sábado, 4 de setembro de 2010

Silas exclui Val Baiano e Leandro Amaral do jogo contra o Santos

Apesar de conversa ao pé do ouvido, Vinícius Pacheco também está fora da relação para a partida deste domingo


No último mês, Val Baiano e Leandro Amaral tiveram a responsabilidade de resgatar a força do ataque do Flamengo pós-Império do Amor. Em um primeiro momento, não conseguiram sucesso e amargam jejum de oito e cinco jogos, respectivamente. A primeira consequência virá neste domingo. O técnico Silas não os colocou na lista de concentrados para a partida contra o Santos, no Maracanã. Os dois foram tiveram uma conversa à parte com o técnico e foram informados da decisão. Diogo, Deivid e Diego Maurício serão as três opções para o ataque.

Na entrevista coletiva de sexta-feira o treinador deu a entender que poderia tirar Petkovic ou Renato da equipe titular. Entretanto, Vinícius Pacheco não será o substituto. Silas conversou com o apoiador após o treino de quinta-feira, mas o manteve fora da relação nesta rodada.

O Flamengo não divulga a lista de concentrados, mas sabe-se também que os volantes Toró, Maldonado e Fernando estão entre os 19. Desta forma, cresce a chance de um dos três entrar no time titular.

O técnico Silas comandará um treino fechado na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu. Preocupado com o desgaste físico do elenco, ele evitou coletivo ou trabalho tático na sexta-feira e preferiu prolongar o tempo de recuperação após a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, quarta-feira.

Flamengo e Santos se enfrentam neste domingo, às 16h (de Brasília). O GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Saiba mais do passado da dupla flamenguista Deivid-Diogo

Novo ataque do Fla tem par de bons moços: Diogo e Deivid


Dona Cláudia promete ser um personagem bastante presente nos próximos meses de Gávea. Se você ficou em dúvida de quem se trata, aqui vai a apresentação: é a inseparável mãe de Diogo, contratado pelo Flamengo para jogar com Deivid. Espécie de faz-tudo do garoto, ela ficou famosa nos tempos em que ele atuava na Portuguesa. Suas atitudes vão de frequentar negociações de contrato até a interferir no trabalho dos assessores de imprensa que cuidam da imagem de seu filho.

"Ela é protetora como toda mãe. Está sempre por perto, procura conversar muito comigo, me ajuda bastante", conta Diogo ao Terra. Enquanto o atacante chegava ao Flamengo, ela cuidava dos últimos detalhes da mudança de Atenas para o Rio de Janeiro. Bem comportado desde sempre, ele admite que a mãe também freou seus ímpetos de jovem seduzido pelo que o futebol oferece na vida pessoal. "Quando eu era mais novo, ela controlou sim. Agora já tenho uma certa idade, não é mais preciso", diz Diogo, 23 anos.

Companheiro dele no Olympiakos, da Grécia, o também brasileiro Dudu Cearense reforça que Diogo está longe de poder causar problemas ao estilo de Vagner Love e Adriano. "Ele é tranquilo, bastante família, não causa nada de ruim fora de campo. Hoje já não é mais criança", conta Dudu, segundo capitão do time grego. "É uma pessoa muito especial, um amigo que ganhei. Chegou como coadjuvante na Europa e sempre fiz de tudo para que se adaptasse rápido", diz ao Terra.

O parceiro de Diogo

Bom moço e ligado à família, ele faz um par ideal com Deivid, com quem deve compor a nova dupla de ataque do Flamengo. Com sua atual mulher há 10 anos, ele arranca elogios sinceros do cunhado Felipe Carrilho, que também faz papel de agente. "Sabe como é: se ele pisar na bola, a casa cai para ele", brinca antes de explicar o perfil do novo camisa 99 do Fla.

"O Deivid está muito centrado, gosta de ficar com a família e, na Turquia, estava muito distante de todos e sempre levava alguns amigos para lá. Não é um cara de ficar saindo", lembra Felipe, que enxerga um ambiente complicado. "A pressão é grande. Esperam muito dele e do Diogo. Claro que sozinhos não fazem o time ganhar, mas ele estará muito comprometido".

Deivid já jogou em clubes de muita pressão: foi centroavante do Santos na época do incômodo jejum, passou por um Corinthians sedento por títulos e foi ídolo no futebol turco, onde a razão quase nunca pauta a atitude dos torcedores.

"Quando se fala de Flamengo, qualquer coisa que você faz a repercussão é bem grande. Se você faz algo positivo ou negativo, a repercussão é maior. Se você pega um jornal, tem uma página para Vasco, outra para Fluminense, outra para o Botafogo, e três para o Flamengo", diz ele, consciente do que tem pela frente.

Por: Dassler Marques

Preparador fala sobre Petkovic e Renato

Condicionamento dos meias preocupa comissão do Fla

A condição física de Petkovic e Renato causa preocupação na Gávea, expressada na última quinta-feira pelo volante Correa. É nítido que os dois armadores não estão conseguindo render o que se espera deles. Por isso, o novo preparador físico do grupo, Emerson Buck, sabe que terá muito trabalho pela frente.

Renato, 32 anos, estava no Al Shabab, dos Emirados Árabes, e sofre com o fato de ter treinado em apenas um período, à noite, no tempo em que esteve fora do Brasil. Já o sérvio, com 37 anos, não consegue mais atuar no mesmo nível durante os 90 minutos de uma partida.

- Com relação ao Pet, é mais uma questão de dosar. É preciso ter um cuidado especial quando o jogador é veterano, para que não se lesione. Com Renato, é questão de condicionamento físico. Ele já chegou começando a jogar, e é preciso dar uma lapidada. Sabemos que é difícil jogando no meio de semana, mas vamos fazer o possível para recuperá-lo - disse Emerson Buck, em entrevista à Rádio Brasil.

Indicado por Silas para assumir o posto de Toninho Oliveira, Buck foi logo avisado que melhorar a preparação física da equipe era uma das maiores preocupações do diretor executivo Zico.

- É um momento de união e sacrifício para tirar o Flamengo desta situação. É um clube grande, de ponta, e deveria estar brigando lá na frente. Neste momento, não podemos puxar muito na parte física, mas vamos trabalhar o emocional e fazê-los comprar essa ideia - completou o preparador.

Com 21 pontos, o Flamengo é o 15º colocado na tabela do Campeonato Brasileiro, a apenas quatro pontos de distância da zona de rebaixamento. No próximo domingo, o Rubro-Negro recebe o Santos, às 16h, no Maracanã, pela 19ª rodada.

Por: Lancepress

Vinícius Pacheco está nos planos de Silas e pode ganhar chance

Técnico trabalhou com o meia no Paraná Clube, quando era auxiliar de Zetti. É possível que o jogador seja utilizado contra o Santos, neste domingo


O técnico Silas acena com a possibilidade de sacar Petkovic ou Renato da equipe titular do Flamengo. Contra o Santos, domingo, no Maracanã, não será surpresa se um dos dois começar no banco de reservas. Há uma preocupação com a condição física dos armadores, que sentem o desgaste da maratona de jogos. Uma das opções para o setor é Vinícius Pacheco. Na gestão de Rogério Lourenço, o camisa 22 vinha sendo escalado no ataque, fora de posição.

Pacheco e Silas já trabalharam juntos. Foi em 2007, quando o treinador era auxiliar de Zetti no Paraná Clube. Na última quinta-feira, tiveram uma conversa no gramado da Gávea após o treino. O jogador, que teve um bom início de temporada ao lado de Adriano e Vagner Love, pode passar a ter mais chances.

- Conversei com ele. Esteve comigo no Paraná na disputa da Libertadores e foi muito bem. No futebol, existe muito a confiança entre o técnico e o atleta. Está todo mundo procurando jogadores com as características dele. Preciso trabalhar com ele, devolver a confiança. É um jogador muito importante, que ajudou o Adriano, o Love. Não desaprende. Precisa de confiança e sequência. É o mesmo que acontece com o Val (Baiano, atacante). Aqui, tudo é Flamengo. Vamos com esses jogadores até o fim do ano, exceto aqueles que liberarmos. Mas devemos continuar com 90% do grupo – frisou.

Flamengo e Santos vão se enfrentar pela 19ª rodada do Brasileirão, às 16h (de Brasília). O Rubro-Negro é o 15º na tabela, com 21 pontos, enquanto o Peixe está em terceiro, com 30. Na manhã deste sábado, o técnico Silas comanda o último treino antes do duelo. Será um trabalho com portões fechados, no Ninho do Urubu.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Silas não confirma nova dupla de ataque e pode sacar Renato ou Pet

Contra o Santos, técnico pode deixar um dos meias no banco de reservas. Apesar do mistério, Diogo e Deivid devem jogar juntos pela primeira vez


A escalação do Flamengo para a partida contra o Santos, domingo, no Maracanã, passa primeiro pela preparação física. Silas diz que só vai divulgar o time pouco antes do jogo. Não quer dar pistas a Dorival Júnior. Na verdade, também pretende analisar a melhor formação para tentar diminuir o desequilíbrio que tem prejudicado o rendimento do time. Alguns jogadores, como os meias Renato e Petkovic, sofrem com o desgaste causado pela maratona de jogos. Titulares contra o Cruzeiro, é possível que um deles comece no banco.

- Ao comandante, cabe observar essa situação e não deixar ela passar. O importante é que sabemos o que cada um pode acrescentar. O Renato, mesmo sem ritmo, entrou com o coração, é Flamengo, ama o clube. E o Pet, numa jogada de bola parada, define o jogo. Temos de tentar aproveitar os dois da melhor maneira possível. Entender o momento de colocar um e deixar o outro no banco. Tem de ver o momento, o adversário. É um período de avaliação para a preparação física, alguns atletas ficaram um ano sem jogar. Isso pesa muito num momento desses, até para não perder um jogador por lesão – explicou.

O atacante Deivid, por exemplo, não joga uma partida oficial completa desde novembro do ano passado. Fez toda a pré-temporada pelo Fenerbahçe, da Turquia, disputou amistosos, mas ainda não está no melhor da forma física. Ainda assim se colocou à disposição. Mas nem mesmo a nova dupla de ataque, com ele e Diogo, está confirmada. Diogo está recuperado de uma torção no tornozelo esquerdo e treinou normalmente com o grupo nesta sexta-feira.

