiência e vivência de Flamengo. Conheci-o lá na Bahia", comentou.

Vander contou um pouco da sua inspiração no futebol em Bebeto, ex-atacante do Flamengo e tetracampeão do mundo com a seleção brasileira. O jovem jogador cogita até um conselho direto do ídolo.

"O Bebeto me inspira um pouco, pois saiu do Vitoria, veio para o Flamengo e tece sucesso. Se eu pudesse ligar para ele seria bom. Para pegar conselhos, mas ainda não falei com ele", afirmou.

Por fim, comentou a rotina do Flamengo em sua primeira entrevista como jogador do clube mais popular do país.

“O trabalho está sendo diferente. Vai ser bom para mim. Tenho trabalhado forte para poder ter disposição para todo o ano”, encerrou.

Por: UOL Esportes

Segundo rádio, Ronaldinho assina com Flamengo na quarta-feira até 2014

A novela parece ter chegado ao fim.

Apesar dos jornais italianos terem garantido que o Grêmio será o próximo clube de Ronaldinho, o Flamengo ganhou a disputa com o Palmeiras e o próprio Grêmio.

Segundo informações da rádio globo, Ronaldinho Gaúcho chega ao Rio de Janeiro nesta quarta-feira e vai assinar com o Flamengo.

O contrato terá duração de 42 meses e Ronaldinho vai receber somente de salários cerca de R$ 1 milhão.

Empresário e irmão de Ronaldinho, Assis também estará presente no ato da assinatura.

Por: Bruno Voloch

Luxa vai ao mercado da bola e conclui: ‘Está muito difícil conquistar jogador’

Técnico tem atuado diretamente nas contrações do Flamengo para a temporada

Ronaldinho Gaúcho, Thiago Neves e Maikon Leite são possíveis reforços do Flamengo para a nova temporada. Negociações abertas, propostas feitas, refeitas, e uma espera com contextos intermináveis. O Rubro-Negro começou 2011 com mais dispensas que reforços. Até então, a diretoria anunciou o goleiro Felipe e os meias Darío Bottinelli e Vander. Na última segunda-feira, porém, o técnico Vanderlei Luxemburgo informou que Petkovic, Correa, Diogo, Val Baiano, Kleberson e Uendel não fazem mais parte dos planos.

Apesar de ter uma base, o treinador lembra que o clube trabalha para qualificar ainda mais o plantel. Uma missão difícil, que exige paciência e poder de negociação.

- Todos vocês (jornalistas) sabem das transações que estão tramitando. Mas algumas coisas não podem ser faladas por conta do mercado. Algumas coisas estão acontecendo, mas é muito difícil porque têm muitos envolvimentos. É imagem do jogador, empresário do jogador, adversário competindo. Está muito difícil conquistar jogador – frisou.

Luxa não vê o Flamengo mais fraco ou mais forte. Em Londrina, onde o grupo realiza a pré-temporada, ele tem 22 jogadores à disposição (sendo quatro goleiros). O meia argentino Darío Bottinelli, que ainda resolve pendências sobre sua transferência para o Brasil, é aguardado na cidade paranaense na noite desta quarta-feira. Ao mesmo tempo em que atua diretamente nas contratações, Vanderlei faz planos para o que já tem em mãos.

- Jogadores continuaram, outros não, alguns chegaram. Começamos a introdução do trabalho, da temporada. Se não chegar ninguém, tenho de armar o time com esse grupo. Mas estamos correndo atrás, buscando algumas coisas. Vamos torcer para definir o mais rápido possível – comentou.

O Fla ficará no Paraná até o próximo dia 17. Até lá, serão dois amistosos: dia 9, contra o Londrina, e dia 16, contra o América-MG. Ambos vão ocorrer no estádio do Café.

- Vamos ver ao longo da pré-temporada a equipe que vamos armar. A base eu já tenho. A reformulação começou lá atrás. Desde o início falei que o meu projeto no Flamengo era manter o time na Primeira Divisão, mas alguma coisa estava sendo analisada. As avaliações começaram durante o Brasileiro – explicou.

Por: Richard Souza

Fla sobe oferta por Thiago Neves

Rubro-Negro tenta chegar a um acordo com Al Hilal, da Arábia Saudita

O Al Hilal vai receber uma nova oferta do Flamengo por Thiago Neves nos próximos dias. O empresário do meia, Léo Rabello, informou nesta terça-feira que apresentará ao clube da Arábia Saudita a proposta do Rubro-Negro para ter o jogador. Thiago Neves deveria se apresentar no último domingo, mas foi liberado para permanecer no Brasil e tratar da transferência.

Todos os detalhes do contrato com o Fla estão amarrados, mas ainda há distância no valor pretendido pelos árabes para vender 20% dos direitos econômicos do meia.