- Diogo mostrou um condicionamento bom nos jogos que participou, treinou normalmente, é um bom sinal, mas vamos aguardar até amanhã porque o Dorival está sem o Neymar (suspenso). Vamos ver qual é a ideia dele. Gostaria de dar o time completo, mas vou segurar para quem sabe causar uma surpresa, quem sabe tirar proveito. Não é só a questão do condicionamento, mas as substituições. Dependendo de quem eu escolher, três opções são seguras. Tenho gente no meio-campo que não está 100%, mas não me perguntem mais nada sobre isso, ou vou começar a entregar (risos) - comentou.

Silas não terá o zagueiro Jean, suspenso. David entra na vaga dele. Nesta sexta, o técnico comandou um longo treino técnico na Gávea. Os titulares participaram apenas da primeira parte. Depois, foram poupados. Existe todo um cuidado para que a recuperação física seja a melhor possível. Houve também um trabalho intenso de finalização. Deivid e Diogo participaram (assista ao vídeo).

A equipe volta a trabalhar na manhã deste sábado, no Ninho do Urubu. Silas já avisou que a atividade será com portões fechados.

- Vamos treinar um pouco mais fechados, a bola parada. Ainda não tive como fazer isso desde que cheguei. A bola parada defensiva e a ofensiva são importantes. Quando está exposto, fica mais complicado – afirmou.

O Flamengo é o 15º na tabela, com 21 pontos. Está apenas quatro pontos à frente da zona de rebaixamento e não vence há quatro rodadas. A partida contra o Santos será às 16h (de Brasília).

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Vagner Love faz visita surpresa ao Fla

Com as tranças azuis, atacante do CSKA aproveita folga no futebol russo para ir ao ex-clube


As tranças não são mais rubro-negras. Culpa do CSKA, que não o deixou ficar no Flamengo. Mas Vagner Love, mesmo com os “cabelos” azuis, não deixou de visitar o clube que defendeu de janeiro a julho deste ano.

Artilheiro do time na temporada, com 22 gols, o atacante aproveitou a folga na Rússia para rever companheiros na tarde desta sexta-feira. Ele chegou sorridente, foi saudado aos gritos de “Volta” por cerca de 30 crianças que acompanharam o treino, na Gávea. Depois, conversou com Zico por alguns minutos e recebeu os cumprimentos de Petkovic e outros jogadores.

- É bom rever os amigos, matar um pouco a saudade, mas a vontade mesmo é de trocar de roupa e treinar com os companheiros que deixei aqui. Espero que no futuro possa voltar a vestir a camisa do Flamengo. Estou feliz por estar aqui. É ótimo receber este carinho. Mostra que a minha passagem aqui foi boa, que deixei saudades e, se Deus quiser, tomara que eu possa retribuir este carinho retornando ao Flamengo - disse, em entrevista ao site oficial do clube.

Love analisou a nova dupla de ataque rubro-negra. Deivid e Diogo vão jogar juntos pela primeira vez neste domingo, contra o Santos, no Maracanã.

- O ataque está em ótimas mãos. São excelentes jogadores. Joguei contra o Deivid, quando ele estava no Fenerbahçe (Turquia), é um excelente jogador. O Diogo também, é jovem, e tenho certeza de que essa dupla vai dar muito o que falar aqui no Flamengo - comentou.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Flamengo negocia parceria com clube português

Filho de Zico foi até Portugal conversar com o Vitória Guimarães

O Flamengo negocia com o Vitória Guimarães (POR) uma parceria para tentar valorizar jovens talentos do Rubro-Negro. Na última semana, o filho do diretor executivo de Futebol, Zico, Bruno Coimbra, esteve em Portugal e começou as conversas com a equipe local.

A ideia do Flamengo é mandar para Portugal os jovens talentos do clube que estourarem a idade de juniores e não estiverem sendo aproveitados na equipe principal.

- Estive em Portugal para tratar deste assunto. As conversas começaram e a ideia foi bem aceita. É cedo para falar exatamente como será a parceria, mas a ideia é valorizar os jovens jogadores do Flamengo que não estão tendo oportunidades aqui - disse Bruno Coimbra.

Jovem estrela da base volta ao Flamengo

O meia Vander, grande destaque do time juniores do Flamengo em 2007 e 2008, que disputou o Campeonato Carioca pelo Duque de Caxias está de volta à Gávea. O jogador estava em Portugal e chegou a ser negociado com o próprio Vitória Guimarães por três anos, mas detalhes na concretização da transferência atrapalharam as conversas e o atleta teve de voltar ao Brasil.

Nesta quarta-feira, Vander se reapresentou no Ninho do Urubu para começar os treinamentos para a Copa Sub23 da Traffic, que será realizada ainda neste mês.

Por: Nathan de Lima

Kalil diz que Fla tentou levar Luxemburgo

Presidente do Galo acha normal prática entre os clubes


O técnico Silas, apresentado oficialmente pelo Flamengo na última segunda-feira, não parecia estar mesmo entre as primeiras opções da diretoria rubro-negra para assumir a equipe. Nesta quinta-feira, em entrevista no programa Arena Sportv, o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, disse que o clube carioca fez uma proposta para Vanderlei Luxemburgo, que negou e confirmou a permanência no Galo.

O dirigente disse ainda que o Rubro-Negro não foi o único a tentar contratar o treinador, e que julga normal esse tipo de prática entre os clubes. O LANCENET! não conseguiu contato com a diretoria do Fla para a confirmação da proposta.

- São Paulo e Flamengo tentaram tirar o Vanderlei do Atlético-MG. Não tem por que esconder. Se fosse uma novidade, ficaríamos assustados. Se eu tiver interesse em tirar alguém do São Paulo, vou tentar. Isso é uma prática normal no futebol. O Juvenal é meu amigo, nos respeitamos muito. Não tem problema tentar tirar o Vanderlei. Se tivermos interesse em alguém do São Paulo, vamos tentar também. Mas seria uma grande sacanagem o Vandarlei sair do Atlético neste momento complicado do time - disse Kalil.

O mandatário fez questão de destacar o compromisso de Luxemburgo com o projeto desenvolvido para o Atlético-MG.

- O Vanderlei disse o seguinte quando chegou: vou pedir uma coisa para o senhor... Não toca em assunto de pessoas querendo me tirar do Atlético. Só saio daqui quando acabar o contrato. Se eu não renovar, é outra história, mas não vou abandonar o barco. Fico até o fim - revelou.

Por: Lancepress

Após conversa com Silas, Vinícius Pacheco diz que motivação voltou no Fla


Final de treino na última quinta-feira, na Gávea. Enquanto o auxiliar técnico, Paulo Pereira conversa com o meia Michael. Do outro lado, sentados no gramado, Vinícius Pacheco e o técnico Silas dialogam por cerca de 20 minutos.

Durante o papo amistoso, o meia, que trabalhou com o treinador em 2007, quando Silas ainda era auxiliar de Zetti, no Paraná Clube, sentiu que pode reeditar os bons momentos que protagonizou no início da temporada.

Ultimamente, mesmo após ter conversado e pedido uma mudança de posicionamento, o camisa 22 vinha sendo escalado fora de posição pelo técnico Rogério Lourenço, que inexplicavelmente seguia colocando-o como atacante.

“Somos amigos. O Silas conheceu minha família na época em que trabalhamos juntos no Paraná. Conversamos sobre muita coisa, mas nada muito específico. Ele deixou claro que conta comigo e com os outros jogadores. Essa mudança de comando motiva e dá um gás. É lógico que o trabalho está no início, mas com o tempo vamos saber melhor o que ele pensa”, revelou Vinícius Pacheco, ao UOL Esporte.

Chateado por não ter sido muito aproveitado durante a passagem de Rogério Lourenço pelo clube, Pacheco deixou claro que Silas pode trazer coisas importantes para o grupo rubro-negro.

“Todos que não vinham jogando estão com esperanças de mostrar o trabalho de uma melhor forma com o Silas. Sei que posso ajudar muito ao Flamengo e vou trabalhar para isso. É hora de retomar a esperança e procurar jogar no mais alto nível. O momento é complicado, mas estou determinado para ajudar o clube na reação”, finalizou.

Por Vinicius Castro

Masters da Gávea x Meninos da Vila: filosofias distintas no duelo do Maraca

Enquanto o Flamengo aposta nos mais experientes e tem o time com maior média de idade, Santos investe nos jovens e tem menor média do Brasileiro


Qual será o caminho ideal para montar um time vencedor: apostar nos mais novos ou nos mais experientes? Essa discussão não é nova. Logo após a eliminação da Seleção Brasileira na Copa do Mundo, a principal preocupação da CBF foi dar início ao processo de renovação dos jogadores. A equipe foi considerada "velha" em comparação com outras que tiveram mais êxito na competição como Espanha e Alemanha. O duelo entre Flamengo e Santos neste domingo, pelo Brasileirão, será uma boa oportunidade de confronto entre estas duas filosofias.

O Peixe mantém a lógica dos anos anteriores e possui o time com menor média de idade do campeonato. Os Meninos da Vila encantaram os amantes do futebol técnico com as conquistas do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil. O Rubro-Negro acabou perdendo o Carioca para o Botafogo e foi eliminado da Libertadores nas quartas de final. No Brasileiro, a situação também é oposta: paulistas estão entre os primeiros colocados, cariocas perto da zona de rebaixamento. Estes resultados são indicadores de que o melhor caminho é a juventude? O veredicto pode sair após a partida no Maracanã.



Dos jogadores que têm participado regularmente dos jogos do Santos, Neymar é o mais garoto, mas não joga neste domingo porque levou o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 1 sobre o Avaí. E é justamente dos pés dele que têm saído as jogadas de mais habilidade do time. O atacante de 18 anos é, obviamente, um dos maiores defensores da filosofia do clube, que conta ainda com Alex Sandro (19), Danilo (19), Zé Eduardo (20), Rafael (20) e Keirrison (21), para citar os mais novos entre os titulares.

- O Santos sempre aposta nos jovens e isso traz resultados. A vantagem de ter um elenco jovem é que se joga com alegria, um futebol rápido, habilidoso - afirmou Neymar.

O técnico Dorival Júnior fica feliz de trabalhar em um lugar onde as categorias de base são muito valorizadas, mas diz que a idade não é pré-requisito para garantir vaga no time.

- O Santos, como sabemos, sempre teve essa tradição de revelar jovens jogadores. Nesse ano, o clube está com uma safra excelente, das melhores que já se viu. Agora, o que conta para mim é a qualidade do jogador, sua capacidade. Não escalo só porque são jovens, escalo porque têm qualidades. Quando se tem um jogador como o Neymar tem de escalar. Independentemente da idade.



No time-base do Flamengo, também há espaço para os jovens, como é o caso de Marcelo Lomba (23), Willians (24) e Diogo (23), por exemplo. Mas os trintões como Petkovic (37), Leo Moura (31), Jean (30), Renato (32), Deivid (30) e Ronaldo Angelim (34) costumam predominar no elenco. Correa, que está a apenas um ano de integrar o grupo dos mais velhos, não acredita que essa característica do elenco seja prejudicial.

- São dois grupos diferentes, cada um já viveu situações boas e ruins. O Santos tem os meninos, mas eles já foram campeões e passaram por situações difíceis também. O momento do Flamengo é ruim, o Santos vive um bom momento. Vamos dar a volta por cima dentro de campo. Temos de ver no que estamos errando, encarar com naturalidade, trabalhar e corrigir. Não adiantar falar e não fazer. Futebol é resultado e tem de ser conquistado dentro de campo.

Por: Rafael Cardoso, Adilson Barros e Richard Fausto

Com Jean suspenso, David e Welinton disputam lugar na zaga

Um deles será o parceiro de Ronaldo Angelim contra o Santos, domingo


O zagueiro Jean vai desfalcar o Flamengo neste domingo, contra o Santos, pela 19ª rodada do Brasileirão. O jogador foi expulso na derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, em Uberlândia, na última quarta-feira, aos 27 minutos do segundo tempo, em uma disputa de bola com o atacante Thiago Ribeiro.

Sem Jean, Welinton e David brigam pela vaga ao lado de Ronaldo Angelim. O defensor elogia seus possíveis substitutos e acredita que o grupo está bem servido na posição.

- São ótimos jogadores. O Welinton teve boas oportunidades e entrou, e o David vinha jogando no ano passado. A escolha depende do Silas. Quem ele escolher, com certeza vai deixar o Flamengo bem servido ali atrás – disse, em entrevista ao site oficial do clube.

O Flamengo é o 15º na tabela do Brasileirão, com 21 pontos. A partida contra o Santos será às 16h, no Maracanã.

Por: globoesporte.com

Jogadores esperam que Pet e Renato recuperem a melhor forma em breve

Meias sentem o desgaste físico e não conseguem render o máximo. 'Às vezes, é mais viável que joguem 30 minutos e rendam 100%', diz Correa


Fôlego e vitórias. Necessidades do Flamengo para reagir no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro vive um momento de instabilidade na competição e não vence há quatro rodadas. O ataque tem sido o setor mais criticado, já que nos últimos oito jogos passou em branco. Mas a criação também está devendo. Renato e Petkovic não têm conseguido render o que se espera deles. Cada um com suas dificuldades. Renato estava no Al Shabab, dos Emirados Árabes, onde a carga de treinos é bem menos intensa. Aos 37 anos, Pet não suporta 90 minutos em nível máximo, especialmente num momento em que a maratona de jogos exige recuperação rápida.

O volante Correa trata os dois casos com naturalidade, mas vê a necessidade de um planejamento específico para que Pet e Renato não sintam tanto a falta de ritmo e o cansaço, fatores que, segundo ele, implicam num desequilíbrio físico da equipe, como o que ocorreu na última quarta-feira, na derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, em Uberlândia. A velocidade dos mineiros foi superior e chamou a atenção.

- No caso do Pet, pela idade, isso já era previsto. O Renato ficou, se não me engano, três anos fora. Lá nos Emirados Árabes não se treina no mesmo ritmo. Passei por isso quando voltei da Ucrânia. A adaptação é demorada. Aquele que entrar tem de estar 100%. Não temos gordura para queimar. São jogadores importantes, mas às vezes é mais viável que eles joguem 30 minutos e rendam 100%. O grupo está todo preparado e o professor vai fazer a melhor escolha. Quando os resultados negativos acontecem, se fala de tudo. Alguns chegaram agora, outros não participaram da pré-temporada. O desequilíbrio acontece. Temos de levar na base da superação. O trabalho está sendo feito, mas os resultados não estão acontecendo dentro de campo. Temos de ver onde erramos, mas o tempo para treinar é curto, vai ter de ser na base da conversa – analisou.

Prestes a estrear pelo Rubro-Negro, o atacante Deivid reconhece que o momento dos companheiros demanda paciência. Ele mesmo disse nesta quinta-feira que ainda não alcançou a melhor condição física. Contra o Santos, domingo, no Maracanã, fará um esforço para ajudar o time a deixar o 15º lugar, com 21 pontos, para trás.

- Para jogar o Brasileiro tem de estar 70, 80% bem. O Renato jogou no mundo árabe, totalmente diferente daqui, tem um tempo para se adaptar. Só que esse tempo tem de ser reduzido. O torcedor quer que o jogador entre e resolva. Quando estiver bem fisicamente, o Pet vai encontrar o seu grande futebol do ano passado. O Flamengo tem grande chance de brigar pelo menos por uma vaga na Libertadores – comentou.

Recém-chegado, Silas parece preocupado com a forma de jogadores que vêm de inatividade ou em idade avançada. A pedido dele, o Flamengo trocou o preparador físico. Na última segunda-feira, o clube acertou com Emerson Buck para o lugar de Toninho Oliveira. Após a derrota para o Cruzeiro, o treinador disse que o time terá de se condicionar jogando.

Por: Richard Souza

Mesmo sem ritmo, Deivid faz esforço pelo Fla: ‘Pela situação, quero jogar’

Tratado como salvador, atacante diz que está pronto para assumir a responsabilidade e ajudar o Rubro-Negro a subir no Campeonato Brasileiro


Deivid reconhece que ainda não está no auge da forma física, mas pretende fazer um esforço para ajudar o Flamengo a melhorar no Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro não vive boa fase, é só o 15º na tabela, com 21 pontos. Tem sido difícil ver a zona de rebaixamento tão perto. Nesta quinta-feira, o atacante disputou um jogo-treino contra o SEC, da Segunda Divisão do Rio. A falta de ritmo ficou evidente, apesar de ele ter se movimentado, procurado buscar jogo e dar opções para os meias. Foram 40 minutos de trabalho na Gávea.

- A situação não é boa. Estamos a quatro pontos da zona de rebaixamento. Falta um pouco de sorte, a equipe está criando. Os resultados têm de começar a aparecer, sabemos das nossas obrigações, da responsabilidade, da cobrança que é jogar no Flamengo. A reação tem de começar no domingo. Você fazer treino físico é uma coisa, jogar é outra bem diferente. Pela situação, eu quero jogar, ajudar o grupo, ficar à disposição para que possamos sair vencedores – disse.

O jogador tem ciência do que o espera. Domingo, contra o Santos, no Maracanã, vai encontrar uma torcida ansiosa pelo resgate do bom futebol, da vibração pelos gols. É nele que os rubro-negros se apóiam. Nele e em Diogo. Querem esquecer o Império do Amor, que fez 38 gols no primeiro semestre com Adriano e Vagner Love.

- Estou acompanhando bem esta situação de salvador, desde o acerto com o Flamengo. Como o Adriano fez grandes jogos, conquistou o Brasileiro, essa responsabilidade é natural acontecer pelos jogadores que vieram e pela falta de gols. A responsabilidade e a cobrança têm de existir. Jogador tem de estar pronto para isso. Estou pronto para ajudar o grupo – comentou.

O Flamengo tem o pior ataque do Nacional. Fez 14 gols em 18 partidas. Os atacantes não marcam há oito. Deivid sabe do que se trata, passou por uma fase parecida em 2004 e tirou lições.

- Fiquei em jejum na época do Santos, foram cinco jogos, mas quando deslanchei... O Vanderlei (Luxemburgo) conversava comigo, dizia que era para ter tranquilidade, que a hora chegaria. Aconteceu. Naturalmente os gols saíram e consegui voltar a marcar. Não queria estar na pele do Leandro (Amaral), do Val Baiano. Eu me cobro bastante e eles estão se cobrando. O Val foi vice-artilheiro do Brasileiro no ano passado, Leandro sempre foi artilheiro por onde passou. É normal – frisou.

O último jogo do camisa 99 da Gávea foi em novembro do ano passado, pelo Fenerbahçe. Antes de fechar com o Flamengo, fez toda a pré-temporada pelo clube turco.

Flamengo e Santos se enfrentam neste domingo, às 16h.

Por: Richard Souza

Diogo calça chuteiras, treina bem e mantém chances de jogar domingo

Nesta quinta, atacante jogou futevôlei e realizou circuitos físicos na Gávea

O Flamengo sentiu a falta de Diogo nesta quarta-feira, na derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, em Uberlândia, pela 18ª rodada do Brasileirão. O atacante ficou fora da partida por conta de uma torção no tornozelo esquerdo. Ele se machucou no domingo passado, contra o Guarani, em Campinas. Nesta quinta, voltou a calçar chuteiras e trabalhou na Gávea.

O início do treino foi um animado futevôlei ao lado do volante Léo Medeiros e do auxiliar de preparação física Daniel Jouvin. Posteriormente, realizou circuitos de corrida e deu chutes com as duas pernas sem fazer qualquer expressão de dor. O camisa 43 se mostrou bastante alegre e vai ser reavaliado nesta sexta.

Se for liberado pelo departamento médico, Diogo deverá forma a tão esperada dupla de ataque com Deivid, que tem estreia prevista para domingo. O Rubro-Negro está em 15º na tabela, com 21 pontos.