- O clube aceitou negociar, mas a pedida continua alta. O Flamengo fez uma primeira oferta e ainda tenta encontrar um meio-termo. É uma negociação natural, mas complexa – comentou Léo Rabello.

O agente acredita que o desfecho do negócio será conhecido ainda esta semana. Enquanto isso, o jogador já começou a reorganizar a vida no Rio de Janeiro.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Léo Moura reafirma permanência e sonha com aposentadoria no Fla

Lateral-direito evita falar sobre possível reajuste salarial após recusar proposta do Internacional

Depois de cinco anos, parecia que o ciclo de Leonardo Moura no Flamengo havia chegado ao fim. Especulado como possível reforço do Internacional durante as férias de fim de ano, o lateral-direito se apresentou nesta segunda-feira para a pré-temporada rubro-negra e reforçou sua ideia de não deixar a Gávea.

- Estou aqui mais um ano. Sempre deixei claro meu desejo de permanecer no Flamengo e, se possível, encerrar a carreira aqui. Fico feliz pelo interesse do Inter, mas sou identificado com o clube, e isso pesa muito.

Sobre a possibilidade de permanecer no Flamengo com um reajuste salarial, Léo Moura preferiu não se estender muito nos comentários.

- Isso a diretoria é que tem de decidir se vale a pena e seu mereço. Vou deixar que as coisas sejam resolvidas internamente. Minha intenção é somente ajudar o Flamengo.

Enquanto garantiu sua permanência no Flamengo, com o qual tem contrato até o fim de 2011, Léo Moura viu partir o companheiro Juan. O camisa 2 do Rubro-Negro lamentou o acerto com o São Paulo, mas desejou sorte ao lateral-esquerdo.

- Torço para que tenha sucesso no São Paulo e que siga sua vida. Perdemos um amigo e um grande jogador, mas tenho certeza de que o Egídio vai agarrar essa oportunidade - disse Léo Moura, referindo-se ao lateral que volta de empréstimo do Vitória.

Por: globoesporte.com

Dispensas no Fla aliviam a folha, mas preocupam por pesadas rescisões

Departamento jurídico começa a se preparar para atender desejo de tirar Pet, Kleberson, Val Baiano, Correa e Diogo da lista de jogadores do clube

Correa chegou pouco antes das 9h de segunda-feira. Participou normalmente do primeiro treino do Flamengo de 2011. Recebeu a nova mala de viagem dos jogadores e deixou a Gávea para almoçar, retornar para a atividade da tarde e seguir para Londrina com a delegação. Entre uma garfada e outra, tocou o telefone e do outro lado da linha estava o gerente de futebol Isaías Tinoco. Ele o avisou que não precisava mais voltar. Correa descobriu ali que Vanderlei Luxemburgo não o queria mais.

Depois de se negar a comentar possíveis dispensas durante todo o mês de dezembro, o Rubro-Negro decidiu fazê-las entre um treino e outro e provocou mal-estar. Não apenas no relatado Correa, mas em todo o grupo.

Kleberson também não foi avisado com antecedência de que estava fora dos planos e foi ao treino. Val Baiano soube da decisão pela imprensa no dia 1º de janeiro. Diogo foi o único que conseguiu se programar.

Principal expoente da lista de jogadores excluídos do clube, Petkovic está na Sérvia desfrutando do Natal ortodoxo. Segundo a assessoria de imprensa do atleta, o Flamengo não o avisou da decisão e o ídolo da torcida mantém a programação de se apresentar na cidade do interior paranaense no dia 10 de janeiro.

Enquanto ele não chega, o departamento jurídico do clube começa a se preparar. Terá de examinar caso a caso e determinar que caminho seguir: rescisão, acordo ou empréstimo.

- Vamos ter de examinar cada contrato, sentar para acordar com cada um dos jogadores. Espero uma comunicação formal do departamento de futebol nesse sentido. Vamos definir se vamos pagar a verba rescisória ou realizar acordos. Isso deve ser feito tão logo chegue essa comunicação – disse o diretor jurídico Rafael De Piro.

Da lista de disponíveis, Kleberson é quem tem contrato mais longo: expira em dezembro de 2012. Aos 31 anos, o jogador é considerado uma boa moeda de troca, mas o alto salário dificulta o acerto com outros clubes.

Val Baiano e Petkovic têm mais um ano de vínculo e o caminho natural é a rescisão. Mas a situação não é tão simples. Para dispensá-los, o Flamengo terá que pagar 50% de tudo o que foi acordado. Desta forma, somando a dupla, o clube teria que desembolsar à vista cerca de R$ 2,1 milhões para não tê-los mais no elenco.

- Neste momento é muito difícil. Mas a determinação da presidência é que todos os acordos sejam cumpridos e que as rescisões sejam pagas para não prejudicarmos ninguém – afirmou De Piro.