Por: Richard Souza

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Diogo melhora e espera enfrentar o Santos no domingo

Atacante culpa estado do gramado do Brinco de Ouro da Princesa por torção no tornozelo esquerdo


Ausente da partida contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, em Uberlândia (MG), o atacante Diogo mostra confiança em poder voltar ao time do Flamengo no domingo, no duelo contra o Santos, no Maracanã. O jogador sofreu uma torção no tornozelo esquerdo ainda durante o primeiro tempo do confronto diante do Guarani e teve que deixar o jogo.

- Já melhorei muito. De terça para quarta, diminuiu demais o inchaço no tornozelo, e o hematoma também. Amanhã (quinta), trabalharei na academia e, depois, vou calçar as chuteiras para treinar com o grupo. Espero não sentir nada para poder ajudar o time contra o Santos - afirmou ao site oficial do clube.

Diogo culpou o estado do gramado do Brinco de Ouro da Princesa pela lesão.

- Não foi pancada. O problema foi o gramado irregular. Quando eu fui arrancar com a bola, acabei prendendo o pé e torci.

Se for liberado pelo departamento médico do clube, Diogo deverá forma a dupla de ataque com Deivid, que tem estreia prevista para domingo.

Por: globoesporte.com

Após quarto jogo sem vitória, estreante Silas diz que terá conversa com jogadores

Na estreia do técnico Silas, o Flamengo perdeu pela segunda vez consecutiva no Campeonato Brasileiro e termina a 18ª rodada na 14ª colocação, com 21 pontos conquistados. Após a partida, o novo comandante rubro-negro prometeu conversar com os jogadores que não tiveram boa atuação no duelo em Uberlândia, contra o Cruzeiro.

"Temos muito para trabalhar ainda. Vou conversar com um ou outro jogador, com aqueles de quem eu senti um rendimento abaixo daquilo que a gente previa. Temos que lembrar que temos um jogo difícil na próxima rodada, com pouco tempo para trabalhar e já são duas derrotas seguidas. Não dá", comentou ele, referindo-se ao jogo contra o Santos, no fim de semana.

A derrota para o Cruzeiro fez o Flamengo chegar a uma incômoda sequência. Desde a 14ª rodada, quando venceu o Ceará por 1 a 0 em casa, o time não vence um jogo. Depois disso, foram um empate (com o Atlético-MG, em casa) e três derrotas (além do próprio Cruzeiro, para Atlético-PR e Guarani).

A falta de tempo entre uma partida e outra, inclusive, foi o argumento utilizado para justificar a saída de Petkovic, que deu lugar a Leandro Amaral na segunda etapa.

"O Pet pode decidir um jogo numa jogada parada ou até numa enfiada de bola. Resolvi tirá-lo aos 32 minutos porque ele correu muito no jogo de Campinas (contra o Guarani, na última rodada) e hoje também. Coloquei um homem a mais no ataque, o Leandro Amaral, para tentarmos empatar o jogo. Jogar de quarta e domingo é complicado, você não tem como corrigir algumas coisas", lamentou Silas.

Apesar das reclamações, o treinador terá de fazer o possível para armar a equipe sem a ajuda do calendário, que prevê mais 11 rodadas consecutivas (meio e fins de semana), antes que todas as equipes tenham uma semana livre para treinamentos.

Por: ESPN

Ronaldo Angelim se revolta com arbitragem

Zagueiro do Fla reclama do cartão vermelho para Jean


A expulsão do zagueiro Jean deixou o experiente Ronaldo Angelim revoltado com o trio de arbitragem no jogo desta quarta-feira, contra o Cruzeiro, em Uberlândia. O camisa 4 da Gávea, ao deixar o gramado, fez duras críticas à arbitragem.

- O juiz veio aqui para dar os pontos para o Cruzeiro. Expulsou o Jean, e o bandeira deu tudo para eles. Já é difícil vencer o Cruzeiro na casa deles. Assim, fica mais complicado ainda - disse.

No momento da expulsão de Jean, após uma falta, Angelim chegou a fazer um sinal com a mão direita indicando que o juiz Guilherme Cereta estava maluco.

Por: Lancepress

Silas espera contar com os atacantes Deivid e Diogo no jogo de domingo

Treinador vai conversar com o departamento médico para saber das reais condições dos atacantes

Depois de ver o Flamengo ficar mais 90 minutos sem marcar gols, na derrota para o Cruzeiro por 1 a 0, nesta quarta, o técnico Silas espera contar com os atacantes Deivid e Diogo para o próximo compromisso da equipe no Campeonato Brasileiro. Segundo o comandante, uma conversa com o departamento médico do clube definirá a escalação do rubro-negro.

- O Diogo não treinou nesta quarta-feira e vamos ver se teremos condições de colocá-lo no domingo. É uma situação que devemos conviver com ela. Junto com a preparação física para em um espaço curto colocar tudo em ordem. Vamos ter que nos condicionar jogando – disse ao Canal SporTV.

Diogo começou bem contra o Guarani, mas torceu o tornozelo esquerdo e não enfrentou o Cruzeiro nesta quarta-feira. Deivid tem estreia prevista para o próximo domingo, contra o Santos, às 16h, no Maracanã.

Por: globoesporte.com

Cruzeiro domina o Flamengo em Uberlândia e cola G-4: 1 a 0

Na estreia de Silas, time rubro-negro é presa fácil para a Raposa, que poderia ter saído de campo com uma vantagem bem maior no placar

O Cruzeiro não tomou conhecimento da estreia do técnico Silas e nem perdoou o mau momento do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Sobrando física e taticamente, o time mineiro perdeu um caminhão de gols e acabou vencendo "apenas" por 1 a 0, no Parque do Sabiá, em Uberlândia. O gol de Robert leva a Raposa à quinta posição, com 28 pontos, mesmo número do Inter, quarto colocado. O time colorado, no entanto, tem uma vitória a mais: 8 a 7.

O Flamengo, por sua vez, segue em situação difícil na competição: há quatro jogos sem vencer, os cariocas caíram para o 14º lugar, com 21 pontos. E a inoperância ofensiva, cada vez mais evidente, também se reflete nos números: com 14 gols marcados, a equipe tem o pior ataque do Brasileirão.

Na próxima rodada, Cruzeiro e Flamengo jogarão no domingo, às 16h (de Brasília). O time mineiro terá o Palmeiras pela frente, no Palestra Itália, em São Paulo. Já os cariocas enfrentarão o Santos, no Maracanã.

Gol no início

Apesar de visitante, foi o Flamengo que começou pressionando e teve a primeira chance, com Val Baiano, em arrancada pela direita. O atacante driblou Edcarlos e chutou cruzado, rasteiro, para boa defesa do goleiro Fábio.

A Raposa respondeu numa bobeada da defesa rubro-negra. Após recuo de bola, o goleiro Marcelo Lomba rebateu no pé de Thiago Ribeiro, que chutou em cima do goleiro flamenguista.

A partir daí, o Cruzeiro não demorou muito para abrir o placar. Assim como aconteceu contra o Corinthians, o time mineiro marcou antes dos dez minutos de jogo. Aos nove, Montillo roubou a bola na intermediária e cruzou para Thiago Ribeiro, que carimbou o peito de Ronaldo Angelim. No rebote, Fabrício chutou torto, mas a bola encontrou Robert, que só escorou para o gol sem goleiro.

O Cruzeiro continuou no ataque, e Montillo quase ampliou ao receber na área e bater em cima de Marcelo Lomba. No lance seguinte, Robert também perdeu grande chance de fazer seu segundo gol, ao furar um cruzamento de Montillo. A ‘blitz’ cruzeirense era intensa, e Montillo perdeu outra incrível chance. Em rápido contra-ataque, Thiago Ribeiro cruzou da direita, Correa afastou mal, e o meia argentino novamente chutou em cima do goleiro do Flamengo.

O Flamengo chegava pouco, mas também teve chances. Na melhor delas, Correa recebeu na grande área e chutou para fora, sozinho diante de Fábio.

Segurança na defesa


O zagueiro Léo, contratado junto ao Palmeiras, fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro, ao entrar na vaga de Cláudio Caçapa, que torceu tornozelo esquerdo no fim do primeiro tempo. O Flamengo ensaiou uma pressão nos minutos iniciais da segunda etapa e por pouco não empatou com Renato. O meia tentou cruzar para a área e quase encobriu o goleiro Fábio, que espalmou para a linha de fundo.

Em vantagem no placar, o Cruzeiro passou a explorar os contra-ataques. E quase fez o segundo com Wallyson, substituto de Robert, que torceu o tornozelo esquerdo. Mas o atacante chutou por cima ao penetrar livre na grande área.

A situação do Cruzeiro ficou ainda mais tranquila quando o árbitro paulista Guilherme Cereta expulsou o zagueiro Jean após marcar falta inexistente do defensor sobre Thiago Ribeiro.
A partir daí, o que se viu foi uma sucessão de chances para os donos da casa. Na mais escancarada, Diego Renan, a dois metros do gol, chutou por cima.

Se com 11 estava difícil, com um jogador a menos o Flamengo se perdeu completamente em campo e, sem pernas, apenas se defendia como podia. As entradas de Fernando, Leandro Amaral e Borja não surtiram qualquer efeito, e o Cruzeiro - se falhou na hora de fazer o segundo gol - não teve problemas para manter a vantagem mínima sem sustos até o apito final.

Por: globoesporte.com

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Flamengo tenta efeito suspensivo para ter Silas no banco

Presença de Silas no banco na partida contra o Cruzeiro é incerta


O técnico do Flamengo, Silas, aguarda para esta quarta-feira a resposta se poderá ou não ficar no banco de reservas no jogo contra o Cruzeiro, às 22h (de Brasília), no Parque do Sabiá, em Uberlândia, pelo Campeonato Brasileiro.

O treinador terá de cumprir suspensão de uma partida imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no último dia 20, mas o clube rubro-negro, por meio de um mandado de garantia, tentará um efeito suspensivo para liberar o treinador.

Silas foi punido por desrespeito à arbitragem quando ainda liderava o Grêmio. A ofensa ao juiz aconteceu na 11ª rodada do Brasileiro, no jogo contra o próprio Cruzeiro.

Por: Lancepress

Zico teria vetado Jorginho no Flamengo

Contratado para substituir Emerson Leão, demitido, Jorginho chegou ao Goiás prometendo mudanças. O ex-auxiliar da Seleção faz a sua estreia no comando do time hoje à noite, contra o Atlético-MG, no Serra Dourada. Mas bem que ele poderia estar em outro lugar.

Segundo o blog “Futebol, coisa & tal”, do jornal Extra, o técnico esteve muito próximo de assumir o posto então ocupado por Rogério Lourenço no Flamengo. O acerto teria esbarrado no veto do diretor executivo do clube, Zico, à sua contratação.

Sem Jorginho, o cartola foi atrás de Silas, que se encontrava desempregado após deixar o Grêmio e dirige a equipe nesta quarta-feira, frente o Cruzeiro.

Por: ESPN

Diego Maurício vive expectativa de voltar ao time titular do Fla

Atacante é o único jogador do setor a marcar gol no Brasileiro


Único atacante do atual elenco a marcar gol no Campeonato Brasileiro, Diego Maurício vive a expectativa de ganhar uma oportunidade com o técnico Silas. Para o confronto contra o Cruzeiro, o jovem atacante e Leandro Amaral, recuperado de lesão, disputam uma posição ao lado de Val Baiano.

- Jogando ou não vou estar à disposição do treinador caso ele precise de mim - revelou o jogador, que não começa uma partida no time profissional há seis partidas - desde o confronto contra o Internacional.

Silas não revelou o time titular para o confronto desta quarta-feira. Pelo pouco tempo disponível para treinar, já que assumiu efetivamente a equipe na última segunda-feira, o treinador não deverá fazer mudanças drásticas.

- Agora é trabalhar aproveitando a melhor forma para os jogos e pôr em prática e sair com as vitórias. O Flamengo está precisando - afirmou Diego Maurício.

Uma mudança que pode ocorrer é na zaga. Gripado, Jean pode ser vetado do jogo desta noite. Caso isto ocorra, Silas deverá colocar David em seu lugar.

Sem vencer há três partidas, o Flamengo jogará contra o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 22h, no Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG), pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O LANCENET! transmite a partida em tempo real.

Por: Bruno Braga

No dia 11, Flamengo mandará jogo em Volta Redonda

O Flamengo mandará o primeiro jogo pós fechamento do Maracanã, dia 11, em Volta Redonda. O clube segue negociando com o Botafogo o uso do Engenhão, mas falta o acerto da exploração comercial do estádio e a venda de ingressos. O Fla tem contrato com a BWA, enquanto a Ingresso Mais é a empresa usada pelo Alvinegro.

Por: De prima

Torcida cria tumulto em treino do Fla

Cerca de 200 pessoas tentam entrar no local, em Uberlândia

Conhecida por seguir o clube em todos os lugares, a torcida do Flamengo protagonizou uma confusão no treino que a equipe realiza na tarde desta terça-feira, em Uberlândia. Cerca de 200 pessoas tentaram invadir a Vila Olímpica do Uberlândia Esporte Clube. Impedidas por seguranças, começaram a gritar que eram torcedores, e não bandidos. A grande movimentação se justifica não apenas pela presença do time carioca, mas também porque é feriado do aniversário de emancipação política da cidade. O Cruzeiro treina à noite no Parque do Sabiá, onde será realizado o jogo desta quarta-feira, às 22h.

A venda de ingressos para a partida começou na última segunda-feira e continua de maneira intensa. Segundo informações do jornal Correio de Uberlândia, 13,5 mil entradas haviam sido compradas até esta terça. Para a partida, foi disponibilizada uma carga de 42 mil ingressos, da qual 10% (4,2 mil) são destinados à torcida rubro-negra.

Nos locais de venda, as filas são grandes e muitos reclamam do aumento dos preços para alguns setores do estádio. Nos setores verde (atrás dos gols) e vermelho (cotovelos), o valor cobrado é de R$ 30 (R$ 15 meia-entrada). Nos outros setores, os preços continuam os mesmos do jogo anterior: setor azul e cadeira cativa R$ 30 (R$ 15) e setor amarelo (arquibancada especial) R$ 50 (R$ 25 meia-entrada).

Por: Lancepress

Sem trauma, Pet diz que Fla está pronto para rever o carrasco Montillo

Pelo Universidad de Chile, camisa 10 do Cruzeiro eliminou o Rubro-Negro da Libertadores da América. Nesta quarta, eles se enfrentam em Uberlândia


Walter Montillo é um nome que não soa bem para os rubro-negros. Ainda pelo Universidad de Chile, o meia argentino ficou famoso no Brasil ao comandar a La U nos confrontos em que eliminou o Flamengo nas quartas de final da Libertadores da América deste ano. No segundo jogo, em Santiago, ele fez, por cobertura, o golaço que garantiu a vaga aos chilenos mesmo com a derrota por 2 a 1 – no Maracanã, haviam vencido por 3 a 2.

O habilidoso camisa 10 chegou à semifinal da competição, mas acabou eliminado pelo Chivas, do México. Montillo foi oferecido ao Flamengo, esteve nos planos do Vasco, mas parou no Cruzeiro. Na Toca da Raposa, virou titular de cara e não parece ter qualquer dificuldade de adaptação ao estilo do futebol brasileiro ou aos colegas de equipe. O jogo celeste passa todo pelos pés do baixinho.

Nesta quarta-feira, Cruzeiro e Flamengo se enfrentam pela 18ª rodada do Brasileirão, em Uberlândia, no Parque do Sabiá, às 22h (de Brasília). Será o reencontro dos cariocas com o carrasco. O meia Petkovic estava na partida em que Montillo brilhou, mas não guarda nenhum trauma.

- Não sei a situação do Montillo no Cruzeiro, se já fez algo bom ou não. Se não fosse bom, não teria sido trazido pelo Cruzeiro. Acho que estava na lista de desejos do Flamengo para reforçar o time. Ele foi muito bem na Libertadores, mas o Flamengo teve alguns problemas, não aproveitou algumas situações, deixou escapar a classificação. Parabéns para ele por ter aproveitado a brecha. Nós não vamos enfrentar o Montillo, mas o Cruzeiro, que é muito mais forte que qualquer jogador – disse o camisa 10 da Gávea.

Aos 26 anos, Walter Montillo iniciou a carreira no San Lorenzo, da Argentina, em 2002. Ele chegou a disputar o Mundial sub-20 pela seleção do país, em 2003. Três anos depois, foi negociado com o Morélia, do México. No ano seguinte, retornou ao clube de origem, mas foi pouco aproveitado. Aí a La U resolveu comprá-lo por cerca de US$ 1 milhão (cerca de R$ 1,8 milhão), sendo uma das transações mais caras do futebol chileno em 2008. O retorno do investimento só veio em 2009, quando o time foi campeão do Torneio Apertura (abertura) e também destacou-se na Copa Sul-Americana marcando gols em jogos importantes.

O Cruzeiro é o sexto colocado no Brasileirão, com 25 pontos. O Flamengo tem 21, em 13º. O GLOBOESPORTE.COM detalha todos os lances da partida em Tempo Real.

Por: Richard Souza

Observado por Mano, Willians sonha com chance na Seleção

Técnico esteve em Campinas e elogiou o volante do Flamengo


Mano Menezes assistiu pessoalmente a dois jogos do Flamengo desde que assumiu a Seleção Brasileira: Vasco e Guarani. No último, disse ao repórter Mauro Júnior, da TV Globo, que Willians o agradava. A notícia não demorou a chegar ao volante.

- Fico muito honrado com os elogios, até porque esse é meu grande objetivo. Trabalho para um dia vestir a camisa da Seleção e se conseguir agradeço - declarou o jogador, de 24 anos.

Cobiçado pelo mercado europeu, o jogador não recebeu proposta oficial para deixar o Flamengo nesta janela. Houve sondagens de Dínamo de Kiev, da Ucrânica, Hamburgo, da Alemanha, e Sevilla, da Espanha, mas as negociações não evoluíram.

Rei dos desarmes no Brasileiro de 2009 e quarto colocado neste ano, Willians está confirmado na equipe rubro-negra no duelo desta quarta-feira contra o Cruzeiro, em Uberlândia. A partida começa às 22h (de Brasília), e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real, com vídeos.

Por: globoesporte.com

Gripado, Jean vira dúvida para o jogo contra o Cruzeiro

Zagueiro não treina com o grupo em Uberlândia. Leandro Amaral trabalha normalmente e está à disposição de Silas. Fla mobiliza a torcida mineira

Flamengo fez o último treino antes do jogo contra o Cruzeiro na tarde desta terça-feira, no Uberlândia Esporte Clube, em Uberlândia-MG. As equipes se enfrentam nesta quarta, no Parque do Sabiá, às 22h (de Brasília), pela 18ª rodada do Brasileirão. Foi apenas o segundo dia de trabalho do técnico Silas. Ele comandou um rachão, participou do recreativo e passou exercícios de finalização. O zagueiro Jean apenas correu em volta do gramado. Ele está gripado, com febre e virou dúvida. Caso não possa jogar, David é o substituto provável. As informações são do site oficial do clube.

O atacante Leandro Amaral treinou normalmente e a tendência é que forme a dupla de ataque com Val Baiano. Diogo, que torceu o tornozelo esquerdo no jogo contra o Guarani, no último domingo, está vetado pelo departamento médico. Ele ficou no Rio para fazer tratamento intensivo na tentativa de enfrentar o Santos, no fim de semana, no Maracanã.

Cerca de 200 pessoas foram assistir ao apronto da equipe. O público tentou entrar no local da atividade, mas foi impedido por seguranças. Insatisfeitos com o acesso proibido, os torcedores começaram a gritar que não eram bandidos. Além da presença do Rubro-Negro, é feriado na cidade por conta do aniversário de emancipação política.

O Flamengo está em 13º, com 21 pontos. O Cruzeiro é o sexto e tem 25. A provável escalação rubro-negra: Marcelo Lomba, Leonardo Moura, Jean (David), Ronaldo Angelim e Juan; Correa, Willians, Renato e Petkovic; Val Baiano e Leandro Amaral.