Extinguindo o 'time matusalém'
O mesmo vale para Diogo e Correa, cujos contratos terminam no meio deste ano. O atacante está emprestado pelo Olympiacos até julho, mas os gregos não pretendem aceitá-lo agora porque contrataram um estrangeiro para a vaga dele.

- Não sabia disso. Vamos ver qual é a melhor saída, se conseguimos um parcelamento da dívida. Até o dia 6 temos de dar uma resposta formal à Fifa sobre o caso, e o prazo está sendo observado – disse o diretor jurídico, recordando a dívida de cerca de R$ 760 mil do
Flamengo por causa do empréstimo do atacante.

Caso consiga equacionar as saídas, o Flamengo diminuirá a média de idade do elenco, como almeja Luxemburgo. Kleberson (31 anos), Petkovic (38), Val Baiano (29) e Correa (30) formavam a base do que o treinador chamava nas conversas internas de “time matusalém”, em referência ao personagem mais longevo da bíblia, que morreu aos 969 anos. De todos da lista, apenas Diogo (23) não está perto ou acima dos 30.

Na folha salarial o espaço deixado pelos salários a menos será generoso. Sem o quinteto, o Flamengo deixará de pagar R$ 950 mil por mês e abre brecha, por exemplo, para a contratação de Thiago Neves e de um zagueiro.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Recomeço: Fla chega a Londrina para a pré-temporada e é acolhido

Paranaenses demonstram apoio ao time, que ficará até o dia 17 na cidade

Se vai passar duas semanas fora do Rio, o Flamengo precisa de um lugar para se sentir em casa. Pela primeira impressão, Londrina se apresenta como a escolha certa. A delegação rubro-negra desembarcou na cidade paranaense no início da madrugada desta terça-feira e foi recebida por cerca de 100 torcedores no aeroporto da cidade. Gente que perdeu algumas horas de sono e preferiu dormir mais tarde só para ter um breve contato com os jogadores.

O grupo do Fla deixou o Rio às 22h desta segunda, fez conexão em Curitiba, até chegar a Londrina. A recepção foi acolhedora. Assim como na saída da capital carioca, o goleiro Felipe, principal reforço apresentado até então, o lateral-direito Léo Moura, o zagueiro Ronaldo Angelim, o volante Willians e o técnico Vanderlei Luxemburgo foram os mais assediados.

- O Flamengo é isso. Uma e meia da manhã, e a torcida de fora do Rio comparece ao aeroporto para nos receber. Isso é importante. A ideia é trabalhar nessas duas semanas para chegar no Estadual bem – disse Felipe.

Deivid foi atencioso com os fãs e parou para distribuir autógrafos e posar para fotos. Depois de um desempenho abaixo da expectativa em 2010, quando fez quatro gols em 17 jogos do Brasileirão, o atacante enxerga a preparação como um recomeço.

- É bom receber o carinho da torcida. Esperamos fazer uma boa pré-temporada e dar alegria para eles. Chegou a pré-temporada que eu estava esperando. Quero fazer um bom trabalho aqui e ficar bem para o ano todo – frisou.

É um recomeço para o Flamengo, que fracassou no ano anterior e se viu ameaçado pelo rebaixamento até a penúltima rodada do Nacional. Luxemburgo vai preparar a equipe para a nova temporada até o dia 17. Inicialmente, ele tem à disposição 22 dos 28 jogadores convocados para a viagem.

Segundo a assessoria de imprensa do clube, o meia Darío Bottinelli vai se juntar ao grupo nesta terça-feira. Alguns dos atletas que disputam a Copa São Paulo de Juniores e que defendem a Seleção Brasileira sub-20 serão utilizados no elenco de profissionais tão logo encerrem suas participações nas respectivas competições.

O Flamengo confirmou a ausência de Petkovic, Kleberson, Correa, Val Baiano e Diogo de seus planos para 2011. Eles foram excluídos da lista da pré-temporada e não permanecerão no clube, embora ainda tenham contrato em vigor.

Torcida demonstra confiança
O cobrador de ônibus Gregori Vinícius ignorou o fato de ter de acordar às 5h para trabalhar. O relógio marcava quase 2h, e ele ainda estava no aeroporto para ver a saída do ônibus que levaria a delegação ao hotel.

- Daqui a pouco vou levantar. Mas vale o esforço. Acho que esse time está bom, Vanderlei vai fazer um bom trabalho, tem o Felipe. Era o que precisava, de um goleiro. A temporada passada foi muito difícil, sem título, espero uma boa temporada. Vamos ver se dá tudo certo – disse.

Os amigos Alexandre e Felipe foram os primeiros a chegar no aeroporto e pretendem seguir o Flamengo o máximo possível.

- A vinda no Flamengo nos pegou de surpresa. Sem explicação ficar perto dos jogadores do nosso time. Consegui foto do Luxemburgo, do Renato. Estou otimista. Que o Ronaldinho Gaúcho chegue e nos ajude (risos) – disse Alexandre.