Por: globoesporte.com

Para rubro-negros, jogo contra o Cruzeiro será em campo neutro

Jogadores do Flamengo acreditam que terão muito apoio dos torcedores de Uberlândia. Times se enfrentam nesta quarta-feira, às 22h, pela 18ª rodada


Por conta das obras do Mineirão para a Copa do Mundo de 2014, Atlético-MG e Cruzeiro têm jogado fora de Belo Horizonte. A Raposa, por exemplo, mandou alguns jogos do Campeonato Brasileiro na capital, depois em Sete Lagoas, Ipatinga e Uberlândia. Quatro casas numa só competição. Nesta quarta-feira, a equipe celeste recebe o Flamengo, no Parque do Sabiá, pela 18ª rodada, onde também enfrentou o Corinthians. O Ministério Público de Minas Gerais liberou o local para receber até 45 mil pessoas. Nada que assuste os rubro-negros. Eles acreditam que vão se sentir em casa.

- O Cruzeiro é um adversário difícil de bater, independentemente de onde vamos jogar. Mas acho que neste jogo nós podemos contar com o campo neutro. Acho que nesse campo vamos no mínimo empatar no número de torcedores. Isso se não ganharmos. A torcida em Uberlândia vai ser maioria rubro-negra – disse o meia Petkovic, confiante no apoio dos torcedores mineiros.

O atacante Val Baiano concorda com Pet. O camisa 9 não vive boa fase no Rubro-Negro. Em sete partidas, não fez um gol sequer. Vive a expectativa de encerrar o jejum. Para ele, o Mineirão vai fazer falta para a Raposa.

- O Cruzeiro dentro de casa é como o Flamengo no Maracanã. Em Uberlândia, vai ter nosso torcedor também. Vai ser difícil. Não tem jogo fácil dentro ou fora de casa. O Atlético-GO fez 3 a 0 no Palmeiras, em São Paulo, depois o Palmeiras foi em Minas e ganhou do Atlético-MG – lembrou.

Cruzeiro e Flamengo se enfrentam às 22h (de Brasília). Os mineiros estão em sexto na tabela, com 25 pontos. Os cariocas têm 21, em 13º.

Por: Richard Souza

Thiago Sales, do Flamengo, se aproxima do Fluminense

Pouco aproveitado no Rubro-Negro, onde atuou 15 vezes e marcou cinco gols, zagueiro deve acertar com o clube por dois anos. Tricolor é precavido


O mistério sobre o zagueiro desejado pelo Fluminense para compor o elenco na disputa pelo título do Brasileirão está próximo do fim. O Tricolor está com a contratação de Thiago Sales, que tem o contrato encerrado com o Flamengo nesta terça-feira, bem encaminhada e o acerto por dois anos pode ser anunciado em breve. Caso tudo aconteça dentro do esperado, o jogador se apresenta nas Laranjeiras ainda esta semana.

Revelado pelo clube rubro-negro com a fama de ser um zagueiro eficiente nas jogadas ofensivas, Thiago Sales, de 23 anos, chegou aos profissionais em 2007. O histórico na base, no entanto, não garantiu uma sequência de jogos no time de cima, onde ele entrou em campo somente 15 vezes, mas marcou cinco gols.

Emprestado ao Apollon, do Chipre, na temporada passada, o jogador retornou à Gávea recentemente e não fazia parte dos planos do Fla. O acerto com o Tricolor foi confirmado pelo empresário Léo Rabelo. A diretoria tricolor, no entanto, preferiu adotar postura cautelosa, até mesmo para evitar polêmica com o rival rubro-negro.

- Ainda não tem nada certo. Primeiro, ele precisa se desligar do Flamengo, bonitinho, sem problemas, e ficar livre. Eu não quero confusão com ninguém. Uma vez liberado, vamos sentar e conversar. Vou passar o nome para o Muricy, ver o que ele acha - disse o vice-presidente de futebol do Flu, Alcides Antunes.

Atualmente, o Flu conta com cinco jogadores para a defesa: Gum, André Luis, Leandro Euzébio, Cássio e o jovem Giovani, promovido da base. Digão, com uma fratura no pé esquerdo, está no departamento médico e não tem previsão de volta ao time.

Nome Completo: Thiago Guimarães Sales
Dia do Nascimento: 7 de maio de 1987 (23 anos)
Nascimento: Rio de Janeiro (RJ)
Posição: Zagueiro
Altura: 1,90m
Peso: 78 kg

Por: Cahê Mota

Deivid vira modelo, e Flamengo lança coleção de moda casual e linha retrô

Atacante, que tem estreia prevista para o próximo domingo, contra o Santos, participou do desfile nesta terça-feira, na loja do clube



Moda casual inspirada nas tradições rubro-negras. Nesta terça-feira, o Flamengo lançou uma coleção de roupas para homens e mulheres, em evento realizado na Fla Concept, loja oficial do clube, na Gávea. São camisas pólo, bermudas, tops, regatas, shorts, calças, jaquetas e chinelos, num total de 23 peças. A apresentação contou com a participação do atacante Deivid, que tem estreia prevista para o próximo domingo, contra o Santos, e do ator e músico Thiago Martins.

A camisa retrô “Papagaio Vintém”, de 1912, é um dos destaques da linha. Foi com ela que Deivid desfilou, apesar da timidez. Inspirada na primeira camisa oficial do clube, resgata os quatro grandes quadrados vermelhos e pretos intercaldos no peito e nas costas. O modelo ainda traz a gola com barbantes e o primeiro escudo do Rubro-Negro no lado direito do peito. Há também o modelo goleiro retrô, que lembra o uniforme usado na década de 80. Logo depois do desfile, o atacante saiu rapidamente, sem falar com os jornalistas.

Também foi lançada a camisa comemorativa que une o escudo oficial ao troféu do Campeonato Brasileiro, nas cores branca e preta. Os produtos estão à venda no mercado e em breve estarão disponíveis nos 15 mil pontos de venda da Olympikus, fornedora do material esportivo do clube, em todo o país.

Por: Pedro Ivo e Richard Souza

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Fla oficializa proposta por Toró

Negociação é iniciada e diretoria espera a resposta do volante


Uma vez concretizada a renovação de Maldonado, a diretoria do Flamengo voltou as atenções para o vínculo com outro jogador da mesma posição: Toró. Diretor executivo do Rubro-Negro, Zico revelou que a proposta para a renovação com o jogador, que já havia sido apalavrada, foi oficializada nesta segunda-feira via departamento jurídico do clube. Agora, a diretoria aguarda a resposta do empresário do atleta.

Vale lembrar que o contrato do volante com o clube vigora somente até o dia 31 de outubro.

- É uma negociação. Fizemos uma proposta e estamos aguardando. Acredito que tudo ocorrerá da melhor forma para os dois lados - disse Zico.

Toró entrou no primeiro tempo do jogo do último domingo, contra o Guarani, em Campinas. Sua última partida havia sido contra o Goiás, antes da pausa do Campeonato Brasileiro, ainda pela sétima rodada. Isso porque, durante a temporada do grupo em Itu, o jogador fraturou a mão esquerda.

Por: Nathan de Lima

Renato diz que Silas motiva grupo do Fla

Apoiador aprova chegada do novo treinador à Gávea

O técnico Silas chegou à Gávea nesta segunda-feira, quando comandou seu primeiro treino no Flamengo. E o treinador conta com o apoio de um jogador que terá grande importância nesta nova fase do time: Renato. O meia, cuja evolução nos campos será fundamental para o crescimento da equipe no Brasileiro, elogiou o comandante e destacou os trabalhos anteriores feitos por ele.

Segundo o apoiador, a chegada de Silas motiva a todos no elenco, principalmente aqueles que estavam tendo poucas oportunidades.

- Com o Silas, quem estava sem motivação pode voltar a ter. Pelo fato de o Flamengo ter um grupo grande, alguns atletas podem ficar sem motivação. Agora, todos ficam motivados. É um treinador novo, que vai nos ajudar - avaliou Renato.

No entanto, ciente de que o próximo jogo, contra o Cruzeiro, em Uberlância, será bastante difícil, o meio-campista pede para que se dê tempo ao treinador.

- É cedo para se cobrar uma vitória do Silas, mas ele sabe da capacidade de cada um - disse. - É um treinador vencedor, da nova geração, e precisa de tempo para trabalhar - completou.

Estilo aprovado

Renato elogiou a conversa que o novo técnico teve com os jogadores na tarde desta segunda-feira e ainda comentou uma característica de Silas: a de participar dos rachões.

- Ele se mostra novo, tem fôlego ainda. Se participar dos rachões, vai ficar no meu time e me ajudar (risos). Isso é algo bom, bem válido.

Por: Lancepress

Recuperado, Leandro Amaral pode enfrentar o Cruzeiro

Atacante está livre das dores no joelho esquerdo e deve ser o substituto de Diogo na partida em Uberlândia, nesta quarta-feira


Silas não terá o atacante Diogo na partida contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, pela 18ª rodada do Brasileirão. O jogo será em Uberlândia, no Parque do Sabiá, às 22h, e vai marcar a estreia do técnico no comando da equipe. O camisa 43 torceu o tornozelo esquerdo no jogo contra o Guarani, no último domingo, e está vetado pelo departamento médico. Nesta segunda, apareceu na Gávea de chinelo e com o local muito inchado. Vai passar por tratamento médico intensivo na tentativa de enfrentar o Santos, no fim de semana, no Maracanã.

Sem Diogo, Silas deve manter o criticado Val Baiano no ataque. Uma opção para jogar ao lado dele é Leandro Amaral. Recuperado das dores no joelho esquerdo, ele treinou normalmente e pode até começar jogando contra os mineiros.

O meia Vinícius Pacheco, que por conta de dores na coluna cervical não viajou para Campinas, estaria liberado para o confronto, mas acabou vetado por conta do possível desgaste que uma viagem de avião causaria no local da lesão. Kleberson também segue fora da equipe. O volante está recuperado das dores na panturrilha direita, mas ficará no Rio para recondicionamento físico. Ele deve voltar contra o Peixe.

Os jogadores embarcam para Minas na manhã desta terça-feira. A apresentação no aeroporto Santos Dumont está marcada para 7h15m. O Flamengo é o 13º na tabela, com 21 pontos.