A programação já está definida: assistir aos treinos e amistosos do Rubro-Negro na cidade.

- Estamos aqui desde as dez da noite. Se fosse preciso, ficaria até cinco, seis horas da manhã. Vamos acordar cedo para ir ao CT ver o treino. Os ingressos para os amistosos já estão comprados (o Fla enfrenta o Londrina, dia 9, e o América-MG, dia 15, ambos no estádio do Café).

Até sábado, os treinos serão às 10h e às 16h30m, no CT da SM Sports. No domingo, o amistoso contra o Londrina será às 16h30m.

Confira abaixo a lista dos jogadores convocados para a pré-temporada:
Goleiros: Felipe, Marcelo Lomba, Paulo Victor e Vinícius
Laterais: Leo Moura, Galhardo (Sub-20), Digão (Copa SP), Egídio e Rodrigo Alvim
Zagueiros: Welinton, David, Ronaldo Angelim, Jean e Marllon (Copa SP)
Volantes: Fernando, João Victor, Maldonado, Luiz Felipe "Muralha" (Copa SP) e Willians
Apoiadores: Renato, Bottinelli, Vander, Marquinhos e Fierro
Atacantes: Negueba (Copa SP), Diego Maurício (Sub-20), Romário e Deivid

Por: Richard Souza

Capítulos finais: Thiago Neves se reúne com Fla e encomenda carro

Jogador permanece no Rio à espera de acordo entre o Al Hilal e o Rubro-Negro. Negociação não depende de acerto com Ronaldinho Gaúcho

Thiago Neves deveria se apresentar ao Al Hilal no último domingo. Mas a certeza de que o futuro está fora da Arábia Saudita é tanta que ele foi liberado para permanecer no Brasil e tratar da transferência para o Flamengo.

O jogador já começou a reorganizar a vida no Rio de Janeiro. Depois de duas passagens pelo Fluminense, ele caminha para o acordo com o maior rival e iniciou o planejamento encomendando um novo carro.

Nesta segunda-feira aconteceu mais um encontro do jogador com representantes do Rubro-Negro. Todos os detalhes do contrato estão amarrados, mas ainda há distância no valor pretendido pelos árabes para vender 20% dos direitos econômicos do meia.

- Dessa semana não passa. O Thiago está no Rio porque foi liberado para resolver a situação dele com o Flamengo. Dá para chegar a um acordo – disse o empresário do atleta, Léo Rabello, por telefone.

Apesar das altas cifras envolvidas na contratação de Thiago, o Flamengo não condiciona a vinda dele à negociação com Ronaldinho Gaúcho.

- Uma coisa não tem nada a ver com a outra. São negociações que se completam – disse o vice-geral Hélio Ferraz.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Peixe ignora negociação de Maikon com Fla. Adilson conta com atacante

Treinador afirma que quer trabalhar com o jogador. Já a diretoria alvinegra fala até em renovar o contrato, que vence no dia 23 de junho

Enquanto no Rio de Janeiro um acordo entre o atacante Maikon Leite e o Flamengo é dado como certo, em Santos essa informação é completamente ignorada pelos representantes do Peixe. O jogador se reapresentou no CT Rei Pelé nesta segunda-feira e está nos planos do técnico Adilson Batista para, pelo menos, nos primeiros seis meses de 2011: seu contrato vence no dia 23 de junho.

- Ele fica aqui. A princípio está trabalhando com o restante do grupo. Agora, a gente sabe como funcionam as coisas no futebol. Há aspectos financeiros e eu não interfiro nisso. Mas conto com ele, sim - afirmou Adilson.

Já o diretor de futebol do Peixe, Pedro Luis Nunes Conceição, afirma que desconhece qualquer acordo entre o Maikon e Flamengo e garante que o jogador fica na Vila Belmiro pelo menos até o término do seu contrato. Há até a intenção de renovação.

- O Maikon está nos nossos planos. Ele tem contrato e vai cumprir. A única coisa que temos é um pedido de reunião feito por seu empresário, mas ainda não foi marcada. Nossa intenção é renovar com o jogador, mas isso é algo que não depende apenas do clube.

Revelado pelo Santo André, Maikon chegou ao Santos em 2008. Depois de duas graves lesões no joelho, ele foi emprestado ao Atlético-PR. Se destacou durante o Brasileirão do ano passado e chamou a atenção de Palmeiras e Flamengo.

Por: Adilson Barros

Furacão tem interesse em Kleberson, mas salário pode impedir negócio

Flamengo não pretende continuar com jogador revelado pelo Atlético-PR. Gerente de futebol do clube paranaense vê dificuldades na negociação

O meia Kleberson está fora dos planos do Flamengo, uma decisão anunciada nesta segunda-feira, e um dos destinos possíveis para o jogador é o Atlético-PR clube que o revelou. Porém, um obstáculo para o retorno à Baixada é o alto valor do salário dele, que se valorizou nos quase oito anos em que esteve longe de Curitiba.

O empresário do atleta, Marcos Antônio Silva, terá reunião com o Flamengo. O Furacão tem interesse no jogador desde que haja um empréstimo e que 3/4 do salário sejam pagos pelo clube carioca. Silva afirmou que Kleberson deseja ser vendido.

- Aparentemente, o Flamengo vai tentar negociar o jogador. Teremos reunião para ver a real intenção - explicou Silva.

No Atlético, não há tanto otimismo quanto ao sucesso no retorno do jogador.

- Muito difícil que aconteça. A não ser que ali não exista outra negociação e o Flamengo tope nossa proposta - disse o gerente de futebol do Furacão, Ocimar Bolicenho.

Reforços chegam para exames


Dos novos reforços atleticanos, o atacante Wescley e o zagueiro Flávio fizeram exames médicos nesta segunda-feira. O volante Alê e o zagueiro Gabriel têm chegada prevista para terça-feira. O atacante Lucas se reapresentará junto com o restante do grupo nesta quinta-feira.

O Furacão ainda negocia com o Ceará a vinda do volante João Marcos, que havia sido anunciada pelo time paranaense, porém negada pelo clube cearense.

Por: globoesporte.com

Luxa não fala sobre Ronaldinho e diz que Fla ainda não parou de contratar

Técnico, no entanto, evitar comentar nomes de possíveis reforços e até mesmo as necessidades da equipe

Ano novo, velho discurso. Na volta ao trabalho, o técnico do Flamengo, Vanderlei Luxemburgo, repetiu algumas de suas tradicionais frases sobre possíveis contratações do rubro-negro para a temporada que se inicia. Como de hábito, falou quase nada sobre o tema. Não comentou sequer o caso de Ronaldinho Gaúcho, que tem proposta do clube. Entretanto, assegura que o departamento de futebol não parou de trabalhar.

Além de Ronaldinho, o Flamengo tenta acertar com o meia Thiago Neves, do Al-Hilal, da Arábia Saudita, e o atacante Maikon Leite, do Santos.

- Negociação é complicado. Envolve tempo, dinheiro. O Flamengo não parou. Continuam algumas negociaçãos em curso. Leva um pouco mais de tempo às vezes. Queria estar com o elenco definido, mas ainda não dá. Negociação é sempre assunto interno. Concluímos e passamos para vocês. Participo das negociações com certeza, estou atento ao mercado. Passei quatro dias de férias pescando e o resto trabalhando. Quando for resolvido, vocês vão saber os motivos de alguém chegar ou não. Todos os clubes querem o Ronaldinho Gaúcho. Não posso dizer que o Flamengo não quer, mas são assuntos discutidos internamente – repetiu.

O lateral-direito e capitão Léo Moura diz que está na torcida pela chegada do craque do Milan (ITA).

- Torcemos para que ele venha, porque o Flamengo sempre teve grandes jogadores. Espero que ele possa estar conosco na pré-temporada - comentou.

Vanderlei não diz quem pode chegar, mas já definiu os que não estão nos planos. No início da tarde, o clube informou via site oficial a relação de atletas convocados para a pré-temporada em Londrina. O meia Petkovic, os volantes Kleberson e Correa, o lateral-esquerdo Uendel e os atacantes Diogo e Val Baiano estão fora da lista e vão deixar o Fla, conforme explicou o treinador.

- Os que não forem estarão liberados para seguir a vida, serão entregues à diretoria e vão poder abrir negociação com outros clubes - avisou, pouco antes da divulgação da lista dos jogadores que viajam à noite para a cidade paranaense.

Elogios aos reforços

A manhã desta segunda-feira também marcou o primeiro contato dos reforços com o grupo. O goleiro Felipe e o meia Vander conheceram os novos companheiros. Darío Bottinelli não apareceu. Segundo a assessoria do clube, o meia ainda está na Argentina e se apresenta em Londrina nesta terça.

- Felipe é um goleiro de muito sucesso, excelente goleiro. O Vander é um jogador que estamos acompanhando, tivemos a chance de trazer para cá, jovem, emergente, interessante. O Darío foi uma negociação de dois meses, acompanhando, mandando ver jogo. Se vai fazer sucesso ou não, não sabemos. Mas se encaixa naquela posição em que o futebol brasileiro está muito carente - comentou.

Os jogadores voltam a treinar às 17h, também na Gávea. O embarque para Londrina será às 22h.