Por: globoesporte.com

‘Velhinho da galera’, Petkovic terá atenção especial de Silas

Novo técnico do Flamengo diz que a equipe vai precisar muito do meia


O trabalho de Silas no Flamengo começou nesta segunda-feira com uma conversa com o grupo de jogadores, na Gávea. Nada muito demorado. Apenas dez minutos para a apresentação da nova comissão técnica. No entanto, chamou a atenção um papo reservado com Petkovic. O treinador fez questão de procurar o camisa 10 para dizer que conta muito com ele. Pretende fazer um acompanhamento especial do desempenho do sérvio em treinos e jogos para que o rendimento físico e técnico do jogador de 37 anos melhore.

- Eu passei pela mesma situação, joguei até 38 anos e logicamente é mais um trabalho do departamento físico e de fisiologia do que do treinador. Precisamos ter este jogador bem para o jogo. Os atalhos ele já sabe. Foi uma conversa nesse sentido. Não adianta ter o Pet arrebentando nos treinos e sentindo o desgaste no jogo. É preferível tê-lo a mil nos jogos. Conversei com ele logo de cara porque vi o jogo (contra o Guarani), ele correu muito, assim como o Renato, que está se recondicionando. É o mais velhinho da galera e vamos precisar muito dele (Pet) – disse.

Na derrota por 2 a 1 para o Guarani, Pet jogou os 90 minutos. No entanto, é difícil para apoiador suportar a maratona de jogos. Até o início de outubro, serão partidas às quartas, quintas, sábados e domingos. Silas parece preocupado com a forma de jogadores que vêm de inatividade ou em idade avançada. A pedido dele, o Flamengo tem novo preparador físico. O clube acertou com Emerson Buck, que trabalhou com o treinador em 2008 e 2009 no Avaí.

O Flamengo é o 13º na tabela do Campeonato Brasileiro, com 21 pontos. Nesta quarta, a equipe enfrenta o Cruzeiro, em Uberlândia, às 22h, no Parque do Sabiá. Será a estreia de Silas no Rubro-Negro.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Silas é apresentado aos jogadores e comanda o primeiro treino na Gávea

Ao lado de Zico e outros dirigentes, técnico tem rápida conversa com o grupo e bate papo reservado com alguns titulares


Uma chegada sem pompa ou formalidades. O primeiro contato do técnico Silas com os jogadores do Flamengo ocorreu na tarde desta segunda-feira, na Gávea. O novo comandante rubro-negro, que assinou contrato de um ano, foi apresentado ao grupo pelo diretor-executivo, Zico, o vice de futebol, Vinícius França, e o gerente de futebol, Isaías Tinoco. Uma conversa rápida, de pouco mais de dez minutos. Titulares e reservas participaram. Após a reunião, ele conversou com o meia Petkovic e em seguida chamou Léo Moura, Renato, Willians e Ronaldo Angelim para trocar algumas palavras.

- Foi uma conversa boa, chegou, se apresentou, se mostrou à diposição para nos ajudar. Foi bem transparente, verdadeiro. Dou boas-vindas a ele, que possa nos ajudar nessa caminhada longa e difícil. Com certeza serão muitas conversas - disse o meia Renato.

Com ele, chegam o auxiliar Paulo Pereira, seu irmão, o preparador físico, Emerson Buck, com quem trabalhou no Avaí, e o analista de desempenho, Marcos Paulo. Enquanto os titulares fizeram um trabalho regenerativo, os atletas que não disputaram toda a partida contra o Guarani, neste domingo, usaram metade do gramado para um treino técnico. Silas participou ativamente e fez cruzamentos durante exercícios de finalização. É uma das características dele.

O novo treinador terá pouco tempo para armar a equipe antes da estreia. Nesta quarta-feira, em Uberlândia, vai dirigir o Flamengo contra o Cruzeiro no Parque do Sabiá, às 22h. O Rubro-Negro está em 13º no Campeonato Brasileiro, com 21 pontos.



Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Diogo desfalca o Flamengo no jogo contra o Cruzeiro

Atacante não se recupera de torção no tornozelo esquerdo e será reavaliado para rodada de domingo


O Flamengo não terá Diogo na partida contra o Cruzeiro, quarta-feira, em Uberlândia. Oatacante torceu o tornozelo esquerdo na derrota por 2 a 1 parao Guarani, domingo, e chegou à Gávea nesta segunda com o local bastante inchado.

O departamento médico decidiu tirá-lo da delegação que embarca para a cidade no interior mineiro e fará tratamento intensivo visando ao jogo contra o Santos, domingo, no Maracanã. Futuro companheiro dele, Deivid deve estrear no Flamengo neste jogo.

Diante do problema, Silas deve manter o criticado Val Baiano no ataque. As opções para jogar ao lado dele são Leandro Amaral, Diego Maurício ou Borja.

Por: Eduardo Peixoto e Richard Souza

Depois de novela com o Boca, Fierro retorna ao Flamengo

Apoiador volta a treinar com os companheiros nesta segunda-feira


A novela se arrastou mais de 40 dias, mas nesta segunda-feira finalmente Fierro retornou ao Flamengo.

O jogador foi negociado por empréstimo com o Boca Juniors, mas foi vetado nos exames médicos por causa de um problema no olho direito e devolvido. Posteriormente ao veto, o chileno teve dificuldade para conseguir novamente o visto de trabalho e só retornou aos treinos nesta segunda.

Por: globoesporte.com

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Silas inicia trabalho no Fla com base na arrancada para o título de 2009

Animado, técnico estreia nesta quarta-feira, contra o Cruzeiro, em Uberlândia

Confirmado por Zico como novo treinador do Flamengo no lugar do demitido Rogério Lourenço, Silas acompanhou das tribunas a derrota de virada para o Guarani, neste domingo, no Brinco de Ouro da Princesa. O resultado deixou o Rubro-Negro, atual campeão brasileiro, na 13ª posição na classificação. No entanto, faltando duas rodadas para o fim do primeiro turno e com todo o returno para trabalhar, o novo comandante acredita que o Fla pode fazer uma campanha de recuperação na competição baseada na arrancada para o título, em 2009:

- O time é muito bom. Não só os que jogaram ontem. É um grupo muito qualificado. Ainda falta a estreia do Deivid, que já deve estar à disposição no domingo. Vamos trabalhar no sentido de reeditar a arrancada do ano passado. É complicado, mas se você ver a história dos últimos brasileiros, como o São Paulo, ano passado com o Fluminense, tem acontecido bastante. É um time capaz. Time você acerta. O que não tem como resolver é preguiça, falta de concentração. E não vi isso. Era um dia de calor, casa do adversário. Mas vi muita vontade – revelou Silas, por telefone, à primeira edição do ‘SporTV News’.

Antes de assumir o Fla, Silas comandou o Grêmio por oito meses e, apesar de conquistar o Campeonato Gaúcho, sempre foi olhado com desconfiança no Olímpico.

- Já estava cansado de descansar. Serviu para dar uma respirada. Fiquei feliz com esse convite do Zico. Quem coloca jogador em clube é treinador, dirigente. Quem coloca treinador no clube é treinador e dirigente. Tenho certeza que o Zico deve ter feito contato no Grêmio, mesmo já me conhecendo. Para mim é um momento de muita alegria.

Nesta quarta-feira, o Flamengo tem mais um desafio complicado fora de casa, enfrenta o Cruzeiro, em Uberlândia. Como já enfrentou o Cruzeiro, mas no comando do Grêmio, Silas já tem uma noção de como a equipe de Cuca poderá atuar diante do Rubro-Negro:

- Vou comandar o time na quarta-feira. Joguei contra o Cruzeiro pelo Grêmio e tenho uma ideia do que o Cuca está fazendo. Vou analisar o jogo deles contra o Vasco, o nosso contra o Guarani, e fazer o melhor planejamento.

Por: globoesporte.com

Silas diz que Flamengo será ofensivo sob seu comando


O técnico Silas citou a geração vitoriosa do Flamengo na década de 1980, com craques como Zico, Júnior, Leandro e Adílio, para revelar como pretende fazer a equipe jogar sob o seu comando. O novo treinador disse que a equipe carioca será ofensiva, como é da tradição do time.

"Não podemos mudar a cara do clube. Como no Grêmio, quando cheguei, sempre se pediu um Grêmio guerreiro. Isso são das tradições do clube. No Flamengo, tem que se jogar para frente, atacar, buscar o gol... Era a forma de jogar do Zico aqui, era a minha na época de jogador e vou tentar implementar isso no dia a dia. Sem deixar de me preocupar com a parte defensiva, é claro, que é importantíssima no futebol atual", afirmou.

Silas prometeu que apesar da situação ruim, o Flamengo vai lutar por uma vaga na próxima Libertadores. "Temos todo o segundo turno pela frente, ainda há muito tempo para lutarmos pelas primeiras posições. Não queremos ficar no meio da tabela. O elenco é qualificado e podemos brigar sim por uma vaga no G4 e até pelo bi. Temos que pensar alto", disse.

Silas evitou confirmar, mas deve fazer a sua estreia pelo Flamengo na quarta-feira, quando a equipe vai enfrentar o Cruzeiro, em Uberlândia, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, e tentará se recuperar da derrota para o Guarani. "Me apresento amanhã e, se for o caso, já vou para Minas. Vou conversar com o grupo, mas estou à disposição", comentou.
Por: ESPN

Marcelo Lomba reconhece: 'Foi uma vergonha'

Val Baiano diz que faltou atenção em minutos decisivos contra o Guarani


Com a derrota para o Guarani, o Flamengo já está há três jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. Logo após mais um resultado ruim, Marcelo Lomba demonstrou toda a insatisfação com os dois gols sofridos no fim da partida.

- Foi uma vergonha. Não podemos tomar dois gols assim no final. Sei que a nação ficou triste. Não tem explicação para o que aconteceu - esbravejou o goleiro.

Em mais uma atuação fraca tecnicamente, Val Baiano perdeu duas grandes chances de ampliar o placar em Campinas. O atacante reconhece que faltou ter mais atenção em momentos cruciais.

- É complicado. Em dois lances tomamos os gols. Acho que faltou um pouco de atenção em um momento que não pode ter. É até difícil explicar. Temos agora de levantar a cabeça e pensar no Cruzeiro, que vai ser uma partida difícil - finalizou.

Por: Lancepress

Indicado por Silas, preparador físico do Avaí acerta com o Flamengo

O preparador físico do Avaí, Emerson Buck, confirmou neste domingo que, assim como o técnico Silas, terá o Flamengo como seu novo clube. Aliás, a contratação de Buck foi acertada justamente após a indicação de Silas, que trabalhou com o profissional quando esteve no comando do time catarinense.

Após o jogo contra o Atlético-GO, no Serra Dourada, neste domingo, Buck agradeceu o Avaí e já falou sobre seu novo trabalho. “Gostaria de agradecer a confiança do Avaí, por toda estrutura que me deu de trabalho, e por me dar um novo desafio. Já estou há três anos no Avaí, e sei que as cobranças serão maiores no Flamengo, mas espero fazer um bom trabalho”, disse Buck, em entrevista à Rádio CBN Diário.

Emerson Buck falou sobre a conversa que teve com Silas: “O Silas me comunicou sobre a possibilidade dele estar assumindo uma nova equipe. Me perguntou se eu teria vontade de acompanhá-lo, e eu falei que estaria aberto a escutar as propostas. Hoje à tarde ele me ligou falando que tinha fechado com o Flamengo, só para confirmar se eu iria ou não, e eu aceitei”.

O ex-preparador físico do Avaí contou os motivos que lhe fizeram trocar o clube catarinense pelo Flamengo. “Preciso pensar na minha carreira, na minha família, dar melhores condições a ela, e queria mais uma vez agradecer o Avaí pois estou deixando o clube com o coração bastante apertado”, completou.

Por: Uol esportes

Diogo torce o tornozelo, mas não deve desfalcar o Fla na quarta

Jogador deixa o vestiário mancando levemente, caminhando sem necessidade de amparo em Campinas

O atacante Diogo, do Flamengo, torceu o tornozelo esquerdo durante o jogo contra o Guarani, neste domingo e deixou o estádio Brinco de Ouro da Princesa, onde o Rubro Negro perdeu, por 2 a 1, de virada, mancando, mas sem necessidade de amparo. Ele levou uma primeira pancada e sofreu a torção. Foi atendido e voltou. Minutos depois, recebeu outra falta no mesmo local e não aguentou. Toró entrou em seu lugar.

- Torci o tornozelo. Agora, vamos ver - afirmou o jogador, enquanto deixava o vestiário.

De acordo como médico Marcelo Soares, a princípio não se trata de nada grave e o jogador deverá estar à disposição do técnico Silas, que assume o comando do time nesta segunda, para o confronto contra o Cruzeiro, quarta-feira, no Parque do Sabiá, em Uberlândia (MG).

Por: Adilson Barros

Nos acréscimos, Guarani vira para cima do Flamengo no Brinco de Ouro

Time de Campinas faz gols aos 46 e 48 minutos do segundo tempo. Equipe carioca tem domínio, mas perde muitos gols e paga caro por isso

Em um jogo com um lance duvidoso e um pênalti inexistente, o Guarani teve uma reação impressionante nos minutos finais e venceu, de virada, o Flamengo por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, pela 17ª rodada do Brasileiro. O time carioca foi comandado pelo interino Toninho Barroso, mas observado por Silas, anunciado como novo treinador da equipe. O Bugre de Vagner Mancini reclamou muito de uma penalidade não marcada no primeiro tempo e, quando teve outra a favor, desperdiçou. Mas fez dois gols nos acréscimos e decidiu a partida, embora tenha sido dominado praticamente o jogo todo pelo adversário.

Com o resultado, o time de Campinas está em 11º, com 23 pontos,. O Flamengo tem 21 pontos, na 13ª posição. Na próxima rodada, o Bugre enfrenta o Grêmio, em Porto Alegre, na quarta-feira. No mesmo dia, o Rubro-Negro encara o Cruzeiro, no Parque do Sabiá.

Lance duvidoso e revolta da torcida bugrina


Um observador ilustre também esteve no Brinco de Ouro para acompanhar a partida: o técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes. Apesar do forte calor (31ºC) e do ar seco, o primeiro tempo foi bastante movimentado, com o time rubro-negro tomando a iniciativa e o Bugre perigoso nos contra-ataques. Diogo, atuando como um meia-atacante, vindo de trás, dividindo a responsabilidade de armar o time com Petkovic, era o jogador mais perigoso da equipe carioca. Aos 11 minutos, ele recebeu pela meia direita e chutou rasteiro. Émerson espalmou, mandando para escanteio.

O Guarani melhorou a marcação no meio e passou a investir em Mazola, aberto pela ponta esquerda. O problema do time campineiro é que seu melhor jogador parecia não estar muito inspirado. Partia em velocidade, mas parava na marcação ora de Correa, ora, de Jean. Aos 32, Mário Lúcio, em bela jogada individual, pedalou para cima de Correa, avançou e chutou colocado, na meia lua. Errou o alvo.

A essa altura, o Bugre era bem mais ousado. Diogo, jogador mais perigoso do Fla, deixou o campo com uma lesão no tornozelo esquerdo, dando lugar a Toró. Aos 34, um lance fundamental. Mazola foi lançado em velocidade. Ele dominou, avançou e, quando tentou driblar o goleiro Marcelo Lomba, já dentro da área, caiu. O juiz marcou a falta, mas fora (assista ao lance). Como apontou a infração, deveria ter dado pênalti, só que a própria falta foi duvidosa. Os jogadores bugrinos se desesperaram, e a torcida, revoltada, passou a xingar tudo e a todos. Na cobrança da falta, Baiano mandou por cima.

O lance desestabilizou os jogadores do Guarani. O Flamengo se aproveitou e, numa cobrança de escanteio, já aos 47 minutos, abriu o placar. Petkovic bateu, Jean testou firme, estufou as redes e ofereceu o gol a Rogério Lourenço, demitido do comando do clube na última semana.

Lomba defende penalti, mas Bugre tem reação impressionante


O Flamengo voltou para a etapa complementar melhor do que o anfitrião. Passou a envolver o Bugre e criar mais chances de gol. Toninho Barroso diminuiu o ímpeto de Mazola, colocando Toró para marcá-lo de perto. Aos 17, o time carioca teve uma grande oportunidade. Renato deixou a bola para Juan descer pela esquerda e cruzar para Val Baiano, que meteu a cabeça, mas por cima do gol.

O Guarani estava sem muita criatividade. Por causa disso, Mancini colocou Geovane em campo para trabalhar mais as jogadas pelo meio e municiar o ataque. Mais uma vez o time rubro-negro chegou com perigo, aos 21, mas Renato furou na hora de chutar de frente para o gol. Aos 24, a posse de bola do visitante era de 61%, contra apenas 39% do dono da casa.

Aos 31 minutos, o árbitro Arilson Anunciação deu um pênalti inexistente para o Guarani. Ricardo Xavier fez a falta em Galhardo, mas o juiz deu infração do atleta do Fla. Xavier cobrou aos 33, no meio do gol, e Lomba se esticou todo para defender com o pé esquerdo. O camisa 29 vibrou muito após o lance (assista ao vídeo).

Aos 38, Petkovic fez a jogada perfeita e deu para Val Baiano, sozinho, perder. O atacante tentou colocar por cima do goleiro, mas jogou para fora. A perda custou caro. Giovane, o meia do Guarani que entrou para ajudar a municiar o ataque, conseguiu. Ele cobrou uma falta na área, aos 46 minutos, e Ailson apareceu para cabecear: 1 a 1.

A festa do Bugre ainda não estava completa. Aos 48, Reinaldo entrou sem marcação e chutou para o gol. A bola ainda bateu em Jean e entrou: 2 a 1.

Por: globoesporte.com

domingo, 29 de agosto de 2010

Silas é o novo técnico do Flamengo

Após reunião com o diretor executivo Zico, treinador acerta por um ano


O Flamengo já achou seu novo comandante. Silas, ex-Grêmio, é o escolhido. Em reunião com o diretor executivo rubro-negro, Zico, o treinador fechou por um ano e será apresentado na próxima terça-feira, na Gávea. A reunião que selou a contratação aconteceu em Campinas, no interior de São Paulo, onde o clube carioca enfrenta o Guarani, neste domingo, pela 17ª rodada do Brasileiro, e o treinador tem residência.

Com saída de Rogério Lourenço na última sexta-feira, um dia após o empate em 0 a 0 com o Atlético-MG, no Maracanã, Carlos Alberto Parreira surgiu como primeiro nome da lista. Mas, diante da recusa do ex-técnico da África do Sul, a solução foi apostar em Silas.

Silas se destacou em 2009, depois de levar o Avaí a sexta posição do Campeonato Brasileiro daquele ano. Em 2010, acertou com o Grêmio, foi campeão Gaúcho, semifinalista da Copa do Brasil, mas não resistiu à pressão da torcida após o início ruim no Brasileirão.

Ficha:


Nome: Paulo Silas do Prado Pereira
Nascimento: 27.08.1965
Naturalidade: Campinas (SP)
Clubes: Fortaleza, Avaí, Grêmio e Flamengo.
Títulos: Campeonato Catarinense (2009) e Campeonato Gaúcho (2010)

Por: André Hernan

Parreira não aceita convite feito por Zico para assumir o time do Flamengo

Treinador prefere descansar até o fim do ano e ficar ao lado da família


Carlos Alberto Parreira recusou o convite feito por Zico para comandar o time do Flamengo na sequência do Campeonato Brasileiro de 2010. O ex-treinador da seleção da África do Sul, e tetracampeão do mundo com a Seleção Brasileira optou por continuar de férias, curtindo a vida ao lado de sua família. Ele só pretende voltar a trabalhar no ano que vem. As informações são do repórter do jornal "O Globo", Carlos Eduardo Mansur.

Com isso, o diretor-executivo do futebol rubro-negro precisa partir para seu plano B. Nomes como Tite e Silas já foram especulados. Neste domingo, o time, que tem 21 pontos e está na décima posição, enfrenta o Guarani em Campinas, às 16h (de Brasília), pela 17ª rodada do Brasileirão.

Por: globoesporte.com