Por: Richard Souza

Ausentes da pré-temporada, Pet e Kleberson estão fora dos planos

Ainda na Sérvia, meia é ausência da lista de jogadores que viajam para Londrina nesta segunda-feira. Correa também é excluído

O Flamengo confirmou a ausência de Petkovic e Kleberson de seus planos para 2011. Excluídos da lista dos jogadores que viajam para Londrina na noite desta segunda-feira, assim como o volante Correa, o sérvio e o campeão do mundo pela Seleção em 2002 não permanecerão no clube na próxima temporada, embora ainda tenham contrato em vigor. Mais cedo, antes da divulgação da lista, o técnico Vanderlei Luxemburgo deixou claro que aqueles que não viajariam para a pré-temporada é porque seguiriam outro rumo.

- Alguns jogadores não vão para a pré-temporada para seguirem suas vidas porque não vão ficar. Não quer dizer que a carreira deles acabou. É um processo natural. Os que não forem estarão liberados para seguir a vida, serão entregues à diretoria e vão poder abrir negociação com outros clubes - explicou o treinador.

Na manhã desta segunda-feira, os atacantes Val Baiano e Diogo já não tinham se apresentado. O primeiro, que tem contrato até o fim de 2011, foi comunicado no fim das férias, e o segundo, que está emprestado até junho, pode não ficar por causa de uma dívida do Flamengo com o Olympiacos, da Grécia, dono de seus direitos. No entanto, Kleberson, vinculado ao clube até o fim de 2012, e Correa, contratado até o meio deste ano, trabalharam fisicamente no dia da reapresentação.

Petkovic permanece na Sérvia, onde comemora o Natal ortodoxo no dia 7. O meia, que tem contrato até o fim de 2011, tinha sua situação indefinida. No entanto, a lista de convocados de Vanderlei Luxemburgo acabou por confirmar que não será aproveitado na temporada.

Por ainda terem contrato com o Flamengo em vigor, os jogadores excluídos da pré-temporada seguirão treinando no Rio de Janeiro até que haja uma definição sobre seus destinos.

Alguns dos atletas que disputam a Copa São Paulo de Juniores e que defendem a Seleção Brasileira sub-20 serão utilizados no elenco profissionais tão longo encerrem suas participações nas respectivas competições.

Confira abaixo a lista dos jogadores que vão para Londrina:


Goleiros: Felipe, Marcelo Lomba, Paulo Victor e Vinícius
Laterais: Leo Moura, Galhardo (Sub-20), Digão (Copa SP), Egídio e Rodrigo Alvim
Zagueiros: Welinton, David, Ronaldo Angelim, Jean e Marllon (Copa SP)
Volantes: Fernando, João Victor, Maldonado, Luiz Felipe "Muralha" (Copa SP) e Willians
Apoiadores: Renato, Bottinelli, Vander, Marquinhos e Fierro
Atacantes: Negueba (Copa SP), Diego Maurício (Sub-20), Romário e Deivid

Por: globoesporte.com

Flamengo usa 'realinhamento' para falar sobre mudanças na comissão

Treinador e chefe do departamento médico explicam necessidade de dedicação exclusiva ao clube e melhoria dos salários

Afastamento e nem demissão. Realinhamento. Essa foi a palavra utilizada por Vanderlei Luxemburgo e José Luiz Runco ao comentar a saída de alguns profissionais da comissão técnica pouco antes do início da nova temporada. No dia da reapresentação do Flamengo, na Gávea, a explicação foi a necessidade de dedicação exclusiva ao clube e o reajuste salarial.

- Alguns entram e outros saem do futebol profissional para serem realinhados em outra função. Provavelmente, todos serão reaproveitados dentro do Flamengo. É uma decisão de consenso que visa a melhorar o salário e a contar com pessoas exclusivas no clube. Tivemos que repor a vaga do Daniel Jouvin, que foi para o Bayer Leverkusen, e o João Marcos vai trabalhar na musculação. Mário Peixoto vai assumir a fisioterapia - explicou Runco, chefe do departamento médico rubro-negro.

Na nutrição, Sílvia Pinto foi deslocada para as categorias de base, com o futebol profissional ficando a cargo de Leonardo Acro. Além disso, o preparado físico Marcelo Martorelli volta ao clube, após fazer parte da comissão técnica de Andrade.

Vanderlei Luxemburgo também reforçou que as mudanças foram consensuais e explicou que alguns funcionários, como o psicólogo, serão prestadores de serviços, realizando trabalhos de acordo com a necessidade.

- É um realinhamento para que haja dedicação exclusiva e para que os salários sejam equiparados com o atual mercado do futebol - disse o treinador.

Nos últimos dias de férias, alguns funcionários do Flamengo foram comunicados que não precisariam se apresentar nesta segunda-feira. Não fazem mais parte da comissão ténica os fisioterapeutas Gláucio Barbosa e Leonardo Reis, o fisiologista Paulo Figueiredo, o psicólogo Paulo Ribeiro, a nutricionista Silvia Pinto e o médico Walter Martins.

Por: Richard SOuza

Fla negocia empréstimo de Vinícius Pacheco ao Vitória

Jogador disputou a Série B do ano passado pelo Figueirense

O Flamengo negocia o empréstimo de Vinícius Pacheco ao Vitória. O apoiador de 25 anos disputou parte da Série B do ano passado pelo Figueirense, e o departamento de futebol rubro-negro decidiu que ele será utilizado por outro clube.

No início de 2010, Vinícius se destacou pelo Flamengo e chegou a deixar Petkovic no banco de reservas. No entanto, o rendimento dele caiu, e a torcida passou a vaiá-lo seguidamente.

O técnico Vanderlei Luxemburgo tenta enxugar o plantel. Alguns atletas ainda pouco conhecidos serão emprestados a equipes menores do Rio. Para o Duque de Caxias, irão os volantes Lenon e Antônio, o meia Lucão e o zagueiro Marlon. O meia Erick Flores, que defendeu o Ceará na Série A e jogou parte da Segundona pelo Náutico, e o goleiro Marcelo Carné vão defender o Boavista, de Saquarema.

O meia Vitor Saba também vai jogar em outra equipe, mas ainda não tem destino definido. Além de Duque de Caxias e Boavista, o Flamengo tem conversado com dirigentes do Bangu, que também pode receber jogadores da Gávea.

O grupo rubro-negro inicia a pré-temporada nesta segunda-feira. À noite, depois de treinar em dois períodos, a delegação viaja para Londrina, no Paraná, onde ficará até o dia 17.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

domingo, 2 de janeiro de 2011

Fla trabalha para anunciar o atacante Maikon Leite

Jogador do Santos seria o quarto reforço rubro-negro para a temporada

A diretoria do Flamengo trabalha para anunciar nesta segunda-feira a contratação do atacante Maikon Leite, de 22 anos. O jogador estava emprestado ao Atlético-PR e tem contrato com o Santos até o meio deste ano. O Rubro-Negro planeja comprar os direitos econômicos do atleta, que deve assinar um contrato de quatro temporadas.

O desfecho do negócio, no entanto, depende da diretoria santista. O Palmeias tentou contratá-lo e propôs uma troca, mas esbarrou no desejo do técnico Adilson Batista de contar com o jogador. O grupo do Peixe volta das férias nesta segunda-feira.

Maikon Leite seria um pedido de Vanderlei Luxemburgo e se enquadra no processo de rejuvenescimento que o técnico tenta aplicar no Flamengo. Maikon foi revelado pelo Santo André e chegou ao Santos em junho de 2008. Em agosto daquele ano, numa partida contra o próprio Fla, na Vila Belmiro, sofreu uma grave lesão no joelho direito, que o afastou até 2009. Depois de uma longa recuperação, voltou a jogar, mas sofreu novas lesões. Foi emprestado ao Atlético-PR em maio de 2010 e disputou o Campeonato Brasileiro pelo Furacão.

O grupo do Flamengo também se reapresenta nesta segunda-feira. O goleiro Felipe e os meias Darío Bottinelli e Vander são as caras novas até o momento. A volta ao trabalho será na Gávea, às 9h. À noite, a delegação embarca para a pré-temporada em Londrina, no Paraná.

Por: globoesporte.com

Traffic viabiliza e Ronaldinho Gaúcho deve ser do Flamengo

Uma reunião neste domingo fez avançar muito a relação entre o Flamengo e o procurador/irmão de Ronaldinho Gaúcho, Roberto de Assis Moreira. Ronaldinho está hospedado na suíte do hotel Windsor, que normalmente hospeda o Flamengo. Isso à parte, o negócio avançou demais e Ronaldinho pode ser jogador do Flamengo até quarta-feira.

O contrato prevê participação de Ronaldinho como sócio da operação em vários aspectos. Em outros, ele só terá participação quando a operação atingir certos níveis financeiros. A diferença fundamental entre a sociedade de Ronaldinho com o Flamengo e do Corinthians com Ronaldo é a Traffic.

O fundo de investimento da Traffic viabiliza o negócio e faz com que o Flamengo aproxime o salário de Ronaldinho um pouco mais do que recebia no Milan. Se a direção do Grêmio já deu declarações dando declarações de que não sabe qual a melhor proposta do Brasil (Flamengo, Grêmio ou Palmeiras), esta dúvida está desfeita. A melhor proposta é a do Flamengo.

O negócio não está fechado e a palavra de Assis, seu procurador, nem sempre vale muito. Mas Ronaldinho só não assinará com o clube da Gávea nesta semana se bater o pé querendo voltar a Porto Alegre. Não é o caso. Tudo indica que Ronaldinho será jogador do Flamengo em 2011.

Por: Paulo Vinicius Coelho

Adriano retorna à Itália e afirma que Gaúcho sonha jogar no Flamengo

'Não posso dizer para onde ele vai', despista o Imperador

O Flamengo ganhou um ótimo cabo eleitoral na briga para contratar Ronaldinho Gaúcho. O atacante Adriano almoçou neste domingo com o craque e o aconselhou a acertar com o Rubro-negro carioca. Segundo o Imperador, que não quis adiantar qual a decisão do amigo, há grande chance do destino do camisa 80 do Milan ser a Gávea.

- É o sonho dele jogar um dia no Flamengo. Eu falei para ele que em certas horas o que é mais importante é o coração. Não importa o dinheiro, nem a chance de atuar na Europa. O que vale mais é jogar onde a gente quer e se sente bem. Não posso dizer para onde ele vai. Ainda está definindo o futuro dele – despistou o atacante.

Retorno ao Roma

Adriano embarcou neste domingo para a Itália, onde deveria ter chegado no último dia 29 de dezembro. Contudo, um problema familiar impediu que ele se reapresentasse ao Roma na data marcada.

- Meu tio ficou doente e foi parar no hospital. Por isso, nosso réveillon foi até um pouco triste. Mas ele já está um pouco melhor. Eu informei ao Roma que isso aconteceu. Acho que não haverá problemas lá.

No aeroporto, Adriano foi assediado não só pelos brasileiros, mas também por estrangeiros. Um pequeno fã português chegou a pedir para que ele fosse para o Benfica.

Por: globoesporte.com

Flamengo 'passa a bola' para Ronaldinho e aguarda decisão pessoal do astro

Com um projeto de marketing idealizado desde o meio do ano passado, o Flamengo entende que já fez o possível para contratar Ronaldinho Gaúcho. A diretoria garante ser dona da melhor proposta pelo astro e diz não ter mais o que fazer sobre a questão. No momento, a presidente Patricia Amorim e seus pares estão aguardando a definição do jogador sobre o seu futuro.

Em prática, a mandatária rubro-negra espera o resultado de uma reunião entre Ronaldinho, Assis (irmão e empresário), e o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani. No encontro, que acontecerá até a próxima segunda-feira, será discutida a forma como se dará a saída do jogador do clube italiano.

Antes disso, a presidente rubro-negra não se encontrará com o astro. A informação foi confirmada pelo diretor de comunicação do Flamengo, Bernardo Monteiro, após contato da reportagem do UOL Esporte.

"Não temos nenhum encontro marcado com o Assis e o Ronaldinho para hoje (domingo). Entendemos que a bola está com eles. O Flamengo não tem mais o que falar. Vamos anunciar se acontecer o acerto. Sabemos que temos a melhor proposta e o melhor projeto", afirmou.

Também na edição deste domingo do jornal carioca “O Dia”, a presidente rubro-negra mostrou otimismo com a reviravolta na negociação a favor do Flamengo nos últimos dias.

“Com a gente, estava tudo parado, um hiato durante o Natal. Mas, de uns dias para cá, a coisa esquentou para o nosso lado. Nossa proposta é consistente, envolvendo uma operação financeira que não é pequena. A parte salarial já está fechada, mas a conta que o Milan faz está relacionada aos seis meses que faltam para o fim do contrato do Ronaldinho. O que posso dizer é que ele vem para o Brasil. Não sei se para o Flamengo, mas ele vem. Vai ser agora”, disse a dirigente.

No Flamengo, uma parceria com a Traffic foi formalizada e garante ao craque um salário de R$ 1 milhão e um contrato de 30 meses de duração. Ronaldinho ainda poderia lucrar mais R$ 500 mil mensais em contratos de imagem e ações de marketing. Por outro lado, a situação pode mudar de figura caso os milaneses exijam que seja pago o valor da multa rescisória de Ronaldinho, R$ 17, 5 milhões, valor não compatível com as possibilidades rubro-negras.

O meia chegou ao Rio de Janeiro na noite do último sábado e driblou os jornalistas que o esperavam no Aeroporto Internacional. Ronaldinho desembarcou no Aeroporto Santos Dumont. De lá, foi para a Barra da Tijuca, bairro no qual possui um apartamento. Ronaldinho foi flagrado jantando em uma churrascaria e chegou a tirar fotos com os torcedores.

Outro clube que está na luta pelo jogador é o Grêmio. Os dirigentes gaúchos têm dado declarações otimistas sobre a possibilidade do retorno de Ronaldinho ao Olímpico e também aguardam o desfecho da negociação. Antes da ida para a capital fluminense, Ronaldinho esteve ao lado de Omar Aref, de 30 anos, no voo que o levou de Dubai, onde o Milan realiza treinamentos, para São Paulo. Fã do futebol do brasileiro, o torcedor garantiu que o meia optou pelo Grêmio e confidenciou isto durante a viagem.

Por: Vinicius Castro